Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Outubro 2012

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


AGOSTINHO RODRIGUES - O PODER DA GOVERNANTA

por cunha ribeiro, Domingo, 14.10.12

 

 

A governanta que desceu das beiras até Lisboa e se tornou numa mulher temível e respeitada por altas individualidades nas décadas 50,60 e 70. Até o comandante da PIDE, major Silva Pais, a respeitava e, obedecia como se fosse sua superiora.

Sempre que se dirigia ao Palácio de São Bento, para falar com o Sr. Professor Dr. Oliveira Salazar, passava primeiro por ela, quase como a pedir-lhe autorização para falar com o Sr. Presidente do Conselho. Só depois de ela ir falar com o Sr. Professor, é que lhe era permitido entrar no gabinete do Sr. Professor a fim de expor os assuntos de que ia tratar. Portanto, quer isto dizer que a Sr.ª. governanta tinha determinado poder que lhe foi concedido pelo Professor Salazar. Só se pode compreender que assim tivesse sido. Pois tudo quanto se tornasse de visitas ao Sr. Professor, fosse quem fosse – nem que fossem ministros, a governanta tinha que ter conhecimento primeiro e, só depois de anunciar quem era a pessoa de que se tratava a que o Sr. Professor, concedida a autorização. Casos houve em que não foram atendidos e, a governanta, respeitosamente dizia que o Sr. Professor estava ocupado ou doente e não atendia.

Em certas ocasiões, segundo aquilo que li, a governanta quase se tornou uma espécie de conselheira da qual o Dr. Salazar já não dispensava. Será que esta senhora governanta vinda do interior tinha o dom de domar o bicho homem?

Ao que consta - parece que sim. Por aquilo que foi dado ver, parece que a senhora era dotada desse dom. Pois para chegar a ser disputada pelos dois homens mais poderosos à época – Dr. Salazar e o Cardeal Cerejeira, ao ponto de ter havido algumas discussões entre os dois por causa da tal senhora. Mas, como não podia deixar de ser, o Dr. Salazar, acabou por levar a melhor, dizendo que não abdicava da sua governanta de estimação. O que é certo – dado o que narra em livros sob a vida de Salazar, dá a impressão que ela foi governanta, conselheira, actuando sempre discretamente, mas sempre com conhecimento dos segredos de Estado e, até da vida particular de altas individualidades que frequentavam o Palácio. Inclusivamente da traição que algumas senhoras de ministros mantinham com o Dr. Salazar. Ao que parece, o Dr. Salazar, deixou muitos corações destroçados. Segundo se consta e, está publicado, era um grande sedutor de mulheres – só que, nunca assumiu compromisso com nenhuma. Será que foi por ter sempre por perto a governanta de estimação a quem ele confidenciava os seus segredos!.. Ou será que havia algo mais entre os dois. Se o houve, nunca se chegou a saber. Mas, a dedicação com que a D. Maria de Jesus Caetano, dedicou ao Dr. Salazar, acompanhando-o ao longo da vida, dedicando-se a ele como uma esposa fiel ao seu marido até à sua morte – só pode ter sido algo mais que ficou nos segredos do deuses. O que é certo, para um bom entendedor destes meandros do amor tudo leva a crer que houvesse algo mais para além do lugar de governanta. Basta ver o poder de que esta senhora era possuidora. Se o houve – levaram-no para o túmulo sem que ninguém o tivesse divulgado. Nem o major Silva Pais, frequentador assíduo do Palácio, ousou dizer algo sob tal assunto. Como estas pessoas à época eram muito temíveis neste regime ditatorial existente em Portugal – quem ousaria divulgá-lo! Nem que tivesse conhecimento. Pois sabia o que o esperava. Até o próprio Cardeal Cerejeira, mesmo que soubesse alguma coisa, logo abafava o segredo. Segundo se consta, este Sr. Cerejeira, parece que ainda era mais ditador que o próprio Salazar.

Parte deste raciocínio tirei-o do livro “ MÁSCARAS DE SALAZAR “, de confidências que o jornalista Fernando Dacosta, foi colhendo ao longo dos tempos e os publicou em livro. Portanto quem estiver interessado em ter mais conhecimento sob este facto é comprar o livro que logo fica a saber algo mais do que é a porca da política e da sociedade em si. Lá como cá, a porcaria é sempre a mesma.

Termino com um abraço para todos quantos se dão ao trabalho de visitarem o Blogue de Parada de Aguiar.

Agostinho Rodrigues

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 12:13

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg