Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Setembro 2016

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930


CONTADOR DE VISITAS


contador View My Stats

página de fãs


Pesquisar

 

sitemeter


Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


A IDEIA (NÃO) TERÁ FIM

por cunha ribeiro, Sexta-feira, 30.09.16

Torcer para o lado.jpg

 

A firmeza de carácter tem subjacente o seguinte pensamento: não devemos preocuparmo-nos com o que os outros pensam sobre o que fazemos, mas antes preocuparmo-nos com o que nós próprios pensamos sobre o que fazemos.

É claro que este caminho pode ser perigoso, pois pode conduzir-nos, sem o querermos, à arrogância. Porém, a crer em Goethe, “o homem só é arrogante sobre o que não sabe; se sabe, não é arrogante, mas orgulhoso”, o que é outra coisa.

Quando temos uma ideia e a queremos pôr em prática, se isso apenas depende de nós, é fácil fazê-lo, mesmo que outros pensem mal da ideia ou da forma de a pôr em prática. Mesmo assim é preciso agir com convicção, não nos deixando influenciar por ninguém, ou, como vulgarmente se diz, evitando  “emprenhar pelos ouvidos”. Porém, quando a ideia precisa do apoio de mais alguém, torna-se bem mais difícil concretizá-la.

Levar uma ideia em frente, no seio de um grupo, é muito difícil. E a principal dificuldade reside na oposição que a execução dessa ideia poderá vir a ter. Normalmente, uma ideia nova, tem contra ela um determinado grupo de pessoas que sistematicamente se opõem por sentirem algum desconforto pessoal perante ela. Chamo-lhe “grupo opositor externo”, a esse grupo que, logo de início, se põe de fora, e exerce pressão para que a ideia, à qual é hostil, não avance. Há neste grupo de fora vários tipos de ações contrárias à ideia, dependendo do ânimo, cultura, carácter, e personalidade de cada elemento ou subgrupo de elementos. Mas, não me vou alongar neste ponto. Prefiro antes tentar perceber as diferentes formas de SER ou ESTAR no Grupo que sofre esta oposição externo, ou seja, aquele conjunto de indivíduos  que, à partida, imaginou uma ideia e um processo para a pôr em prática, mas depara com várias adversidades no seio do próprio grupo.

A princípio, tudo parece correr muito bem. A ideia é aceite por todo o grupo e todos parecem remar para o mesmo lado. Passado algum tempo, porém, surgem pequenas “rebeliões” internas a minar a concretização da ideia original. Tudo isto é normal acontecer na vida de um grupo. Será, talvez, por causa disso que surgiu a expressão “ Núcleo duro”, que é aquele pequeno grupo que resiste aos ataques, não só do grupo opositor externo, mas também aos “desapoios e separatismos” dos subgrupos internos.

Aliás, é na firmeza dessa resistência que a ideia original pode continuar a sobreviver e logrará, a seu tempo, vencer. Acresce ainda a possibilidade de o próprio núcleo duro sofrer os efeitos da erosão provocada pelas várias oposições (externas e internas) caso, no seu seio, haja quem não aguente levar a ideia, da mesma forma, até ao fim, por não ser capaz de ouvir e suportar opiniões contrárias à que defende ( às vezes sob a forma de piadas, ou provocações…).

Quando no “Núcleo Duro” que resta de um grupo anteriormente maior, alguém cede à vontade do(s) adversário(s) da ideia, a IDEIA poderá abortar através da desistência, e , desse modo, poderá ficar pelo caminho.

Ou seja, desse modo, a IDEIA não terá o FIM desejado à partida e a sua realização será adulterada, através de uma inversão no caminho previsto, ou morrerá.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 09:08

OBRIGADO, SR AGOSTINHO GOMES RIBEIRO

por cunha ribeiro, Sexta-feira, 30.09.16

Por continuar a dar vida ao Blog PARADA DE AGUIAR, queria agradecer pública e perpetuamenbte ao Sr Agostinho Gomes Ribeiro. E prometer-lhe que, no que depender de mim,  os seus escritos terão um dia o devido reconhecimento bibliográfico.

 

Francisco da Cunha Ribeiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 08:38

O DIREITO DE RIR

por Francisco Gomes, Quinta-feira, 29.09.16

Todas as pessoas têm direito a uma boa risada. No entanto, torna-se necessária uma investigação, para saber, porque ás vezes as pessoas riem até do absurdo. Isto pode ser uma forma do nosso autoconhecimento, entender se somos imbecis ou civilizados, bárbaros ou pacíficos, médicos ou monstros, santos ou pecadores.

Outro dia soltei uma risada, por um fato insólito.  O aquecedor da casa do meu filho estava com defeito e não esquentava a água do chuveiro. Chamou um técnico. Apareceu um homem de certa idade, bem falante, afirmando ser o melhor técnico, conhecia todas as peças e até o  ano em que foram fabricadas. Disse que  nos tempos atuais, há muita carência de técnicos, por isso a maioria trabalhava para firmas especializadas. Consertou o aparelho, disse que tinha garantia total, plena e vitalícia. Recebeu o cheque pelos seus serviços e despediu-se.

Passado um mês, o aparelho enguiçou de novo. Telefonamos para o tal técnico e qual não foi a nossa surpresa, quando nos disseram que ele havia falecido, uma semana depois do conserto. De fato achamos isso estranho e até engraçado. Estávamos na hora do almoço, quando meu filho contou essa história. Eu que estava com a boca cheia de arroz, quase me engasguei. Mas por que eu ri dessa maneira e dessa situação? Conclui que Deus ao criar o ser humano, deve ter deixado um fio desencapado, por isso chega ao nosso cérebro a vontade de rir, de um assunto que não tem a menor graça. No nosso cérebro não existem os “Dez Mandamentos” e nem um “Código de Ética”, por isso a risada é o reflexo de uma escolha moral. É um sintoma da distância entre mim e o técnico falecido.

Quanto mais longe está o alvo, mais engraçado a cena se torna. Certamente, a esposa do falecido, não deve ter achado a menor graça na morte do marido. Eu também não consegui entender porque ri. Rir dos absurdos pode ser um autoconhecimento do nosso cinismo. Nunca há limite para o humor, a gente ri quando tem vontade de rir. Não esqueço que uma das últimas risadas, aconteceu numa livraria onde entrei a procurar um livro. Era um falatório geral, o maior barulho, diante de uma enorme placa que pedia “Silêncio.” Moralizar o humor é  impossível, pois em qualquer lugar surge uma piada e temos que rir. Aliás, o riso é  o que há de mais barato, a gente dá e recebe de graça. Um problema já está  resolvido, quando conseguimos rir dele.

                                 

Deus abençoe a todos

                               

Agostinho  Gomes  Ribeiro

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 10:20

A SERVIDÃO VOLUNTÁRIA

por Francisco Gomes, Quinta-feira, 29.09.16

Por todos os lados e em todos os setores da sociedade, encontramos pessoas que voluntariamente se entregam a servir seus líderes, se fanatizam de tal modo às diretrizes de seus comandantes, que chegam a cometer crimes e atrocidades, em nome deles e em defesa deles. Ao folhear as páginas da História da Humanidade, vamos encontrar no decorrer dos tempos, muitos algozes, que praticaram inúmeros crimes em nome de seus Chefes. Os nazistas que mataram milhões de pessoas, muitos que foram levados aos tribunais, alegaram que cumpriam ordens superiores.

É incrível como as pessoas se fanatizam, e se dedicam ao serviço de ditadores inescrupulosos. Abdicam de sua autonomia, para pensar e agir pela cabeça alheia, cumpre rigorosamente o que seus chefes ordenam. Também encontramos estes procedimentos em muitas mulheres que se deixam escravizar, por seus maridos, ás vezes violentos, falsos e infiéis. Estes fenômenos são muito comuns em religião, política e outros setores, pessoas que se deixam dominar pelas ideias e pelos pensamentos de seus líderes, que manipulam estas

criaturas, como verdadeiros bonecos.

A Justiça do Brasil vai julgar um grupo de homens, que se diziam “Islâmicos” e se preparavam para cometer atos terroristas durante as Olimpíadas. Outro dia perguntei a uma mulher, em quem ela votaria para Prefeito do Município do Rio de Janeiro, cujas eleições são no dia dois de outubro. Ela me respondeu que votará em quem Deus mandar. Confesso que fiquei surpreso e com um pouco de inveja, pois sempre desejei saber a vontade de Deus a meu respeito. Mas minha fé é tão fraca que não consigo saber nada, vivo tomado pelas incertezas. Sabemos que Deus é Pai e Mãe ao mesmo tempo, mas não é “paternalista”. Ele nos dá os instrumentos e manda a gente lutar, nos dá o “livre arbítrio”.

Essa mulher me explicou que quem lhe revelaria a vontade de Deus, seria o “Pastor”, pois ele é a voz de Deus. Fiquei espantado em ver pessoas que cegamente seguem as opiniões do Pastor, do Padre, de qualquer líder. O Brasil já está sofrendo por causa da Bancada Parlamentar, formada por protestantes. Estes homens, donos de Igrejas, detentores de enormes fortunas, escravizam as pessoas, não deixam que elas tenham vontade própria. O mais curioso é como estas pessoas se entregam ás berrantes artimanhas da servidão, a um Deus que só se interessa pelo dinheiro.

 

Deus abençoe a todos

 

Agostinho Gomes Ribeiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 10:16

A CRISE DOS REFUGIADOS

por Francisco Gomes, Quinta-feira, 22.09.16

No dia 19 de setembro, líderes mundiais se reuniram em Nova York, para tratar de um problema que está assolando o mundo, os refugiados e migrantes. Esta reunião é vista como uma oportunidade de criação de um sistema global, mais ágil e coordenada, para oferecer respostas às necessidades de milhões de pessoas, que perambulam por vários países do mundo, em busca de um lugar para vierem.

A grande maioria destas pessoas é fugitiva de guerras e perseguições. O objetivo desta reunião é garantir ajuda a países que se encontram na linha de frente, da chegada desses fugitivos, que têm que responder sozinhos às emergências, quando grandes quantidades de fugitivos cruzam suas fronteiras.

O Brasil não está alheio ao problema, mas tem pouca participação, em virtude de um imenso oceano que o livra das crises provocadas pelos refugiados, por isso tem sido poupado das responsabilidades de acolherem refugiados. Porém, países como Líbano, Quênia, Paquistão, Jordânia e Tailândia, tiveram que assumir sozinhos, grandes levas de refugiados que chagaram às suas cidades.

Realmente, o Brasil ocupa o último lugar, na lista das Nações Unidas, que engloba 30 países que participam do programa do acolhimento de refugiados.

Hoje encontramos uma Europa saturada, não mais suportando refugiados, uma América do Norte alheia aos problemas. Com isso, os países vizinhos da Síria, passaram a fechar suas fronteiras, construindo até muros de contenção. Milhares de sírios estão confinados numa pequena faixa de terra, na fronteira da Jordânia, há mais de dois anos. Há mais de um ano, na fronteira da Turquia com a Síria, são disparados tiros diariamente, contra refugiados que tentam se aproximar.

É estarrecedor o sofrimento de tantas pessoas, principalmente crianças, tentando fugir dos infernos que são tentar entrar em outros países. O mundo precisa refletir, não é hora de serem fechadas as portas a tantos necessitados. Está na hora das pessoas se unirem e fazerem um esforço conjunto para acolher, principalmente crianças, o uturo da humanidade.

 

Deus abençoe a todos

 

Agostinho Gomes Ribeiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 20:54

A FESTA PODE CONTINUAR

por Francisco Gomes, Quinta-feira, 22.09.16

Falaram que a cidade do Rio de Janeiro era insegura para sediar as Olimpíadas. Disseram que o Vírus da Zica faria um estrago nas delegações. Que os locais das competições ficariam vazios, os ingressos iriam encalhar todos. Que o sistema de transporte não iria atender os locais das competições. Pensaram até em adiar o evento ou transferi-lo para outro local.

Tudo o que previram nada se confirmou. As Olimpíadas transcorreram na maior harmonia e segurança, o que talvez não acontecesse em outro local. A Organização Mundial da Saúde confirmou que nenhum atleta foi contaminado pelo Vírus da Zica. Os locais das competições ficaram lotados de pessoas, os ingressos se esgotaram. O sistema de transportes deu um show de eficiência e capacidade. Famílias inteiras lotaram as arenas. A cidade mostrou que ninguém sabe preparar um espetáculo como o brasileiro.

A abertura foi o espetáculo mais bonito que já vi. Olha que já vi bastantes aberturas em diversos países, mas nunca vi nenhuma como o Rio de Janeiro. Se encomendassem a organização do carnaval a uma pessoa que não fosse daqui, duvido que conseguissem alguma coisa. O nosso carnaval é a maior festa do mundo, mais de 25 mil pessoas desfilam, na mais perfeita organização e ordem. O Réveillon na Praia de Copacabana, onde mais de dois milhões de pessoas participam na mais perfeita ordem e Paz, O Rock in Rio a maior festa musical, onde se misturam raças, cores e ritmos. Reúne na cidade do Rock, uma multidão incalculável, pessoas de todas as idades e gostos musicais. É uma festa que é exportada para outros países do mundo.

A rede hoteleira que durante as competições teve sua capacidade ocupada, agora está preocupada porque os turistas estão voltando para suas casas. Mas as Olimpíadas trouxeram uma luz para a cidade.

Basta que em 2017, o Turismo promova festas e acontecimentos, que o brasileiro sabe organizar melhor que ninguém. E com isso sejam geradas oportunidades para amenizar o desemprego que está assolando o País. Vocação é que não falta neste cenário festivo criado pelas Olimpíadas. A festa pode continuar, é só querer.

 

Deus abençoe a todos

 

Agostinho Gomes Ribeiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 20:47

ERA BOM QUE A DIREÇÃO DA ASSOCIAÇÃO PRAZER DA MEMÓRIA TIVESSE OS EMAILS DOS SEUS ASSOCIADOS

por cunha ribeiro, Terça-feira, 20.09.16

Por isso, aqui se faz o pedido a todos os que têm endereço de EMAIL o favor de o enviarem para cunharibeiro762@hotmail.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 13:46

CAROS ASSOCIADOS/SÓCIOS DA ASSOCIAÇÃO PRAZER DA MEMÓRIA

por cunha ribeiro, Terça-feira, 20.09.16

Em reunião da Direção da APM, no passado sábado, dia 17/09/2016, decidimos:

- Dar continuidade ao nosso objetivo de edificar uma SEDE para a APM;

- Começar a recolher ideias para um eventual PASSEIO DE PRIMAVERA a realizar entre meados de abril e maio;

- Propor o SEGUNDO DOMINGO DE AGOSTO ( dia 13) do próximo ano para a realização do Convívio Anual APM: Sendo por agora apenas uma proposta, aguarda-se que os nossos associados se pronunciem sobre ela, aceitando-a ou propondo outra em alternativa;

- distribuir algumas tarefas a implementar desde já, visando o convívio de agosto,  nomeadamente:

                                   - adquirir uma aparelhagem de som;

                                   - preparar as diversas atividades.

 

A partir de agora estamos abertos a sugestões, as quais deverão ser feitas via email, ou em comentário sobre este post, no Blog,ou ainda pelo facebook, na página da Associação ou na do Blog Parada de Aguiar.

 

A Direção da APM

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 11:39

O MISTÉRIO DA CRUZ

por Francisco Gomes, Quarta-feira, 14.09.16

14 de setembro: Exaltação à Santa Cruz.

 A Cruz de Cristo é realmente um grande mistério, pois era um instrumento de castigo e transformou-se em caminho de salvação. No ano 313, Santa Helena, a mãe do Imperador Romano, Constantino “O Grande”, no dia três de maio, encontrou a Cruz onde Jesus Cristo fora crucificado. Por isso, o dia 3 de maio era o Dia de Santa Cruz. Foi neste dia em 1500, que a expedição de Cabral, assistiu à primeira Missa em solo brasileiro, celebrada por Frei Henrique Soares de Coimbra. Por isso, o primeiro nome do Brasil, foi “Terra de Santa Cruz.”

No dia 14 de setembro desse mesmo ano, a Cruz foi introduzia

em Jerusalém e esse dia passou a ser conhecido como “Exaltação à Santa Cruz.” A Cruz passou a ter dois dias dedicados a Ela, no Calendário Litúrgico. O Concilio Vaticano II ( 1958 a 1965) definiu como o dia 14 de setembro, o Dia da Santa Cruz, porque no dia 15 de setembro é o dia de Nossa Senhora das Dores, a ” Mater Dolorosa.” A farda dos soldados romanos, passou a ter estampada a figura da Cruz.

O Imperador Teodósio, filho de Constantino, transformou a Cruz em objeto de adoração, em todo o mundo romano. No ano 395, Teodósio dividiu o Império Romano em Oriente e Ocidente, e deu para seus dois filhos. O Oriente ficou para Odorico, a capital era Constantinopla. O Ocidente ficou para Odoacro, a capital era Roma.

No ano de 476, Roma foi ocupada pelos Bárbaros, um povo

vindo do lado da Iugoslávia. Estes povos principais foram os Hunos, comandados por Átila. Os Bárbaros se converteram e deram um grande impulso ao Cristianismo. No século X aconteceu a rutura do Cristianismo, o Oriente passou a ser conhecido como Império Bizantino e surgiu a Igreja ortodoxa. O Império Romano do Oriente resistiu até 1453, quando os turcos maometanos tomaram Constantinopla. Esse acontecimento deu origem às Grandes Navegações, com descobertas nas Américas, na Ásia, na África e Oceânia. A Cruz de Cristo foi levada para todos esses lugares.

O ano de 476, foi o final da Idade Antiga e início da Idade Média. Em 1453 foi o final da Idade Média e o inicio da Idade

Moderna. Em 1790 tivemos o fim da Idade Moderna e o início da Idade Contemporânea. A Cruz acompanhou todas estas Eras da História da Humanidade, como símbolo do grande Amor de Jesus Cristo pela Humanidade pecadora. A Cruz passou a ser o símbolo do Cristão, que se identifica fazendo o “Sinal da Cruz”.

 

Deus abençoe a todos

 

Agostinho Gomes Ribeiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:54

A BÍBLIA SAGRADA

por Francisco Gomes, Quarta-feira, 14.09.16

Setembro é o mês da Bíblia

A palavra Bíblia significa um conjunto de Livros. É o livro mais lido e comentado no mundo e também o mais antigo. Seus originais em “Pergaminho”, se encontram no Vaticano. A Bíblia passou a ser elaborada a partir do Século IV da Era Cristã. Todos os manuscritos a partir do Século I, inclusive o “Pentateuco a Lei dos antigos Judeus” passaram a ser guardados, na Biblioteca de Alexandria no Egito. O Antigo Testamento começa com Cinco primeiros Livros, “o Pentateuco” e completado com mais 41 Livros, até ao Nascimento de Jesus Cristo. O Novo Testamento é composto de 27 Livros e vai do Nascimento de Cristo, até ao Ano 100, a morte do Evangelista João, o último dos Apóstolos.

Quando no ano 313 o Imperador Constantino deu liberdade ao Cristianismo e adotou-o como a Religião Oficial do Império Romano, mandou para Alexandria 72 sábios, afim de separar todo o material ali guardado e elaborar a Bíblia, tendo como base o “Pentateuco”. Deu instruções para que só fosse escolhido aquilo que inocentava os romanos e culpava os judeus, pela morte de Jesus Cristo. A Bíblia foi terminada quando Teodósio era o Imperador de Roma. Foi também nesse tempo que se atualizou o Calendário, considerando o ano do Nascimento de Jesus Cristo, como o Ano UM da Era Cristã. Foram separados os escritos dos Quatro Evangelistas, das Cartas de São Paulo, de mais Sete Cartas Apostólicas, os Atos dos Apóstolos e o Apocalipse. São os 27 Livros do Novo Testamento, que nunca interessou aos Judeus.

Terminada a elaboração da Bíblia, os judeus espalhados pelo mundo não a aceitaram. Alegaram que a “Inspiração Divina” para  escrever, havia terminado por volta de 500 antes de Cristo, quando morreu o Profeta Esdras. Todos os livros escritos depois dessa data, não foram inspirados, por isso rejeitaram Sete livros do Antigo Testamento. Os responsáveis pela elaboração, fizeram outra com menos os Sete livros contestados. Durante mais de Mil anos, a Igreja guardou as duas edições, que foram traduzidas para o Latim, no século V, por São Jerônimo. Quando começou o Protestantismo no Século XVI, Martinho Lutero, traduziu a Bíblia para o Alemão. Traduziu  aquela que tinha menos Sete livros, porque era mais fácil. No Concílio de Trento de 1545 a 1563, foi deliberado que essa Bíblia com menos Sete Livros, ficaria para os Protestantes e os Católicos ficariam com a outra. A Bíblia Católica tem 73 Livros e a Bíblia Protestante 66 livros. A diferença é no Antigo Testamento.

 

Deus abençoe a todos

 

Agostinho Gomes Ribeiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:45

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes

  • cunha ribeiro

    Absolutamente de acordo!

  • Cláudio Dias Aguiar

    Sou Cláudio Dias Aguiar, único filho do casal Raim...

  • mami

    domingo gordo é mesmo para enfardar :D :D :D

  • Anónimo

    Os meus pesames a familia.

  • Ebe Taveira

    Como assim??

  • cheia

    Muitos parabéns pelas suas oitenta e quatro Primav...

  • cunha ribeiro

    À Emília e ao Orlando Branco, filhos da Dona Alice...

  • cheia

    Já não bastava  as agencias de rating conside...

  • cunha ribeiro

    Grande texto sr Agostinho Gomes Ribeiro. Partilho-...

  • João Ribeiro

    Parabéns primo Agostinho pelo belo texto sobre a S...




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds



Pág. 1/2