Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Março 2010

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


PANORAMA

por cunha ribeiro, Sexta-feira, 12.03.10

 

 Atravessar a Padrela, num dia em que o Sol é senhor absoluto do céu e da terra é uma experiência inolvidável.

 Em Vila Pouca, o viaduto é uma "passerelle" monumental de onde se avista uma longa planície verde a que só o Covêlo põe fim.

 O Corgo desliza como uma cobra escondida num renque infindável  de amieiros pelo sulco mais fundo do vale. Mas os homens não o quiseram deixar ali sozinho. Por isso, bem perto, a uma distância civilizada, passa, ligeira, a estrada p`ra Vila Real.

 A  "A-24",  ao fundo do viaduto, começa a subir pela mão calejada de Montenegrelo, que a leva em ombros até ao grande pulmão de Parada, o Viveiro. Sítio ermo de onde se avista, quase na testa da Serra de entre Soutêlo e Pontido, a enorme barriga rochosa,que sustenta, firme na sua eternidade, o nobre e humilde Castelo de Aguiar. 

 Um pouco acima, um miradouro incomum mostra a quem ali passa a vasta grandeza do Vale mais grandioso de entre o Marão  e Valpaços, empolgando os sentidos do mais insensível mortal. Do outro lado, cresce ao nosso olhar, imponente e altiva, a Serra do Sabugueiro, onde se aninham, há séculos , três povos bem pitorescos: Telões, Souto e Soutelinho.

  Já no vértice rugoso da Serra, a Châ de Vales é uma obra de arte romântica que  só os pastores sabem interpretar.  Aquilo não é o que parece: um extenso lameiro verde, ladeado de tojo, de giesta e de urze; é uma tela viva , onde uma procissão solene de vidoeiros nos vai colorindo o olhar pelo fluir das estações, que vão desfilando sob a batuta alegre dos grilos e o gargarejo de pequenos e espertos regatos que correm entre pequenas gargantas, pelo declive serrano de Tourencinho ou Zimão.

 


  E até os lobos quando ali passam deixam de ser ferozes carnívoros, graças aos meigos encantos da mãe Natureza.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:34

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds