Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Maio 2013

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


ATENÇÃO ÀS MOVIMENTAÇÕES DOS "BOYS" CAMARÁRIOS

por cunha ribeiro, Segunda-feira, 13.05.13

A integração de "boys" partidários nos quadros de pessoal das câmaras e empresas municipais é regra e, com a aproximação da data das eleições autárquicas, adivinha-se um despautério de admissões e nomeações em catadupa.

Esta situação é particularmente expressiva no que diz respeito aos dirigentes que, nas juventudes partidárias, organizam as campanhas eleitorais e arregimentam votos. Uma vez instalados nos seus "tachos", continuam por norma a trabalhar ao serviço dos partidos, mas remunerados à custa dos municípios. Ao longo dos últimos anos, este fenómeno agravou-se de tal forma que algumas empresas municipais mais parecem sedes partidárias dissimuladas.

Contudo, é nos municípios mais pequenos, alguns com apenas quatro ou cinco mil eleitores, que este problema se torna ainda mais grave e dramático no plano social. Nesses municípios, a obtenção de um qualquer emprego, ou a promoção numa função, depende quase exclusivamente do presidente de câmara local. Isto porque o maior empregador no concelho é a câmara; o segundo maior é, por regra, a misericórdia local ou alguma instituição de solidariedade, que atua em conúbio com o poder autárquico. Segue-se-lhes a administração central descentralizada, de forte dependência política, ou eventualmente uma empresa de média dimensão… amiga da câmara. Com esta estrutura de emprego, só o presidente de câmara e os caciques que dele dependem conseguem atribuir empregos que, em regra, beneficiam afilhados e familiares do presidente, os militantes do partido e os apaniguados das redes clientelares. Claro que a sua seleção raramente resulta do seu currículo ou das suas competências.

Estas práticas reiteradas, nomeadamente nos pequenos concelhos do interior, consolidam, na maioria do território nacional, a ideia de que o estudo, a formação e o esforço de nada adiantam. Fazem vingar a tese de que a qualidade do desempenho é irrelevante para ocupar um qualquer cargo. A qualidade não constitui critério de escolha de colaboradores, ou de progressão nas carreiras. A estrutura de recursos humanos está invertida. O profissionalismo foi dizimado pelo clientelismo.

Paulo Morais, professor

 



Autoria e outros dados (tags, etc)

às 19:39

E DEPOIS DO ADEUS

por cunha ribeiro, Segunda-feira, 13.05.13

 

 

Por António Cândido

 

À medida que o tempo passa, os caminhos vão se fechando e estreitando, e somos confrontados com dilemas que mais cedo ou mais tarde vamos ter que recusar. A nova era das trevas está muito próxima, as noticias que nos chegam, viajam a uma velocidade de cruzeiro sendo do mais reacionário e contraditório que há memoria. Desde os média, passando pela oposição, e acabando no Governo, há um autêntico foguetório sem nexo, onde fiquemos sem saber se caminhemos rumo ao futuro ou a desgraça. Passos Coelho está feito um autêntico revolucionário na chefia de um estado hipócrita, que todos os dias bebe o nosso sangue, o suor e as lagrimas. A partir de agora, e já de algum tempo a esta parte, todos os Portugueses vão trabalhar para o Estado, seja ele bom ou seja ele mau, é mesmo assim que vai acontecer! Estamos perante um estado totalitário onde todos nós, vamos ter que entregar os poucos rendimentos do nosso trabalho, da nossa reforma de miséria que nos querem dar, e uma perseguição desenfreada á classe media sem presentes que já pouco ter para dar. Passos Coelho diz que é liberal, se todas as medidas que tem anunciado ao País, fazem parte da cartilha do Liberalismo, vou ali e já venho. Eu que sou Social-democrata dispenso bem este liberalismo miserável. O Governo de Passos Coelho tem culpas no cartório, por ter feito opções erradas, e ter aceitado o memorando da Tróika sem analisar bem as propostas e requisitos, e os limites impostos pela dita com ela bem quis, e muito bem lhe apeteceu. Passos, enfiou um grande barrete a todos nós. O Problema è que o Projeto de Passos e outros mentores, já não tem grande moral e interesse para servir os Portugueses, as angústias dos maís Pobres, e desfavorecidos está no limite. Passos vai ter que arrepiar caminho para salvar a face, porque o cronómetro começou a contar de uma forma galopante, e tem que mostrar que é capaz, de cumprir o que prometeu e chegar a 2015. Acima de tudo Passos Coelho e o seu Governo, não são os culpados de terem chamado a Tróika de aflição e ter encontrado o país quase na Bancarrota. Extraordinariamente, miguem agora quer assumir os erros cometidos, e muito menos dar a mão à palmatória, da politica errada para ganhar eleições! Sócrates e o PS, são os grandes responsáveis por terem deixado Portugal no Limiar da Indigência. O novo Líder do PS António José Seguro, e um homem de falinhas mansas, e julga que sabe tudo, tem clamado muito por eleições e a queda do Governo. No entanto as eleições não estão na sua mão, nem o governo irá cair, e o rumo político da europa não lhe corre de feição como ele desejaria. Ainda à bem pouco tempo, a grande referência politica de Seguro, era o Presidente da França, François Hollande, que iria revolucionar a Europa com novas ideias económicas e sociais, e a criação de muito emprego, nada disso aconteceu como sabemos. A grande reforma que Hollande fez em frança de registo foi o casamento homossexual, também cá Sócrates fez o mesmo. Seguro nem tuge nem muge, porque o Socialista Holland só tem 25 % dos Franceses que nele acreditam, e esses, devem ter todo um bom tacho. Muitos países que fazem parte da Comunidade Económica Europeia dita C.E.E. não têm tido arcaboiço para fazer valer as suas ideias, e dobrar a espinha á poderosa Alemanha. Fazem parte deste grupo a França, a Itália a Espanha e a Holanda e por ai fora. Porém António José Seguro e toda a oposição cá do burgo, gritam que Portugal tem que bater o pé, por aqui se constata, que o PS e outros Partidos da oposição, nada mandam nem têm a bomba atómica para fazer valer toda esta conversa fiada. Desiludam-se os que pensam que mudando de Governo, os problemas vão acabar, e tudo irá melhorar, isso não é verdade, tudo piora e muito. O crescimento da economia de que tanto se fala, e muitos advogam, não está só nas mãos do Governo e de Portugal! Está sim no crescimento Europeu, e a saída da crise que assola a Europa. Enquanto a Europa não começar a crescer e bem economicamente, Portugal terá sérias dificuldades de crescer sozinho. Pode a Oposição falar muito de uma nova Politica para os País, e dizer até a exaustão que o Governo está desacreditado e esgotado, porque são frases que vão cair em saco roto. Os únicos que poderão fazer cair o governo é o Presidente, Passos Coelho ou Portas, e pelos vistos parece que nenhum está interessado nisso. No discurso na Assembleia da República por ocasião comemorativa do 25 de Abril, O Presidente apelou ao consenso e disse nas entrelinhas, que eleições para quê! Se o Partido que sair vencedor iria fazer a mesma coisa que este governo faz. O discurso do Presidente foi mal compreendido, e toda esquerda ficou sentada e selenciosa, mostrando que não tem respeito por nada, è com estas e com outras, que o país não vai a lado nenhum. Nos tempos que correm, as pessoas já não acreditam em político nenhum, porque as medidas de consolidação orçamental não passarão com a saída da Troika, como se pensa por aí. Qualquer governo vai ter que enfrentar esse problema, seja qual for a cor política. Em Espanha o líder da oposição Rubalcaba do PSOE, em vez de querer eleições propôs ao governo consenso em algumas áreas bem importantes, não é como Seguro que foge do consenso como o diabo da cruz. Este confronto com o governo ocorre na pior altura, e assim sendo, são os portugueses os prejudicados nesta altura muito difícil. Se um dia ele Seguro for governo, e precisar de ajuda, vai concerteza levar com os pés, porque está a trabalhar para isso. Não te vanglories do que sabes amigo Seguro. Sê humilde, aquele que dobra a espinha não quebra os rins, o hipócrita é o ser mais odiado pelo povo. O professor pergunta aos alunos qual a coisa mais velha do mundo. Como ninguém sabe, ele explica que é o tempo. Nisto, levanta-se um aluno, e diz: -Senhor professor, eu sou mais velho que o tempo! O quê? Isso não pode ser! Pode sim senhor professor. Os meus pais dizem que eu nasci antes do tempo. Aos paradenses um abraço do amigo

 

António Cândido

 

---Lisboa

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 09:53

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds