Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Novembro 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


VOLTAMOS A OLHAR NA DIRECÇÃO DOS NOSSOS EMIGRANTES DA SUÍÇA

por cunha ribeiro, Domingo, 29.11.09

DESTA VEZ, PARA A BELA CIDADE DE ZURICH...

 

http://fomarques.googlepages.com/Zurique02Low.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 20:41

INVEJOGRAFIA UNIVERSAL

por cunha ribeiro, Domingo, 29.11.09

 

 A INVEJA
 
 
Antes de falar sobre a inveja, convém esclarecer o leitor que faço parte dos noventa e nove  por cento de invejosos que existem à face da terra.  
Espero, com isto, não ofender os que acham que não são invejosos. Talvez esses tenham a sorte de fazer parte do grupo restrito dos que, embora invejosos, são os que menos sofrem de azia com o bem - estar ou sucesso dos outros.
 Mas voltando à inveja, em abstracto, olhando bem, no estranho mundo em que vivemos, tudo parece funcionar em escala ou em grau. A régua, o cronómetro, a balança ou o termómetro não foram inventados por mero acaso ou divertimento. O mais e o menos ou o muito e o pouco existem no mundo e graduam-no de tal forma que tudo nele é relativo. E, assim como a temperatura do corpo sobe ou desce no termómetro de mercúrio, consoante a febre de cada um, também a temperatura da alma sobe ou desce no termómetro da inveja, conforme a moral de cada qual.
Se olharmos para alguém de “sucesso” e, subitamente, sentirmos um estranho tumulto invadir-nos as vísceras, estará, provavelmente, a irromper dentro de nós um estranho e azedo sentimento a que se convencionou chamar de inveja. E se esse tumulto for tal que venha a rondar os “cem graus” na escala da inveja, eis-nos perigosamente caídos no abismo emocional do INVEJOSO PRIMÁRIO ( ou I.P.).
E quem é o INVEJOSO PRIMÁRIO?
É, por exemplo, aquele adolescente, que não pode com o seu melhor “amigo” , só porque este caiu  nas boas graças da bela e desejada moça que os acompanhava ao cinema, e, “ainda por cima,  o único amigo, com aquelas orelhas, e aquela  testa crivada de espinhas” e ,ele, pasme-se Deus e o mundo, “normalíssimo de orelhas e sem uma única espinha !” Ou ainda aquele outro que odeia, com todas as letras, o colega de carteira, que tem notas altas “porque é marrão!”, enquanto ele “é inteligentíssimo e não passa de um aluno medíocre!”
Mas o INVEJOSO PRIMÁRIO, de tão cego que fica, na escuridão da inveja, nem a própria família poupa na sua investida invejosa, e basta o irmão ou o tio andarem de “burro”, enquanto ele anda a pé, ou a prima e o primo andarem a “cavalo”, enquanto ele anda de burro, para , tanto uns como outros, serem liminarmente acusados de terem roubado o “burro”, ou desviado o “cavalo”.
Mas a inveja, a meu ver, só é autêntica e verdadeira, quando se veste de saia. O grau máximo da inveja não está no tipo que é  INVEJOSO PRIMÁRIO. O superlativo da inveja encontramo-lo, com maior e mais saliente frequência, na INVEJOSA PRIMÁRIA.
A INVEJOSA PRIMÁRIA não é apenas primária e invejosa; é as duas coisas mais o máximo  que pode existir dentro delas. E isto porquê?
Porque a I.P. não inveja apenas a amiga que lhe arrebatou o namorado, pois, para além de invejar a amiga, ela injuria-a com o que há de mais infame e rasteiro no seu vernáculo ; e, pior do que isso, ela difama-a perante amigas e conhecidas, destruindo-lhe o carácter. A I.P. não diz apenas que a colega de carteira tira boas notas porque é marrona. Diz também que ela copia nos testes; que engraxa e se “vende” aos professores.
A I.P. é tão primária e tão invejosa que é mesmo capaz de adulterar o carácter do namorado, do companheiro ou do marido, transformando um normal ou inofensivo invejoso, num perigoso INVEJOSO PRIMÁRIO, tal qual ela é.
E, para acabar, diria que se há alguém em quem a INVEJA mais e melhor se manifesta, e mais e melhor encarna o seu poder destruidor, alguém que exemplifique a suprema incorporação da inveja, então só pode ser o actual primeiro minmistro que anda roído de inveja pelo primeiro ministro que obteve a maioria absoluta para o P.S. nas eleições de dois mil e quatro…
 
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 18:04

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds