Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Março 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


Tenho um belo prémio para oferecer

por cunha ribeiro, Sábado, 24.03.12

 

 Será para quem souber quem é Maria de Lurdes Rodrigues.

 

 Três hipóteses: 

 

 a) Uma empresária das Caldas;

 

 b) Uma taróloga que faz equipa com  a Maia;

 

 c) Uma ex-ministra.

 

 

CR

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:14

As Farpas em terras do Douro

por cunha ribeiro, Sábado, 24.03.12
 Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
 
 
Edição de 23-03-2012
 
Livro

Caves Santa Marta

 

 

 

SECÇÃO: Opinião

As farpas 

- Orgulho socrático


Os socráticos devem estar muito orgulhosos do que fizeram no Ministério da Educação. De facto não está ao alcance de qualquer governo contratar um jurista que não cumpre o contrato e assobiar para o ar como se nada fosse com eles.
O contrato com o jurista João Pedroso é um expressivo exemplo da irresponsabilidade político-financeira do socratismo.
Pelo menos de uma multa, no tímido valor de quatro mil euros, já ninguém livra o socrático, João da Silva Baptista, ex-secretário-geral do Ministério da Educação. E de ficar famoso apenas pela asneira também não.
Só falta a ex-Ministra, Maria de Lurdes Rodrigues, pagar a quota parte da sua responsabilidade. 
Vamos pois aguardar, com (im)paciência, o julgamento deste rotundo fiasco que passou pela poltrona da Educação do nosso país.
O Tribunal de Contas já condenou. Esperemos que o criminal também o faça. 

- O Discurso da “ Vagina”


É estranha aforma como li, à primeira, o título seguinte, do jornal “Público”: 
“Ana Gomes representa ‘Os Monólogos da Vagina’ no Parlamento Europeu”
Confesso que imaginei Ana Gomes, no Parlamento Europeu, a discursar entusiasticamente, para o umbigo, sem ninguém lhe prestar atenção.
Muito sinceramente, é-me difícil imaginá-la fazer de “vagina”, no Parlamento Europeu. Revelando intimidades vaginais como as que a actriz Guida Maria, há uns anos, revelou, com muito sucesso, nos palcos.
Porém, a notícia contrariou a minha leitura apriorística do título, informando:
“A deputada europeia Ana Gomes, com oito outras representantes provenientes de vários grupos políticos europeus, participa na representação da peça de teatro 'Os Monólogos da Vagina', a decorrer no Parlamento Europeu terça-feira, dia 6 de Março, às 18h30, em Bruxelas”.
Contundente como é, esperemos que Ana Gomes, não abra demais a “vagina”, falando sem qualquer nexo de tudo e de nada. 

- Quem são os culpados?


Este país, de sucessivos governos PSD, PS, CDS, com resmas de imigrantes, cá dentro, tem governado tão bem, que agora vê, envergonhado, o novo emigrante luso passar fome, lá fora.
Primeiro foi na Suíça, a seguir no Luxemburgo, e agora também na Inglaterra. Em todos estes países, foram vistos portugueses a dormir na rua, pois não encontram emprego.
E a culpa não é de ninguém.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:57

Estas duas senhoras não sabem de nada. Não foram elas que pensaram as obras, coitadas.

por cunha ribeiro, Sábado, 24.03.12

 

Auditoria à Parque Escolar

PSD vai chamar Nuno Crato, Maria de Lurdes Rodrigues e Isabel Alçada ao Parlamento

24.03.2012 - 20:00 Por PÚBLICO 

  • Nuno Crato afirmou já que o programa de modernização vai continuarNuno Crato afirmou já que o programa de modernização vai continuar (Pedro Cunha)
 O PSD vai chamar ao Parlamento o ministro da Educação, Nuno Crato, e as antecessoras no cargo, Maria de Lurdes Rodrigues e Isabel Alçada, na sequência da auditoria à Parque Escolar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:01

Agostinho Rodrigues - Cinco amigos num passeio de Verão

por cunha ribeiro, Sábado, 24.03.12

                                 

 

Num belo domingo, dia 24 de Junho do ano de 1967, cinco rapazões de Parada de Aguiar -  o  José Manuel, o Agostinho, o Manuel Almeida, o Francisco Benedito e o João,”neto da Sr. Laurinda Rei”,  pensaram em dar umas curvas pelas mais diversas aldeias do bonito Vale de Vila Pouca de Aguiar.

Porém, transporte próprio para esse efeito, só o José Manuel o possuía. Todos os restantes do grupo, andavam “no penantes”. Motorizada, na altura, era considerado transporte de luxo. E, ainda não chegava a todas as carteiras. Então como fazer?

O José Manuel, rapaz sensato e amigo do seu amigo, logo disse:

- O meu pai tem duas motorizadas. Ele foi para o Porto, portanto eu levo a do meu pai que é nova, o Agostinho leva a outra. Mas, na motorizada nova não posso levar ninguém, porque ainda está em rodagem.

 O João, disse:

- Vou pedir a do Ti Coutinho.

Passado algum tempo, lá apareceu ele com a motorizada. Transporte orientado, partimos para o passeio. Eu levava o Manuel Almeida e o João, o Francisco Benedito. Daí para Zimão, Gralheira, com paragem no Ferreirinho. Depois para Cidadelhe, Vila Pouca e, por último, Fontes. Quando demos por conta, já a noite ia bastante adiantada. Estava na hora de regressar à base.

Quando vínhamos já a caminho de casa, a motorizada do Ti Coutinho não dava luz. Como fazer? Decidiu-se que o José Manuel ia à frente a indicar o caminho, a seguir o João, e eu em último. Tudo vinha a correr mais ou menos bem. De repente, o João deixou ir a motorizada abaixo ficando parado no meio da estrada. Quando me apercebi do perigo, guinei repentinamente para a esquerda para não bater no traseiro do Francisco que, entretanto já estava a gritar com medo do porradão que ia levar no sim senhor.

Ao guinar para a esquerda, o Manuel Almeida começou por bater com os pés no chão, ora dum lado, ora do outro, aos SS, até que nos espalhamos a todo o comprido. A motorizada para um lado e nós para o outro. Como consequência, resultou o Manuel ficar com seu belo fatinho estragado e eu com as calças e uma camurcina que tinha trazido de Angola, onde estive em comissão na guerra ultramarina.

O Manuel Almeida, nesse dia 24, vestiu o seu melhor fatinho para a cerimónia do baptizado da sua afilhada Maria de Fátima. Como padrinho, o rapaz tinha que estar apresentável. Mas, quando se apercebeu que tinha o fato estragado – só dizia:” Ai o meu fatinho… Ai o meu fatinho.” Eu, farto de o ouvir chorar pelo fatinho – disse-lhe:  

- Ó pá! Deixa lá o fato. Estás bem e isso é que interessa. O fato, haja saúde e logo compras outro. O mais importante é que estamos todos bem. O resto, logo se há-de arranjar.

Lá ficou um pouco mais animado. Recompostos do susto, regressamos a Parada, com recordação de tudo o que fizemos e nos aconteceu nesse dia 25 que, ficou bem presente na minha memória até aos dias de hoje.

Termino com um abraço para todos os Paradenses e amigos do Blogue de Parada.

Agostinho Rodrigues

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 17:12

Ser motorista

por cunha ribeiro, Sábado, 24.03.12

 

  Se eu adivinhasse teria escolhido ser motorista. Ganhava mais de 4.000,00 euros por mês, e bastava-me ter estudado a quarta ou quinta parte do que tive de estudar para exercer a minha profissão, ganhando menos...

 ( Nota: caso tivesse o privilégio de ser escolhido por certos ministros ...).

 

CR

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 12:56

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds