Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Fevereiro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728


CONTADOR DE VISITAS


contador View My Stats

página de fãs


Pesquisar

 

sitemeter


Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


Uma espécie de Robin dos Órfãos

por cunha ribeiro, Sexta-feira, 28.02.14

Homem de 99 anos pede esmola e oferece tudo a orfanatos

Idoso é considerado um "santo" nas ruas de Sofia, na Bulgária.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:55

" Cheira marranica ó-i-ó-ai!

por cunha ribeiro, Sexta-feira, 28.02.14

Qual Carnaval do Brasil, de Ovar ou Torres Vedras, qual carapuça!

O carnaval da minha infância...Esse, sim, valia a pena!

O arrepiante terror dos “caretos”, as correrias doidas a fugir deles, as cinzas, as vassouradas, as crossas, os chocalhos!
Isso sim era Carnaval!
E a orelheira, a linguíça, a costela...
Oiçam o eco da criançada:
  "Cheira marranica, ó...i...ó...ai!"
Ouviram?
 Tudo isto é memória, sim, tudo isto contrasta com a indiferente melancolia com que hoje se vive o Carnaval na minha ( nossa) aldeia.
Que pena!
FCR

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:18

Há uns tipos (chico-espertos) que se disfarçam "de pulgas" visitando o Blog de forma encriptada. Não sabem eles que há várias formas de "matar pulgas"

por cunha ribeiro, Sexta-feira, 28.02.14

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 11:11

De que bolsos sai o financiamento das PPP

por cunha ribeiro, Sexta-feira, 28.02.14

"Como é que se pode financiar a despesa acrescida em PPP?

 

Podemos pensar que são os cortes em despesas de pessoal (968,5 milhões), ou a redução nas prestações sociais (844 milhões),ou em alternativa o acréscimo esperado nas receitas fiscais (966,4 milhões).

Como o dinheiro não tem cor tanto podem ser os funcionários públicos a pagar o aumento deste ano nas despesas com PPP, como os pensionistas, como os contribuintes em geral que, não esqueçamos, inclui os dois primeiros grupos.

É bom comparar estes números para que qualquer vindouro político saiba que nós sabemos, que uma PPP, ou um submarino, sai do nosso esforço."   

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 10:58

E a Teresa Maria também esteve na Festa da Associação

por cunha ribeiro, Sexta-feira, 28.02.14

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 10:33

À atenção dos Conselhos Directivos dos Baldios

por cunha ribeiro, Sexta-feira, 28.02.14
Autarquia revitaliza profissão de resineiro
Autarquia revitaliza profissão de resineiro

A Câmara Municipal quer revitalizar a profissão de resineiro no concelho e está a incentivar os gestores de baldios a participarem em grupos de trabalho para a extração da resina e preservação florestal.

 

O presidente da Câmara Municipal, Alberto Machado, sublinhou a importância de ter «uma política concertada» que permita ganhar escala e obter proveitos económicos para as populações, porque «queremos que no concelho se consiga criar riqueza e postos de trabalho».

 

No concelho, dos dois mil hectares de pinhal, são resinados cerca de quinhentos hectares com uma produção de 130 toneladas de resina, que assegura 30 postos de trabalho diretos. Vila Pouca de Aguiar tem potencial para produzir cerca de 500 toneladas de resina.

 

Na reunião, que decorreu a 25 de fevereiro no auditório municipal, cerca de meia centena de pessoas ouviu o dirigente da associação Resipinus, António Salgueiro, lembrar que «80% do investimento em resinagem é na mão-de-obra» e que Portugal produz seis mil toneladas de resina mas tem pinhal para 60 mil toneladas de produção. Atualmente, o país é um dos maiores transformadores de resina do mundo, contribuindo para a produção de derivados da resina (pneus, chicletes, verniz, tintas, entre outros).

 

A sessão de esclarecimentos para a dinamização económica dos Baldios foi aprofundada por José Lousada, docente da UTAD, que dissertou sobre o “aproveitamento da biomassa florestal para fins energéticos”, designadamente na produção de energia elétrica e térmica. A pellets e a estilha (esta num mercado de proximidade) são negócios a ter em conta pelos empreendedores locais. Na reunião, ficou estabelecido que o vereador Duarte Marques vai impulsionar a agregação de representantes de conselhos diretivos e autarquias locais para um plano de ações no terreno.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 10:26

Francisco Gomes e Agostinho Rodrigues "esgaravatando" para o Prazer da Memória

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 27.02.14


Aqui se vêem três paradenses a atualizar as suas quotas ( José, Joaquim, e Cristina)

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 08:31

AMAR NOSSOS INIMIGOS‏

por Francisco Gomes, Quarta-feira, 26.02.14

Quando estudamos a História da Humanidade, encontramos a passagem do "Código de Hamurabi."     a "Lei de Talião, Olho por Olho e Dente por Dente." Esta Lei, naquele tempo, era um salto  de qualidade, pois não permitia uma vingança desmesurada, mas indicava que ninguém poderia retaliar além das ofensas recebidas. Neste sentido buscava-se uma convivência baseada na justiça.

Jesus Cristo em sua vida terrena, veio superar esta justiça dos homens. Para ele, ninguém podia retribuir na mesma medida o que recebeu como ofensa. Ninguém podia fazer aquilo que fizeram com ele. Mas fazer aos outros aquilo que Deus faz connosco. A referência agora, não era o mal que nos fizeram, mas o bem que Deus nos faz.

Sinceramente, seria possível colocar isto em prática? Oferecer a outra face aquele que nos esbofeteou? Humanamente que não, isto nunca será possível. Então, Jesus nos pede o Impossível? Jesus, na Cruz, perdoou os seus algozes, pediu a seu Pai perdão para eles. " Pai, perdoai-lhes que não sabem o que fazem!"

Por mais difícil que seja perdoar nossos inimigos, sabemos que o que importa, não é aquilo que sentimos, mas aquilo que nosso coração manda. É a vontade e não o instinto que deve nos mover. Se queremos perdoar de coração, a quem nos ofendeu, por mais difícil que seja, nós já perdoamos.

Mas será que esse negócio de perdoar os inimigos, oferecer a outra face para nos baterem, não será o triunfo das injustiças? Claro que não, se todos pensassem assim, simplesmente não haveria necessidade de oferecer a outra face, pois não haveria ninguém para nos bater. Ninguém iria esbofetear ninguém. Se todos no mundo vivessem as palavras de Jesus, não haveriam injustiças e nem guerras.

Quando nos propomos a viver as palavras de Jesus, não quer dizer que devemos abrir mão, da justiça, pois sem a qual não haverá paz, mas sim da vingança feita com nossas próprias mãos, como alguns casos que já aconteceram no Brasil, e estão a acontecer pelo mundo afora. Todas as vezes que damos lugar a sede de vingança e não ao desejo  de  justiça, o ser humano mergulha no que tem  de mais selvagem e desumano.

Sabemos que em nossos dias, quem  pratica a "Lei de Talião", acontecem casos como na Síria, onde já morreram milhares de pessoas,  entre os judeus e os palestinos, onde todos os dias morrem pessoas. Nós não temos nada a ver com isso, mas sentimos em nossas carnes o sofrimento desses povos. A nossa obrigação é lutar e rezar por um mundo melhor, sem guerras, sem fome e sem doenças, pedir ao Bom Deus que nos ajude a formar uma sociedade voltada para o perdão, a paz e o amor.

                                                                       

Deus abençoe a todos

                                                                    

Agostinho  Gomes  Ribeiro 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:20

A FALTA DE AMOR‏

por Francisco Gomes, Quarta-feira, 26.02.14

Você tem dificuldade em amar? Tem dificuldade em perdoar alguém que faz parte de sua vida? A sua paciência se esgota com facilidade? Você é uma espécie ameaçada, prestes a transformar sua vida em Estresse. A virtude da compreensão está muito difícil em sua vida.  Se este é o seu caso, talvez você tenha esquecido a importância do amor no dia a dia. Quem não consegue viver o amor, não consegue ser amado. Pois o amor age em duas direções. Só quem ama, é que pode ser amado.

Você conhece o verdadeiro amor? Se você ama incondicionalmente e não deseja nada em troca, você vive o verdadeiro amor. Viver o verdadeiro amor, é amar a pessoa como ela é, com suas virtudes e seus defeitos. Aliás, quem ama de verdade, nunca vê defeitos. Você sabe como é o Amor de Deus? Ele é diferente do amor entre as criaturas. O amor humano tem tendências a falhar, no entanto, o Amor de Deus nunca falha. Ele ama a cada um de nós, sem ninguém pedir. Nós podemos até recusar o amor de Deus, mas ele nunca vai deixar de nos amar. Deus criou o ser humano por amor, para que vivesse no amor. Tudo o que Deus fez é bom, por foi  feito por amor. Nós nunca temos condições de imitar o Amor de Deus, mas é o único que vale a pena ser vivido.

A sabedoria nos ensina que a falta de amor acarreta a falta de perdão, pois quem ama perdoa. O amor encobre tudo. Perdoar, não quer dizer esquecer, perdoar é riscar da memória tudo aquilo que foi motivo de perdão. É muito comum as pessoas dizerem: Eu perdoei mas não esqueci. Quem perdoa e não esqueceu, nunca perdoou.

Existem vários tipos de amor e cada um tem sua direção e as suas exigências, para que o amor possa ser vivido. Um casamento deve acontecer com 50% de amor e 50% de compreensão, pois o diálogo é o alimento do amor conjugal. Amor e rancor são duas rimas que facilmente se esquecem. Num casamento, na formação de uma família, precisa haver uma forte transfusão de fé e de confiança, se não houver, dificilmente este casamento  ou esta família vencerão os obstáculos da vida.

O amor é paciente, é benigno, não se ufana com a discórdia e não provoca ciúmes. Quem não conseguir amar assim, não pode dizer que ama alguém. É mais sincero se afirmar, que vive com falta de amor.

" Atire a primeira pedra, aquele que nunca sofreu por amor."

                                                                          

Deus abençoe a todos

                                                                      

Agostinho  Gomes  Ribeiro 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:39

FAMÍLIA, PLANTA RARA‏

por Francisco Gomes, Quarta-feira, 26.02.14

Uma família minha conhecida, a jovem esposa era chefe de um escritório de advocacia, ganhava um alto salário, mas os problemas tomavam-lhe todo o tempo, era muito difícil conciliar o trabalho com o de dona de casa.  Tinha empregadas competentes, mas faltava a relação afetiva com o marido e os filhos. Por isso, os problemas familiares ficavam sempre para segundo plano.

O Pai dela, um Botânico muito competente, dono de uma grande sabedoria. Foi durante vários anos, administrador do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, onde existem grande variedade de plantas ornamentais, este jardim, foi fundado por D. João VI, quando da permanência da Família Real no Brasil.

Um dia visitou a filha e levou-lhe de presente um vaso com uma linda planta toda coberta de flores, lindas e de um perfume exuberante. O único exemplar no mundo. Disse à filha: cuide bem desta planta, ela é única no mundo, vai ajudar muito você, em sua vida. Por isso, regue-a e pode-a quando precisar, fale com ela, pois as plantas gostam de diálogo. Ela te recompensará com estas lindas flores e este perfume delicioso.

A jovem esposa ficou muito emocionada e feliz com o presente de seu pai. As flores eram realmente  de uma beleza extraordinária. Mas o tempo foi passando, os problemas surgindo, e o trabalho consumia todo o seu tempo, e a vida continuava confusa, que não lhe permitia cuidar da planta. Mas ele chegava em casa, olhava para a planta e as flores estavam lá, lindas e perfumadas, sem mostrar sinais de fraqueza ou morte. Ela então passava sem parar e esquecia a  planta.

Mas um dia a planta secou e morreu. A jovem Senhora chegou em casa olhou para o vaso, e levou um susto. A planta estava morta, as flores murchas, as folhas amareladas e as raízes secas e podres. Chorou de tristeza. Foi procurar o Pai, que lhe disse: Eu já imaginava que isso fosse acontecer. Mas eu não posso lhe dar outra, pois como você sabe, era a única no mundo! Como são únicos o seu marido e os seus filhos, a sua família. Fitou a filha com muita pena e continuou:

Eles são uma benção de Deus para você. Precisa aprender a lição, regá-los e podá-los, dar-lhes a atenção que merecem, pois como a planta, os seus sentimentos também podem secar e morrer. Você se acostumou a ver a planta sempre no mesmo lugar, sempre florida e perfumada, por isso esqueceu dela. Com sua família pode acontecer o mesmo.

Diante de nós está: o fogo e a água, a vida e a morte, o bem e o mal, o sucesso e o  fracasso. Nós temos liberdade para escolher, mas, depois teremos que aguentar as consequências.

A Sabedoria de Deus é grande e forte, mas é diferente da nossa. Nosso grande sucesso é conhecê-la e praticá-la.

                                                                

Deus abençoe a todos

                                                              

Agostinho  Gomes  Ribeiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:38

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds



Pág. 1/14