Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Outubro 2011

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


Não vos disseram que Justiça nem sempre é Lei? LEI é para cumprir...JUSTIÇA é para discutir...

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 27.10.11

 

Isaltino: mais um procedimento para adiar detenção

Defesa volta a recorrer ao Tribunal Constitucional  |  27- 10- 2011  22: 45

A defesa de Isaltino Morais enviou esta quinta-feira à noite um requerimento ao Tribunal Constitucional (TC) para que volte a analisar o último recurso apresentado pelo autarca.

O advogado Rui Elói Ferreira explicou à agência Lusa que o documento é um requerimento a pedir uma nova análise ao último recurso apresentado pela defesa. Não se trata de um pedido de aclaração (pedido de esclarecimentos ao tribunal).

Refira-se que há poucos dias, mais concretamente a 12 de Outubro, os juízes do Tribunal Constitucional decidiram por unanimidade não julgar inconstitucional o artigo da lei que impede o julgamento por tribunal de júri dos crimes de participação económica em negócio, de corrupção passiva para ato ilícito e de abuso de poder quando são cometidos por um membro de um órgão representativo de autarquia local.

Nesse dia, o advogado do autarca mostrou-se surpreendido com a «rapidez da decisão» do TC, proferida em menos de uma semana após a entrega do recurso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:20

Querem uma reforma do Estado a sério? Então sigam-me

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 27.10.11

 

Quinta-feira, 27 de Outubro de 2011

O que a Troika queria aprovar e não conseguiu!

Nenhum governante fala em:

1. Reduzir as mordomias (gabinetes, secretárias, adjuntos, assessores, suportes burocráticos respectivos, carros, motoristas, etc.) dos três ex-Presidentes da República.

 

2. Redução do número de deputados da Assembleia da República para 80, profissionalizando-os como nos países a sério. Reforma das mordomias na Assembleia da República, como almoços opíparos, com digestivos e outras libações, tudo à custa do pagode.

 

3. Acabar com centenas de Institutos Públicos e Fundações Públicas que não servem para nada e, têm funcionários e administradores com 2º e 3º emprego.

 

4. Acabar com as empresas Municipais, com Administradores a auferir milhares de euro/mês e que não servem para nada, antes, acumulam funções nos municípios, para aumentarem o bolo salarial respectivo.

 

5. Por exemplo as empresas de estacionamento não são verificadas porquê? E os aparelhos não são verificados porquê? É como um táxi, se uns têm de cumprir porque não cumprem os outros? e se não são verificados como podem ser auditados?

 

6. Redução drástica das Câmaras Municipais e Assembleias Municipais, numa reconversão mais feroz que a da Reforma do Mouzinho da Silveira, em 1821.

 

7. Redução drástica das Juntas de Freguesia. Acabar com o pagamento de 200 euros por presença de cada pessoa nas reuniões das Câmaras e 75 euros nas Juntas de Freguesia.

 

8. Acabar com o Financiamento aos partidos, que devem viver da quotização dos seus associados e da imaginação que aos outros exigem, para conseguirem verbas para as suas actividades.

 

9. Acabar com a distribuição de carros a Presidentes, Assessores, etc, das Câmaras, Juntas, etc., que se deslocam em digressões particulares pelo País;.

 

10. Acabar com os motoristas particulares 20 h/dia, com o agravamento das horas extraordinárias... para servir suas excelências, filhos e famílias e até, os filhos das amantes...

 

11. Acabar com a renovação sistemática de frotas de carros do Estado e entes públicos menores, mas maiores nos dispêndios públicos.

 

12. Colocar chapas de identificação em todos os carros do Estado. Não permitir de modo algum que carros oficiais façam serviço particular tal como levar e trazer familiares e filhos, às escolas, ir ao mercado a compras, etc.

 

13. Acabar com o vaivém semanal dos deputados dos Açores e Madeira e respectivas estadias em Lisboa em hotéis de cinco estrelas pagos pelos contribuintes que vivem em tugúrios inabitáveis.

 

14. Controlar o pessoal da Função Pública (todos os funcionários pagos por nós) que nunca está no local de trabalho. Então em Lisboa é o regabofe total. HÁ QUADROS (directores gerais e outros) QUE, EM VEZ DE ESTAREM NO SERVIÇO PÚBLICO, PASSAM O TEMPO NOS SEUS ESCRITÓRIOS DE ADVOGADOS A CUIDAR DOS SEUS INTERESSES, QUE NÃO NOS DÁ COISA PÚBLICA.

 

15. Acabar com as administrações numerosíssimas de hospitais públicosque servem para garantir tachos aos apaniguados do poder - háhospitais de província com mais administradores que pessoaladministrativo. Só o de PENAFIEL TEM SETE ADMINISTRADORES PRINCIPESCAMENTE PAGOS... pertencentes ás oligarquias locais do partido no poder.

 

16. Acabar com os milhares de pareceres jurídicos, caríssimos, pagos sempre aos mesmos escritórios que têm canais de comunicação fáceis com o Governo, no âmbito de um tráfico de influências que há que criminalizar, autuar, julgar e condenar.

 

17. Acabar com as várias reformas por pessoa, de entre o pessoal do Estado e entidades privadas, que passaram fugazmente pelo Estado.


18. Pedir o pagamento dos milhões dos empréstimos dos contribuintes ao BPN e BPP.

19. Perseguir os milhões desviados por Rendeiros, Loureiros e Quejandos, onde quer que estejam e por aí fora.


20. Acabar com os salários milionários da RTP e os milhões que a mesma recebe todos os anos.

21. Acabar com os lugares de amigos e de partidos na RTP que custam milhões ao erário público.

22. Acabar com os ordenados de milionários da TAP, com milhares de funcionários e empresas fantasmas que cobram milhares e que pertencem a quadros do Partido Único (PS + PSD).

 

23. Assim e desta forma, Sr. Ministro das Finanças, recuperaremos depressa a nossa posição e sobretudo, a credibilidade tão abalada pela corrupção que grassa e pelo desvario dos dinheiros o Estado.

 

24. Acabar com o regabofe da pantomina das PPP (Parcerias Público Privado), que mais não são do que formas habilidosas de uns poucos patifes se locupletarem com fortunas à custa dos papalvos dos contribuintes, fugindo ao controle seja de que organismo independente for e fazendo a "obra" pelo preço que "entendem".

 

25. Criminalizar, imediatamente, o enriquecimento ilícito, perseguindo, confiscando e punindo os biltres que fizeram fortunas e adquiriram patrimónios de forma indevida e à custa do País, manipulando e aumentando preços de empreitadas públicas, desviando dinheiros segundo esquemas pretensamente "legais", sem controlo, e vivendo à tripa forra à custa dos dinheiros que deveriam servir para o progresso do país e para a assistência aos que efectivamente dela precisam;

 

26. Controlar rigorosamente toda a actividade bancária por forma a que, daqui a mais uns anitos, não tenhamos que estar, novamente, a pagar "outra crise".

 

27. Não deixar um único malfeitor de colarinho branco impune, fazendo com que paguem efectivamente pelos seus crimes, adaptando o nosso sistema de justiça a padrões civilizados, onde as escutas VALEM e os crimes não prescrevem com leis à pressa, feitas à medida.

 

28. Impedir os que foram ministros de virem a ser gestores de empresas que tenham beneficiado de fundos públicos ou de adjudicações decididas pelos ditos.

 

29. Fazer um levantamento geral e minucioso de todos os que ocuparam cargos políticos, central e local, de forma a saber qual o seu património antes e depois.


30. Pôr os Bancos a pagar impostos.

*Ao "povo", pede-se que dê a conhecer isto ao maior número de pessoas...

POR TODOS NÓS E PELOS NOSSOS FILHOS.

 

Retirado do Blog "MYM", da Mena

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:01

Magusto da Associação

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 27.10.11

 

 Mesmo com a óbvia dificuldade em o organizar, estamos a tentar realizar um MAGUSTO no dia 12 de NOVEMBRO à Tarde, em Parada de Aguiar. Gostaríamos que quem quisesse participar enviasse uma mensagem  para os grupos:  " Se os Aguiarenses falassem ", ou "Parada do Corgo/ Prazer da Memória", ou para o EMAIL: cunharibeiro267@hotmail.com.

 

Ficamos a aguardar.

 

FCR

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:18

146 gramas e 290 mg de gordura a menos no Estado. Chega, ou é necessária nova lipoaspiração?

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 27.10.11
 
Governo extingue 146 organismos públicos e 290 directores

27 de Outubro, 2011
As leis orgânicas dos 11 ministérios do Governo hoje aprovadas em Conselho de Ministros prevêem a extinção de 146 organismos públicos e de 290 cargos de direcção superior.

«Há uma redução líquida de 146 organismos», afirmou o secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino, lembrando que existiam 359 organismos e «vão ser extintas ou fundidas ou integradas» 146 entidades.

Na conferência de imprensa realizada no final do Conselho de Ministro, o secretário de Estado da Administração Pública recusou, contudo, avançar com o universo de trabalhadores que serão afectados com a extinção de organismos e de cargos de direcção superior e que poderão vir a ser transferidos para a «mobilidade especial».

Lusa/SOL

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 16:31

O melhor que este senhor fez na política até ao momento

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 27.10.11

Na Cimeira Europeia em Bruxelas

Berlusconi apanhado a olhar para traseiro de primeira-ministra (COM VÍDEO)

O primeiro-ministro italiano foi apanhado a olhar por breves instantes para o traseiro da homóloga dinamarquesa, Helle Thorning-Schmidt.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 16:18

Já sinto a "força" em cima de mim...

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 27.10.11

Crise da dívida

Bancos portugueses forçados a recapitalização de 4400 milhões superior ao previsto

26.10.2011 - 23:13 Por PÚBLICO



<p>Autoridades impõem mais exigências de capital aos bancos</p>

Autoridades impõem mais exigências de capital aos bancos

 (Miguel Dantas )
Os quatro maiores bancos portugueses vão ter de, até ao final de Junho de 2012, reforçar os seus capitais em 7804 milhões de euros, mais 4400 milhões do que aquilo que estava inicialmente previsto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 00:50

No teu país

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 27.10.11

Se és um jovem português,

atravessa a fronteira do teu País

e parte destemido

na procura de um futuro com Futuro

Porque no teu País

A Educação é como uma licenciatura

tirada sem mérito e sem trabalho,

arquitectada por amigos docentes

e abençoada numa manhã dominical

Porque no teu País

É mais importante a estatística dos números

que a competência científica dos alunos.

O que interessa é encher as universidades,

nem que seja de burros

Porque no teu País

A corrupção faz parte do jogo

onde os jogadores e os árbitros

são carne do mesmo osso

e partilham o mesmo tempero

Porque no teu País

A justiça é ela própria uma injustiça

porque serve quem é rico e influente

com leis democraticamente pobres

Porque no teu País

As prisões não são para os ladrões ricos

porque os ricos não são ladrões

já que um desvio é diferente de um roubo

Porque no teu País

A Saúde é uma doença crónica

onde, quem pouco tem

é sempre colocado na coluna da despesa

Porque no teu País

Se paga a quem nada faz

e se taxa a quem pouco aufere

Porque no teu País

A incompetência política

é definida como coragem patriótica

Porque no teu País

O mar apenas serve para tomar banho

e pescar sardinhas

Porque no teu País

Um autarca condenado à prisão pela justiça

pode continuar em funções em liberdade

passeando e assobiando de mãos nos bolsos

Porque no teu País

Os manuais escolares são pagos

enquanto a frota automóvel dos políticos

é topo de gama

Porque no teu País

Há reformas de duzentos euros

e acumulação de reformas de milhares deles

Porque no teu País

A universidade pública deixou cair a exigência

e as licenciaturas na privada

tiram-se ao ritmo das chorudas mensalidades

Porque no teu País

Os governantes, na sua esmagadora maioria

apenas possuem experiência partidária

que os conduz pelas veredas do "sim ao chefe"

Porque no teu País

O que é falso, é dito como verdade,

sob Palavra de Honra!

São votos ganhos numa eleição

Porque no teu País

As falências são uma normalidade,

o desemprego é galopante,

a criminalidade assusta,

o limiar da pobreza é gritante

e a venda de Porsche e Ferrari ... aumenta

Porque no teu País

Há esquadras da polícia em tal estado

onde os agentes se servem da casa de banho

dos cafés mais próximos

Porque no teu País

Se oferecem computadores nas escolas

apenas para compor as estatísticas

do saber "faz de conta" em banda larga

Porque no teu País

Se os teus pais não forem ricos

por mais que faças e labutes

pouco vales sem um cartão partidário

Porque no teu País

Os governantes não taxam os bancos

porque, quando saírem do governo

serão eles que os empregam

Porque no teu País

És apenas mais um número

onde o Primeiro-Ministro se chama Alice

que vive no País das Maravilhas

mesmo ao lado do teu.

Foge !
E não olhes para trás !"

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 00:40

Há dois tipos de direitos adquiridos: os de Ângelo Correia e os dos outros

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 27.10.11

"Os direitos adquiridos são uma burla". A frase é de Ângelo Correia e foi dita há um ano na sala de bondage da SIC com o sugestivo nome de "Plano Inquilinado". Somos todos burlões. Roubamos o Estado. Vivemos à custa dele. Acima das nossas possibilidades, pois claro. Sentados à sombra da bananeira. Com empregos para toda a vida. Subsidiodependentes. Claro que isto tinha de acabar mal.

Este é o guião, que não perde tempo com minudências sobre a crise financeira internacional, o estado do Euro ou os efeitos de duas décadas de desregulação dos mercados. Há que aproveitar a oportunidade. E o principal inimigo são os "direitos adquiridos". Porque, sendo para os outros, não são "direitos". São privilégios. E, como se provará nos próximos anos, não estão adquiridos. Nenhum direito o está se não lutarmos por ele.

Perante a possibilidade - mais do que justa e que nem deveria merecer grande debate - de acabar com as pensões vitalícias de ex-deputados a trabalhar no privado o implacável Correia, que, apesar de não viver com dificuldades, a recebe, foi taxativo: discorda. Porquê: é "um direito adquirido". Não é uma burla, claro está. Nem um privilégio. Porque a vergonha é uma coisa que não lhe assiste.

 



Ler mais: http://aeiou.expresso.pt/-os-direitos-adquiridos-do-padrinho-de-coelho=f683079#ixzz1bvwrPixA

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 00:30

Poupa-se nos professores, e gasta-se no tijolo, e em massa para os donos, patrões, gestores, e Ca Lda

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 27.10.11

 

Escolas vão continuar a pagar rendas

Parque Escolar terá dotação de 508 milhões

24.10.2011 - 10:51 Por Clara Viana

 A proposta de Orçamento do Estado para 2012 contempla uma dotação de cerca de 508 milhões de euros para a empresa pública Parque Escolar, indicou ao PÚBLICO o gabinete de imprensa do Ministério da Educação e Ciência.

É a maior fatia desde que aquela empresa foi criada em 2007 para gerir o programa de modernização das escolas com ensino secundário. Esta verba integra os 850 milhões destinados às quatro empresas públicas reclassificadas na esfera da educação. 

As outras três são as universidades que se transformaram em fundações. A projecção de financiamento apresentada pela Parque Escolar em Março dá conta que as dotações por via do OE representavam 18% dos cerca de 2,4 mil milhões de euros de investimento adjudicado e que quase 70% estava garantido por empréstimos. 

Este ano as 105 escolas já intervencionadas pagaram 48,4 milhões de euros de rendas à empresa. No próximo ano voltarão a pagar. "O montante está orçamentado, havendo inclusive um ligeiro aumento no valor total", esclareceu o ministério. Não foi revelado que valor é este. A pedido do MEC, está em curso uma auditoria à empresa a cargo da Inspecção-Geral de Finanças. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 00:10

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds