Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Junho 2012

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


A última quadra a concurso

por cunha ribeiro, Segunda-feira, 18.06.12

Dos três santos populares

Santo António é o primeiro

Por isso todos lhe chamam

O Santo casamenteiro


F. Monteiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:52

A penúltima quadra a concurso

por cunha ribeiro, Segunda-feira, 18.06.12
A Penúltima quadra a concurso

São João e mais São Pedro
Foram jogar a sueca
São João ganhou-lhe tudo
São Pedro ficou careca
F. Monteiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:51

UTOPIA

por Francisco Gomes, Segunda-feira, 18.06.12

Quero prestar homenagem ao meu amigo e conselheiro Pe. José Fernandes de Oliveira pelos seus 80 anos de vida.

É de sua autoria a joia que  se segue:

                                                                                      

Das muitas coisas do meu  tempo de criança

Guardo vivo na lembrança

O aconchego do meu lar

No fim da tarde quando tudo se aquietava

A família se ajuntava ali no alpendre a conversar

 

Meus pais não tinham nem escola e nem dinheiro

Todo o dia o ano inteiro trabalhavam sem parar.

Faltava tudo, mas a gente nem ligava

O importante não faltava

Seu sorriso e seu olhar

 

Eu tantas vezes vi meu pai chegar cansado

Mas aquilo era sagrado

Um por um ele afagava

E perguntava quem fizera estrepolia

A mamãe nos defendia

E tudo aos poucos se ajeitava.

 

O sol se punha. A viola alguém trazia

Todo o mundo então queria

Ver papai cantar com a gente

Desafinado, meio rouco, voz cansada,

Ele cantava mil toadas,

Seu olhar no sol poente.

 

Correu o tempo, hoje vejo a maravilha

De se ter uma família, quando tantos não a tem,

Agora falam do desquite e do divórcio

O amor virou consórcio, compromisso de ninguém

Tem muitos filhos que bem mais que um palácio

Gostariam de um abraço e do carinho de seus

pais.

Se os pais se amassem, o divórcio não viria

Chamem a isto de UTOPIA

Que eu a isto chamo paz.

 

Abraços

 

Agostinho Gomes  Ribeiro

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:08

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds