Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Setembro 2010

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


Quando a asneira é desabafo

por cunha ribeiro, Terça-feira, 14.09.10

 

O nível de stress de uma pessoa é inversamente proporcional à

quantidade de "foda-se!" que ela diz.

Existe algo mais libertário do que o conceito do "foda-se!"?

O "foda-se!" aumenta a minha auto-estima, torna-me uma

pessoa melhor.

Reorganiza as coisas. Liberta-me.

"Não quer sair comigo?! - então, foda-se!"

"Vai querer mesmo decidir essa merda sozinho(a)?! - então,

foda-se!"

O direito ao "foda-se!" deveria estar assegurado na Constituição.

Os palavrões não nasceram por acaso. São recursos

extremamente válidos e criativos para dotar o nosso vocabulário

de expressões que traduzem com a maior fidelidade os nossos

mais fortes e genuínos sentimentos. É o povo a fazer a sua

língua. Como o Latim Vulgar, será esse Português Vulgar que

vingará plenamente um dia.

"Comó caralho", por exemplo. Que expressão traduz melhor a

ideia de muita quantidade que "comó caralho"?

"Comó caralho" tende para o infinito, ora vejam:

 

O universo é antigo comó caralho!

 

No género do "comó caralho", mas, no caso, expressando a mais absoluta negação, está o famoso "nem que te fodas!".

 

 

Nem o "Não, não e não!" e tão pouco o nada eficaz e já sem

nenhuma credibilidade "Não, nem pensar!" o substituem.

O "nem que te fodas!" é irretorquível e liquida o assunto.

Liberta-te, com a consciência tranquila, para outras actividades

de maior interesse na tua vida.

Aquele filho pintelho de 17 anos atormenta-te pedindo o carro

para ir surfar na praia? Não percas tempo nem paciência.

Solta logo um definitivo:

"Não o levas, nem que te fodas!".

O impertinente aprende logo a lição e vai para o Centro

Comercial encontrar-se com os amigos, sem qualquer problema,

e tu fechas os olhos e voltas a curtir o CD (...)

 

Há outros palavrões igualmente clássicos.

Pense na sonoridade de um "Puta que pariu!", ou o seu

correlativo "Pu-ta-que-o-pa-riu!", falado assim, cadenciadamente,

sílaba por sílaba. Diante de uma notícia irritante, qualquer "puta-que-o-pariu!", dito assim, põe-te outra vez nos eixos. Os teus neurónios têm o devido tempo e clima para se reorganizarem e encontrarem a atitude que te permitirá dar um merecido troco ou livrares-te de maiores dores de cabeça.

 

 

E seria tremendamente injusto não registar aqui a expressão de maior poder de definição do Português Vulgar: "Fodeu-se!". E a sua derivação, mais avassaladora ainda: "Já se fodeu!".

Conheces definição mais exacta, pungente e arrasadora para uma situação que atingiu o grau máximo imaginável de ameaçadora complicação? Expressão, inclusivé, que uma vez proferida insere o seu autor

num providencial contexto interior de alerta e auto-defesa. Algo assim como quando estás  sem documentos do carro, sem carta de condução e ouves uma sirene de polícia atrás de ti a mandar-te parar.

O que dizes?

"Já me fodi!"

Ou quando  te apercebes que no fim de um acto eleitoral ganha um candidato tipo Sócrates, com a maioria absoluta.

Que te sai logo da boca?

" O país está fodido!"

O mesmo é dizer, quando te apercebes que és de um país em que quase nada funciona, o desemprego não   baixa, os impostos são altos, a saúde, a educação e … a justiça são de baixa qualidade, os empresários são de pouca qualidade e procuram o lucro fácil e em pouco tempo, as reformas têm que baixar, o tempo para a desejada reforma tem que aumentar … tu pensas “Já me fodi!”

 

Texto de Millor Fernandes (adaptado)

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:50

Os quase-licenciados

por cunha ribeiro, Terça-feira, 14.09.10

 

Antigamente, mesmo faltando apenas uma cadeira para acabar o curso, chavam-lhe "bacharéis". Agora são os "quase-licenciados". Um sector estudantil muito do agrado do socratismo.

 Um amigo meu "quase divorciado", costuma dizer ( na paródia ) que, ultimamente, tem andado a sair com mulheres "quase virgens". O que me faz lembrar, no plano político..., o que se passa no seio do  "quase-socialismo", ou social-socratismo, onde este novo sector estudantil - os quase-licenciados -  tem tido muita saída profissional...

Eis mais um para a conta:

 

Dirigente do PS com licenciatura duvidosa

O secretário nacional adjunto do PS, e homem de confiança de José Sócrates, André Figueiredo apresenta-se como advogado e jurista, mas um professor de Direito da Universidade Internacional da Figueira da Foz (UIFF) garante que o político não terá completado o curso.

 

( Nota de rodapé: um dia destes falarei dos "quase-homens", outra subclasse que aproveitou muito bem esta maré política de "quase-esquerda-quase-direita"...).

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:49

Em La Coruña, fisicamente, em Parada, espiritualmente

por cunha ribeiro, Terça-feira, 14.09.10

 

 

Esta magnífica imagem de La Coruña, Galiza, Espanha, é o pretexto geográfico que encontrei para homenagear a nossa emigrante que ali vive - a Etelvina, filha da Guiomar e do Aníbal.

A Etelvina é nossa associada desde a festa da Associação, em Agosto.

Claro que também o MARIDO merece esta homenagem. Não só por ser da família dos paradenses, mas também por pertencer à Associação.

Mas não foi só por isso que aqui destaquei este casal. Foi também porque de há uns dias a esta parte, temos reparado nas suas visitas ao nosso Blog, contribuindo dessa maneira para que ele continue a subir no ranking dos Blogs nacionais.

 

Olá a ambos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:53

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds