Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Novembro 2011

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


O C.S.S. Secreto

por cunha ribeiro, Sexta-feira, 04.11.11

Este é o extracto de um diálogo ao telefone entre dois grandes amigos que você conhece e adora:

 

Socas: Tá?

Varas:  Tou, Chefe...

Socas: Tens à mão o CSS?

Varas: O quê, Chefe?

Socas: O telefone secreto, pá!

Varas: Ah, sim!... Tenho, Chefe.

Socas: En...tão, vá...Pe...ga ne..le!

Varas: O Chefe desculpe o reparo, mas parece estar a gaguejar...

Socas: Como?! Eu a gaguejar! Estás parvo!? Não vês que é do balanço do joging? 

Varas: Ai sim?! Desculpe  o engano, Chefe.

Socas:  Pega mas é no secreto, vá!

Varas: Já está, Chefe... Pode falar...

Socas: Recebeste aquilo?

Varas: Aquilo?!... O quê, Chefe?

Socas: Aquela treta do suca... ( Estás mesmo com o "secreto"?)

Varas: Sim, Chefe!

Socas: Vê lá!... Sabes bem o que tens de fazer se eu for apanhado, não sabes?

Varas: Sei, Chefe... Nego tudo... Digo que era o coiso...

Socas: Qual coiso?!

Varas: O Cácá Santos Silva, Chefe!

Socas: Muito bem! Mas diz-me: recebeste o caixote do outro?

Varas:  Quer dizer os robalos, Chefe?

Socas:  Chiça! Sei lá  se são robalos ou robalas... Tu é que tens de saber... Diz-me: Quando é a tainada?

Varas: Quando o chefe quiser! É só ligar o secreto e ... pronto!

 

C.R.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 18:47

Para combinarem os dias de caça e pesca...

por cunha ribeiro, Sexta-feira, 04.11.11

 

Vara e Sócrates falavam por telefone secreto

A quatro dias do início do julgamento do processo Face Oculta, o CM revela a existência de um telefone secreto usado por Vara e Sócrates.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 18:33

Não é com o fim das toupeiras que vão acabar os buracos

por cunha ribeiro, Sexta-feira, 04.11.11

 

  Sarkozy é o único chefe deEstado a remar contra os paraísos fiscais. Mas..

 

 

 O presidente francês Nicolas Sarkozy assegurou esta sexta-feira no final da cimeira do G20 que os países com paraísos fiscais que constem de uma lista que vai ser publicada serão «banidos da comunidade internacional».


«Não queremos paraísos fiscais. A mensagem é clara. Os países que acolhem paraísos fiscais que encubram informação financeira serão banidos da comunidade internacional», declarou Sarkozy, cujo país preside actualmente ao G20.

«Antigua e Barbuda, Barbados, Botswana, Brunei, Panamá, Seychelles, Trinidad e Tobago, Uruguai e Vanuatu não adoptaram um quadro jurídico adaptado à troca de informações fiscais», revelou, acrescentando que «a Suíça e o Liechtenstein ainda não se qualificaram» entre os países que adoptaram este quadro.

 

 

O meu comentário:

 

    Há portanto paraísos fiscais onde o dinheiro da burguesia corrupta circula sem deixar rasto; e paraísos fiscais onde esse dinheiro circula mas deixa algumas  pegadas visíveis. 

     Sarkozy quer apenas acabar com os primeiros. Não deixa de ser um pequeno salto para a transparência. Honra seja feita ao Presidente francês.

     Mas por que razão não se acaba de vez com todo o tipo de paraísos fiscais?

     Não é apenas com o fim das toupeiras que vão acabar os buracos.

 

CR

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 17:49

Agostinho Rodrigues - Opinião

por cunha ribeiro, Sexta-feira, 04.11.11

 

O Sr. D. PASSOS COELHO, 1º. MINISTRO DE PORTUGAL, faz-me lembrar a história do pobrezinho ceguinho que pedia esmola sem ver a cara de quem contribuía com a mesma. Mas – o Sr. D. Passos Coelho, não pede – tira e, vê muito bem o rosto dos contribuintes a quem tira. Infelizmente, como estão sob alçada deste e, dos seus colaboradores mais directos, entra-lhes nos bolsos sem dó nem piedade dizendo: - Ficai calados que o pior ainda está para vir com sinal de aviso como se estivesse a alertar todos aqueles que por um motivo ou outro ingressaram na função pública e, que agora aos olhos destes Srs. políticos, são vistos como carrascos e causadores da crise financeira que o País está a atravessar.

Estimados contribuintes pagantes. Como cidadão livre de expressão e opinião, tenho a dizer que repudio firmemente estas medidas aplicadas por estes Srs. políticos e, quero-lhes transmitir que, quando eles nasceram, já eu e tantos outros como eu, trabalhávamos na função pública e, para o bem-estar do País e da sociedade. É certo que naqueles tempos não existiam subsídios de espécie alguma como subsídio de férias, natal, subsídios de renda de casa, subsídios de produção de leite, subsídios por nascimento de crias dos chamados produtores de animais, subsídios para não cultivar, subsídios de rendimentos mínimos e sei lá quantas formas e maneiras arranjaram a incentivar os malandros a viverem sem fazer nenhum - enquanto outros que sempre trabalharam honestamente são os primeiros a serem penalizados com as medidas aplicadas por estes Srs. Governantes actuais. É caso para perguntar: - Onde estão os outros? Será que só foram vistos para os tais benefícios? Será que uns são filhos e outros enteados? Se o País está em crise como os demais intelectuais assim o querem fazer parecer, então que o mal seja dividido por todos e, não sempre pelos mesmos. É que há por aí muito boa gente a viver de barriguinha cheia sem nunca ter feito nada. É que o País está farto de ladrões corruptos que estão à vista de todos nós. Parece mentira mas é mais que verdade. Só aquele que é muito cego é que não quer ver, mas lá que está à vista de todos nós - é um facto real.

Uma grande parte dos políticos que exerceram funções públicas de destaque, ou estão sentados em boas poltronas ou estão com processos judiciais em cima que nunca mais têm fim. Como diz o velho ditado – lá como cá, a conversa é sempre a mesma.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 12:26

Coelho agacha a orelha

por cunha ribeiro, Sexta-feira, 04.11.11

Passos Coelho recua onde não deve ( no endividamento das autarquias) e não recua onde deve ( nos subsídios de férias e de Natal).

 

O Governo recuou na intenção de reduzir para metade o limite de endividamento das autarquias, anunciou o presidente da Associação Nacional de Municípios de Portugal (ANMP), Fernando Ruas, citado pela TVI.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 00:55

Os Gastos do Município aguiarense - Algumas curiosidades

por cunha ribeiro, Sexta-feira, 04.11.11

 

 

Data de publicação:

29-05-2009

N.º Procedimento:

56735

Tipo:

Ajuste Directo

Listagem de entidades adjudicantes

NIF         Nome entidade adjudicante

506810267          Município de Vila Pouca de Aguiar

Listagem de entidades adjudicatárias

NIF         Nome entidade adjudicatária

504383728          Conceição Cardoso e Filhos, Lda.

 

Objecto do contrato:

Rede Viária do Município – Reabilitação da Ligação do Pontido a Telões.

Data da celebração de contrato:

Preço contratual:

60.180,00 €

Prazo de execução:

120 dia(s)

Local de execução:

Vila Pouca de Aguiar

Critério material de escolha do ajuste directo:

Preço mais baixo

 

 

Data de publicação:

01-07-2009

N.º Procedimento:

64252

Tipo:

Ajuste Directo

Listagem de entidades adjudicantes

NIF         Nome entidade adjudicante

506810267          Município de Vila Pouca de Aguiar

Listagem de entidades adjudicatárias

NIF         Nome entidade adjudicatária

507133471          Quantumasters – Consultoria para os Negócios, Lda

 

Objecto do contrato:

Serviço de Consultadoria, Assessoria e Análise Financeira das propostas apresentadas no concurso público para constituição de parceria Público-privada

Data da celebração de contrato:

Preço contratual:

47.000,00 €

Prazo de execução:

90 dia(s)

Local de execução:

Portugal - Vila Real - Vila Pouca de Aguiar

 

Data de publicação:

28-02-2011

N.º Procedimento:

266501

Tipo:

Ajuste Directo

Listagem de entidades adjudicantes

NIF         Nome entidade adjudicante

506810267          Município de Vila Pouca de Aguiar

Listagem de entidades adjudicatárias

NIF         Nome entidade adjudicatária

503342688          Ecovisão, Tecnologias do Meio Ambiente, Lda.

 

Objecto do contrato:

SENSIBILIZAÇÃO PARA CONSERVAÇÃO E VALORIZAÇÃO DA FAUNA, FLORA E PATRIMÓNIO – EXPOSIÇÃO TEMPORÁRIA

Data da celebração de contrato:

24-02-2011

Preço contratual:

46.549,00 €

Prazo de execução:

90 dia(s)

Local de execução:

Portugal - Vila Real - Vila Pouca de Aguiar

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 00:00

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds