Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Janeiro 2010

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


O PARTIDO SOCIALISTA DE VILA POUCA PARECE TER ADORMECIDO

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 21.01.10

 

 Vá, não venham dizer, por favor, que estou a meter a foice em seara alheia... Já disse, e repito, um partido político não deve ter dono. Nem é coisa que se transmita por morte, como se fosse uma herança. Nem há testamentos políticos, que eu saiba. Por isso, desculpem os mais possessivos, o PS, nacional ou concelhio que seja, só é um partido de alguém enquanto quiser e quando quiser. E ninguém goza de exclusividade nesse domínio.

Por isso sinto que posso dizer o seguinte:

http://www.portalibahia.com.br/jornaldamanha/wp-content/uploads/2009/04/medicos_interna.jpg

 Aquele Senhor que se lembrou de "perguntar" a alguém que muito bem me conhece: "Quando é que aquele indivíduo se cala?", ( lembrando talvez a célebre tirada de Juan Carlos de Espanha " Porque non te callas?", lançada na direcção do presidente venezuelano...) devia saber que não era pergunta que se fizesse, pois  nunca lhe perguntaram a ele: " Porque é que o Sr, sendo, como é,  militante do PS, não tem uma única ideia para exprimir, dizendo ou escrevendo o que pensa? Ou de outro modo: " Porqure raio é que o Sr nunca diz nada de nada?"

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:18

ESTILHAÇOS DE LUZ

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 21.01.10

 

 

 Se parássemos um pouco que fosse para pensar, em vez de gastarmos a massa cinzenta em investigação aplicada de como tramar o próximo, talvez retirássemos algumas excelentes lições do trágico terramoto que ocorreu no Haiti.

 

PRIMEIRA LIÇÃO:  O HOMEM É UM SER BASICAMENTE INSENSÍVEL

 

 Assim concluímos, ao constatarmos que os homens  podem ver morrer outros homens, sem a mais leve emoção a tolher-lhes a alma. Basta que as mortes ocorram "do outro lado do mundo". Mais: podem até morrer uns perto dos outros que o sentimento apenas muda um pouquinho, desde que não seja um amigo ou um familiar muito querido.

 

SEGUNDA LIÇÃO: O VALOR RELATIVO DE TUDO O QUE OS NOSSOS OLHOS ENXERGAM. 

 

 Tudo o que existe à face da terra de palpável é precário, volúvel e frágil demais. Os grandes arranha-céus são frágeis demais; Tudo o que os homens edificaram pode, num mero instante, desmoronar-se.

 

 TERCEIRA LIÇÃO: O VALOR ABSOLUTO DO QUE É ESPIRITUAL

 

 Tudo é falível e transitório. O próprio homem material é finito. Acaba demasiado depressa. Só fica o espírito do ser humano: as suas ideias permanecem; o seu pensamento dura; os seus ideais são eternos.

E onde sobrevive o espírito do homem que passa?

Sobrevive nos livros. Os livros podem cair, mas não se magoam, nem nunca desaparecem. Os livros têm a substância de que os deuses são feitos: são eternos, pois nunca morrem; são  omniscientes, pois tudo sabem; e são omnipresentes, pois existem em toda a parte.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 19:01

O MUNDO ÀS AVESSAS

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 21.01.10

 
 

É mais que urgente que todos aqueles que sentem o "mundo virado do avesso" se manifestem contra a inversão de valores que está a desnortear as cabeças dos nossos filhos.

 

Está pois na hora de lhes dizer que não é quem ganha muito dinheiro que deve ser idolatrado, ou mais valorizado. Todos sabem que quem "ganha" muito dinheiro, o não ganha, de facto.

 

E porquê?

Porque ninguém ganha dinheiro sério, sem trabalho honesto.


Ora, o que se passa é que quem mais transpira durante o dia é quem menos ganha na lotaria... Ou, por outras palavras, quem mais trabalha é, quase sempre,  quem menos ganha .

 

"Muito trabalha o burro..." - diz o ditado -  "... e não passa da albarda".

Pois é. Mas o "burro" ( o oposto de "esperto", aqui no ditado) tem vindo a perceber que tem direito a bem mais que uma simples albarda. E vai dando coices que antes não dava.

E o pior ( para os tais "espertos") é que estamos num tempo em que muitos dos "burros" viraram espertos, por pura imitação dos comportamentos dos mesmos (espertos). Apenas mudaram de "posição", pois andam agora na vertical.  Mas as quatro patinhas lá estão para quem as quiser observar.

E a sociedade que tenha cuidado.  Há muito "burro" a querer deixar de o ser.  Sacodem-se albardas e dão-se coices todos os dias. Há "lombos" muito sensíveis, e que, ao tentarem "montá-los", levam a "besta" a dar coices à brava.

Por isso, caros "espertos" deste país, mudem de vida, e ponham a albarda que vos fica tão bem...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 03:36

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds