Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Maio 2012

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


Olha a novidade... E o Ministério Público que diz a isto?

por cunha ribeiro, Terça-feira, 29.05.12

Situação da Parque Escolar é “crítica”

O ministro da Educação, Nuno Crato, afirmou esta terça-feira que a situação financeira da empresa pública Parque Escolar "é crítica" e está "pior do que se supunha".

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:53

Os bons políticos são os primeiros a exprimir o que é óbvio

por cunha ribeiro, Terça-feira, 29.05.12

Assad diz que matança foi feita por "terroristas islâmicos"

Hollande sublinha a possibilidade de intervenção militar na Síria após massacre

29.05.2012 - 21:16 Por Agências

O Presidente francês vai discutir com Vladimir Putin a posição russa no Conselho de SegurançaO Presidente francês vai discutir com Vladimir Putin a posição russa no Conselho de Segurança (Thomas Samson/REUTERS)
 A possibilidade “de uma intervenção militar não se pode excluir” para pôr fim à crise na Síria, sobretudo após o massacre de 108 pessoas – metade das quais crianças – que o regime levou a cabo em Houla, disse o Presidente francês nesta terça-feira à noite.

“Não é possível continuar a permitir a Bassar Al-Assad massacrar o seu próprio povo”, disse François Hollande na sua primeira entrevista televisiva, na France 2. A intervenção militar internacional, no entanto, só poderia acontecer “respeitando a lei internacional, ou seja, após ser aprovada uma resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas”. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:38

Concordo com o pai do Ricardo

por cunha ribeiro, Terça-feira, 29.05.12

 

PARA
LER E PONDERAR

*Manifesto assinado por Álvaro Araújo Pereira
(pai do Ricardo).

 Vale a pena

 Dizem que os Reformados ( e os funcionários públicos, acrescento eu) não têm poder de
contestação, que de nada lhes

serve tomar uma atitude contestatária (uma
GREVE deles é inconsequente
 por não afectar nada nem ninguém).

 Eu não estou de acordo! E como tal, decidi
tomar uma posição que
 traduzo no seguinte:

MANIFESTO

Considerando:

 1. Que me foram retirados o 13º e 14º mês até
2018;

 2. Que me reduziram a Reforma para a qual fiz
descontos milionários

 durante uma vida de trabalho;

 3. Que me foram aumentados os descontos para o
IRS, o IMI, no Consumo

 de Electricidade, da Água e do Gás, para a
“Compensação aos

 Operadores” respectivos (EDP, Tejo Energia e
Turbo Gás), nos

 Combustíveis, para o Investimento das
Energias Renováveis, para os

 custos da Autoridade da Concorrência e da
ERSE, na Alimentação, na

 taxa de Esgotos, para a Utilização do
Subsolo, para a Rádio, para a

 Televisão, para a TNT, para a Harmonização
Tarifária dos Açores e

 Madeira, Rendas de Passagem pelas Autarquias
e Munícipes, para o

 auxílio social aos calões que recebem
indevida e impunemente o RSI

 (Rendimento para a Inserção Social), para
pagamento dos cartões de

 crédito de políticos, para as portagens nas
SCUTS e aumento nas
 auto-estradas, para a recuperação de BPNs,
para que os Dias Loureiros,
 os Duartes Limas, os Isaltinos de Morais e
quejandos depositem as

 minhas economias em nome deles em offshores,
para as novas taxas de

 Apoio Social, para as remodeladas Taxas de
Urgência nos Hospitais

 Civis, para as asneiras provocadas pelas
ideias megalómanas de

 políticos incompetentes que criaram
auto-estradas sem trânsito, para

 as Contrapartidas e Compensações a
Concessionários de diferentes
 estruturas, para pagamento das dívidas às
Parcerias Público-Privadas
 durante 50 anos ou mais, etc., etc., etc.,
tudo recheado com 23% de
 IVA (por enquanto);

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:41

Centenas de Caminheiros num "mar de giestas"

por cunha ribeiro, Terça-feira, 29.05.12
28-05-2012
caminheiros

 

Trezentos caminheiros num ‘monte de giestas’





A décima edição do Encontro de Caminheiros de Vila Pouca de Aguiar, que se realizou no domingo (a 27 de maio), juntou mais de trezentas pessoas numa festa organizada pela autarquia e caminheiros aguiarenses, em que se promoveu a natureza, a atividade física, a gastronomia, a animação e a convivência.





O início da caminhada, em Vilela da Cabugueira, deu conhecer esta aldeia aos aguiarenses e, sobretudo, a pessoas vindas de outras regiões do Norte de Portugal, que mantiveram contacto com as gentes locais e com o seu património, designadamente uma histórica fonte de mergulho recuperada ou uma capela aberta e bem cuidada.





Nas imediações, aos campos cultivados pela vinha, batata e outras plantações, sucedeu o pinheiro bravo a prenunciar a floresta, mas a ruralidade ainda se impôs pelas localidades de Carrazedo da Cabugueira, Vilarinho de S. Bento e Adagoi, com o casario transmontano, os templos religiosos e atividades campesinas como a tosquia de ovelhas ou animais a pastar no campo.





Após revigorarem nesta aldeia, situada na encosta do vale do Tâmega, os caminheiros subiram para fazer desporto e apreciar as montanhas sobrepostas que maravilharam Camilo, Torga e de mais autores. Depois, centenas de pessoas depararam-se com um monte amarelo de giestas que perfuraram sob um brisa campestre e primaveril. Esta meia hora de cor e perfume, qual tapete voador, aligeirou os passos até ao centro histórico de Bragado.





De um breve descanso do corpo no cruzeiro ou da alma na abadia, seguiu-se o regresso ao pinheiro bravo, aos campos agrícolas e ao ponto de encontro onde a organização se continuou a esmerar num superior cozido à portuguesa que intensificou o convívio entre os presentes, que ainda puderam bailar até final do dia.

caminheiros.
caminheiros..

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:00

O Blog PARADA DE AGUIAR promove a Feira do Granito em Vila Pouca de Aguiar

por cunha ribeiro, Terça-feira, 29.05.12

XI Feira do Granito e do Concelho de Vila Pouca de Aguiar

22, 23 e 24 de Junho de 2012

Arraial de São João

Arrastão da Grande Pedra

 

Pavilhão Gimnodesportivo Dr. Francisco Gomes da Costa e Zonas Envolventes

 

PROGRAMA

Sexta-Feira, 22 de Junho (Dia do Município)

9h00

Guarda de Honra; Hastear da Bandeira, na Praça Luís de Camões

(Banda Musical do Pontido e Bombeiros Voluntários de Vila Pouca de Aguiar)

10h00

Sessão Solene de Condecorações Municipais, no Cineteatro Municipal

14h00

Abertura da feira ao público

18h00

Cerimónia de Abertura da XI Feira do Granito e do Concelho

20h00

Jantar no Recinto (Restaurantes e Tasquinhas)

22h00

Espectáculo Musical com AUGUSTO CANÁRIO & AMIGOS – concertinas e cantares ao desafio

 

 

Sábado, 23 de Junho

12h00

Abertura da feira ao público

12h30

Almoço no recinto (Restaurantes e Tasquinhas)

14h30

Mostra de Danças do Concelho de Vila Pouca de Aguiar

- Ballet (Grupo de Ballet de Vila Pouca de Aguiar)

- Danças de Salão (Universidade Sénior de Vila Pouca de Aguiar)

- Folclore (Grupo de Cavaquinhos da Universidade Sénior de Vila Pouca de Aguiar; Rancho Folclórico da Junta de Freguesia de Vila Pouca de Aguiar; ACREPES - Associação Cultural e Recreativa Estudantil de Pedras Salgadas; Rancho Folclórico de Sabroso de Aguiar)

18h00

Arraial de S. João com música ao vivo, baile e sardinhada

22h30

 Espectáculo Musical com ADRIANA LUA E SUA BANDA

 

 

Domingo, 24 de Junho

08h00

 

09h00

Campeonato de Caça/ Provas do Campeonato Regional de Santo Huberto (Concentração na Barragem da Falperra)

Inicio das Provas (Campo de Treinos de Santo Ovídeo)

12h00

Abertura da Feira ao público

12h30

Almoço no Recinto (Restaurantes e Tasquinhas)

17h00

 

O Arrastão da Grande Pedra

Convívio final entre os participantes - A Sopa de Pedra

20h00

Encerramento da Feira

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:50

"Hollandizar" a Europa

por cunha ribeiro, Terça-feira, 29.05.12

 

 Hollandizar a Europa é essencialmente três coisas: relançá-la na senda do progresso económico; moralizar os poderes; e reintroduzir a esperança no futuro.

 

CR

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:11

Berlim não se situa no umbigo de Merkel

por cunha ribeiro, Terça-feira, 29.05.12

 

Admiram-se que a Sra Merkel não saiba onde fica Berlim?! Pois eu espanto-me com a vossa admiração. A Sra Merkel nasceu e cresceu numa Alemanha dividida com a capital a Ocidente. Berlim, depois do muro caído, passou a ser capital por decreto. Por outro lado "capital" para esta Senhora apenas significa uma coisa - dinheiro (do Bundsbank).

 

C.R.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 20:22

Quatro Jovens paradenses

por cunha ribeiro, Terça-feira, 29.05.12

Fotos enviadas por Teresa Cunha, a quem agradeço

Clique em cima das fotos para aumentá-las

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 01:10

Agostinho Rodrigues - Opinião

por cunha ribeiro, Terça-feira, 29.05.12

“ A TROIKA E OS SEUS COBRADORES DE IMPOSTOS EM CONCORDATA COM O GOVERNO P.S.D. E O P.S., MAIOR PARTIDO NA OPOSIÇÃO “

 

Segundo declarações dos mandatários da Troika, em forma de recado, foram dizendo ao Governo e aos Portugueses, para apertar mais o cinto, ou seja - fazer mais restrições. Ainda mais?.. Onde é que o Povo Português vai parar com todas estas medidas? Bem: ainda nos vai acontecer pior do que ao burro do cigano. O cigano também quis ensinar o burro a não comer. Quando este estava a ficar desabituado de comer – como não podia deixar de ser, morreu. Por este modo de andar, uma grande percentagem do Povo Português, por infelicidade nossa, está-nos acontecendo precisamente a história do burro do cigano.

Felizmente, isto ainda não aconteceu. Não aconteceu porquê: -Talvez se deva ao facto de ainda existir neste País, muito boa gente, com espírito solidário, que se dedica a trabalhar voluntariamente em prol de bem-fazer em benefício do seu semelhante que, presentemente, estão com muitas dificuldades e, a prova disso é ver o grande número de pessoas, que se mobilizaram na recolha de alimentos às portas dos grandes e pequenos centros comerciais nos dias 26 e 27 deste mês para angariação de produtos alimentares com destino ao Banco Alimentar, para depois serem retribuídos conforme as carências de cada um. Se isso não fosse – seria o bom e bonito.

Outra que me deixou perplexo - foi o facto de os Srs. Da Troika terem dito que os trabalhadores portugueses estavam a auferir vencimentos acima da média! - É preciso ter lata. Será que os nossos governantes e políticos, não explicaram a estes Srs. as diferenças salariais?.. Pelos vistos parece que não. Na verdade – não devem saber. Se tivessem conhecimento dos salários da maior parte dos trabalhadores portugueses, de certeza que não se pronunciariam desta forma. Infelizmente, desde o tempo em que o Dr. Mário Soares foi 1º. Ministro em Portugal, que as coisas começaram mal. É que este senhor só soube ver o umbigo dele e dos seus amigos ligados à política. Do Povo, esqueceu-se de fazer equiparações idênticas á dos trabalhadores da Comunidade Europeia. Foi este mesmo Povo que deu tudo a favor de quem os atraiçoou. Como se isso não bastasse – veio a seguir o Sr. Silva que, aproveitando a fotocópia do seu antecessor, com pequenas alterações – fez quase a mesma coisa. Mais uma vez beneficiou os mesmos Srs. para os equiparar aos seus comparsas Europeus, enquanto o trabalhador, mais uma vez ficava em rol de esquecimento. Para quem não tem a memória curta, deve-se lembrar muito bem dos democratas que estes Srs. foram e continuam a ser. É do género “ABREU”, venha para cá o meu.

Estes dois Srs. nessa altura vieram para os órgãos de comunicação social lamentar-se que os políticos em Portugal estavam a ser muito mal pagos em relação aos políticos dos outros Países Europeus. Vai daí, num curto espaço de tempo – aumentaram-se 150% para se igualar aos seus colegas Europeus. Às massas laborais do País, deram 36%. Os trabalhadores Portugueses, no pensar destes dois Srs.- não eram trabalhadores da comunidade Europeia. Eram trabalhadores, talvez do terceiro mundo - por isso ficaram com menos 114% a menos nos seus vencimentos em relação aos trabalhadores dos restantes Países Europeus. Imaginem-se caros amigos a ganharem mais estes 114% nos vossos salários. Concerteza que se sentiam satisfeitos da vida e, em pé de igualdade com os trabalhadores da Comunidade Europeia. Portanto, auferiam o dobro em vencimento e pensão, logo não se sentirem inferiorizados a outros trabalhadores da zona euro. Talvez os portugueses não entregassem tantas casas aos bancos. Logo haver mais desenvolvimento no País. Logo poder haver melhor ensino, saúde e justiça social, coisa que, estamos muito há quem de atingir um bom nível social tudo por deficiência de não termos tido políticos conscientes e à altura de nos ter Governado ao longo destes 37 anos da tão apregoada democracia. Democracia de aproveitamentos políticos, financeiros, compadrios, favoritismos, encobrimentos, desfalques, burlas, desvios de dinheiros públicos, espionagem e sabe-se lá mais o que. Como é que um Povo pode andar feliz e alegre, quando as pessoas que nos têm governado e governam têm praticado exemplos da pior espécie? – Depois admiram-se que o Zé Pagode pratique as mais diversas barbaridades! Evidentemente – quando os exemplos são bons – geralmente os alunos seguem-lhe os passos.

Mais. Não é com medidas restritivas de austeridade que um País avença para uma sociedade justa. Muito menos com cortes salariais em vencimentos e pensões. Isso é cavar a sepultura antecipada. É amarrar as pessoas de pés e mãos. É enforcá-las – levando-as ao desleixo pela vida e vontade de viver. Se querem endireitar o País, comecem por ter coragem em cortar nos vossos vencimentos, nas vossas regalias Srs. governantes e políticos. Comecem por dar bons exemplos. Melhor - tenham coragem e deiam valor ao vosso povo. Retirem mais a quem tem muito e distribuam por aqueles que menos têm. Arranjem formas de trabalho para as pessoas. Paguem salários justos – para que as pessoas tenham vontade de trabalhar e se sintam felizes na sua Pátria. Agora com salários do género e políticas de queimar – tenham dó - mas só semeiam ódio e descontentamento num povo que tem sentimentos e gosta de ser tratado como gente.

Termino com um abraço para todos os Paradenses e amigos deste Blogue.

 

Agostinho Rodrigues

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 00:45

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds