Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Setembro 2010

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


A Universidade de Coimbra é sem dúvida alguma uma Universidade de Top

por cunha ribeiro, Sábado, 18.09.10

E a Cristiana Campos tem toda a razão em sublinhar isso mesmo. A Universidade de Coimbra tem tradição, tem excelentes professores em todas as áreas e tem excelentes alunos também. Entre eles a Cristiana Campos com o brilho de ter sido, repito, a melhor aluna do ano, quando terminou o Secundário em Vila Pouca. Um orgulho para os pais, amigos, e conterrâneos.

Aqui fica em Post o texto que explica muitíssimo bem o que fica dito sobre a grande universidade da Lusa Atenas ( Coimbra):

 

Universidade de Coimbra considerada a melhor de Portugal pelo jornal "The Times"

12.10.2009 -

A Universidade de Coimbra (UC) foi considerada, pelo quarto ano consecutivo, a melhor instituição de ensino superior portuguesa no "ranking" do jornal britânico "The Times".

Universidade de Coimbra considerada a melhor de Portugal pelo jornal "The Times"

12.10.2009 - 14:16

Segundo uma nota divulgada hoje pela UC, a instituição subiu no "ranking" relativo a 2009 e, à semelhança do que se verificou no ano passado, “continua a ser a única portuguesa entre as 400 melhores universidades mundiais”.

“Apesar da queda das instituições portuguesas neste "ranking" nos últimos três anos, que aconteceu em paralelo com o desinvestimento do Estado no sistema de ensino superior, a Universidade de Coimbra consegue, em 2009, contrariar esta tendência: sobe do 387.º para o 366.º lugar, a nível mundial, e do 169.º para o 166.º, a nível europeu”, salienta o comunicado.

O ranking publicado pelo suplemento sobre ensino superior do jornal britânico, que elege a Universidade de Harvard (EUA) como a melhor do mundo, considera ainda a UC como a terceira melhor universidade do espaço lusófono (a seguir às universidades de São Paulo e de Campinas, ambas no Brasil) e a sexta melhor da Península Ibérica.

“É motivo de orgulho. Devemos considerar estes resultados como bastante encorajadores. O que me parece ser importante é que há uma clara tendência crescente de melhoria, que contraria o que tem acontecido com outras instituições”, disse hoje à agência Lusa o vice-reitor da UC, Henrique Madeira.

Entre as causas que têm sido apontadas pelos responsáveis pelo ranking para esta classificação figuram “o envolvimento com a comunidade e consequentes benefícios mútuos, a cooperação internacional, particularmente com os países lusófonos, e o intercâmbio cultural, científico e técnico com diversas instituições portuguesas e estrangeiras”.

De acordo com a mesma nota, a UC “é ainda a única universidade portuguesa referenciada em três dos rankings por área científica também estabelecidos pelo The Times Higher Education-QS World University Rankings: Tecnologia, no 230.º lugar (243.º em 2008), Ciências Sociais, no 231.º (284.º em 2008) e Ciências Naturais, no 239.º (281.º em 2008)”.

“A melhor classificação parcial obtida pela Universidade de Coimbra é, porém, na área de Artes e Humanidades, em que surge no 143.º lugar, bastante acima da única outra instituição nacional referida, a Universidade Nova de Lisboa (268.º lugar)”, adianta.

Os critérios para a elaboração do ranking publicado pelo "The Times Higher Education Supplement", bem como a tipologia das análises recolhidas, são bastante abrangentes, permitindo traçar uma perspectiva global da realidade das instituições de ensino superior no mundo. São tidos em conta a qualidade da investigação, a empregabilidade dos graduados, a internacionalização das instituições e a qualidade pedagógica dos cursos.

A classificação é obtida através da ponderação de cinco critérios: avaliação pelos pares, avaliação por empregadores, artigos científicos citados, rácio docentes/estudantes e internacionalização, adianta a nota da UC.

“Há um prestígio grande associado a este ranking. É muito bom ter estas avaliações, que são claramente um olhar externo, de outra cultura”, salientou o vice-reitor da UC.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 17:18

Morte, Esquecimento, e Memória

por cunha ribeiro, Sábado, 18.09.10

 

 

O aniversário da sua morte está aí a chegar. Será dia 29 de Setembro.Nesse dia relembrá-lo-ei com uma brevíssima biografia.

 

Hoje apenas lanço o esboço imagético da figura que irei recordar, cuja ligação à vida não podia ser mais ajustada e perfeita. Uma pessoa que sabia como poucos desatar os nós da existência.  No deserto, nunca passaria sede nem fome. No meio do nevoeiro, descobriria sempre o caminho por onde sair. As adversidades fintava-as com enorme perícia.  Só não soube , ou não pôde, "fintar" a maior adversidade da vida – a própria morte.

Chamava-se Abílio da Cunha Ribeiro, e era muito feliz minutos antes de ter morrido.

Morreu tragicamente. Era cedo, muito cedo pra ele morrer. A vida parecia destinar-lhe o sucesso e o triunfo. Mas a morte não quis que assim fosse.

E agora que já passaram uns anos sobre a sua morte,  apetece-me  contrariar essa crueldade que é o esquecimento humano dos que morreram, mesmo concordando -  “hélas” -  com o grande e imortal Fernando Pessoa, quando tão bem põe em evidência essa verdade, no poema do seu heterónimo, Álvaro de Campos.  Desconsciencialização e esfriamento sentimental eis o processo psicológico que se desenrola no ser humano que o leva rapida e inexoravelmente ao esquecimento daqueles que partem. 

 

Eis Álvaro de Campos, lúcido e implacável na sua análise:


Tens remorso adiantado
De que te chorem?
Descansa: pouco te chorarão...
O impulso vital apaga as lágrimas pouco a pouco,
Quando não são de coisas nossas,
Quando são do que acontece aos outros, sobretudo a morte,
Porque é coisa depois da qual nada acontece aos outros...

Primeiro é a angústia, a surpresa da vinda
Do mistério e da falta da tua vida falada...
Depois o horror do caixão visível e material,
E os homens de preto que exercem a profissão de estar ali.
Depois a família a velar, inconsolável e contando anedotas,
Lamentando a pena de teres morrido,

Depois a trágica retirada para o jazigo ou a cova,
E depois o princípio da morte da tua memória.
Há primeiro em todos um alívio
Da tragédia um pouco maçadora de teres morrido...
Depois a conversa aligeira-se quotidianamente,
E a vida de todos os dias retoma o seu dia...

Depois, lentamente esqueceste.
Só és lembrado em duas datas, aniversariamente:
Quando faz anos que nasceste, quando faz anos que morreste.
Mais nada, mais nada, absolutamente mais nada.
Duas vezes no ano pensam em ti.
Duas vezes no ano suspiram por ti os que te amaram,
E uma ou outra vez suspiram se por acaso se fala em ti.”

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 15:04

Afinal o bruxo sou eu?

por cunha ribeiro, Sábado, 18.09.10

 

 Ontem, quinta-feira, a propósito do affaire Mourinho/Madaíl/Selecção, eu afirmava isto

 

 Hoje, todos podemos ler o seguinte:

 

 

Declarações esta sexta-feira, em Madrid

Mourinho: "Estou fora das conversas"

José Mourinho disse esta sexta-feira em conferência de imprensa em Madrid que "obviamente disse que sim" a Gilberto Madaíl na proposta que lhe foi feita ontem. No entanto, o treinador do Real Madrid não acredita no regresso a Portugal.

 

"Não é um treinador que chega dois ou três dias antes do jogo que pode ajudar muita coisa. Quem tem que ajudar é a Selecção que tem que jogar com um espírito de missão; quem tem que ajudar é a Comunicação Social a dar alento à Selecção, quem tem que ajudar são os portugueses a encher estádios", sustentou José Mourinho.

Por outro lado, o técnico do Real Madrid não escondeu que o seu objectivo era trabalhar a Selecção Nacional embora "daqui a muitos anos".

"Se eu puder ajudar o meu País, se for necessário para ajudar não posso dizer que não. Ficaria mal com a minha consciência. Mas não posso dizer que sim, tenho um trabalho no Real Madrid que me apaixona e que me absorve. Mas não fui capaz de dizer objectivamente que não a Portugal", disse Mourinho que entregou as cartas ao Real Madrid. "A partir daqui estou fora do jogo, estou fora das conversas entre a Federação Portuguesa de Futebol e o Real Madrid".

Mourinho comentou ainda que "iria por zero euros" de Madrid a Portugal caso se concretize a transferência: "Nem a gasolina precisam de me pagar para ir até Portugal".

O treinador do Real Madrid confessou que se pudesse iria para Portugal: "Se a decisão dependesse unicamente de mim, eu ia e ia grátis". No entanto deixou no ar que não acredita que possa mudar de País: "Pelo que tenho visto na Comunicação Social espanhola e pelo que acompanho em Espanha penso que ainda não é desta. Não poderei deixar de respeitar as sensibilidades do Real Madrid e da família real".

 

 

Bruxo, eu? Não!

É muito simples: Acho que lhe conheço bem o carácter. O resto vem por dedução, ou pelo exercício da lógica.

Acreditem: Eu disse - antes de ele próprio o dizer - que Mourinho viria "DE GRAÇA" treinar a selecção ( caso o deixassem, é claro ), e até tentei fundamentar a decisão que previ, fundamentação que ele não fará, como é óbvio...

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 00:06

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds