Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Dezembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


PARA TODOS OS AMIGOS‏

por Francisco Gomes, Quinta-feira, 19.12.13

Todos os Amigos que acompanharam o Blogue de Parada, durante o Ano que vai terminar. Em todos eu posso ver a Imagem e Semelhança de Deus. Pela amizade que Vocês me devotam, pelos meus defeitos que Vocês nem notam. Por meus valores que Vocês aumentam, pela minha fé que Vocês alimentam.

Por esta Paz que a nós transmitimos, por este amor que sempre repartimos. Pela pureza dos nossos sentimentos, pela Vossa presença todos os momentos. Por serem presentes mesmo ausentes, por ficarem felizes se me verem contente.

Pelo vosso olhar sincero que me diz, Amigo, vai em frente que serás feliz. Pelo meu segredo sempre bem guardado, por me aconselhar se estou errado. Pelo Vosso segredo que só eu conheço, pela Vossa confiança que só eu mereço.

Por me apontares Deus a todo o instante, pelo Vosso grande amor sempre presente. Por tudo o que disse e muito mais, eu vos digo: Deus vos abençoe e Vos dei-a a Paz, pois sois meus amigos de sempre.

Para todos desejo um Feliz e Santo Natal. Um Novo Ano com muita prosperidade

 

Que bom seria se o Natal não fosse só um dia. Se todas as Mães fossem como Maria. Se todos os Pais fossem como José. Se nossos filhos se parecessem com Jesus. Se nosso Lar fosse cheio  de Amor, cheio de Paz, à semelhança daquele Lar de Nazaré.

Prosperidades e Felicidades para todos os Amigos, de Ontem, de Hoje e de Sempre.

Desejam Agostinho  e Família

 

Agostinho Gomes Ribeiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:46

Lapalissadas

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 19.12.13

 

António José Seguro, que muito provavelmente irá pegar no país depois das próximas legislativas, disse esta coisa extraordinária:

" a classe média está a ser “dizimada”".

Haverá ainda alguém neste país que não tenha constatado esta realidade?

Seguro faz de La Palisse, ao dizer coisas tão evidentes quanto esta. Mas o que nós precisamos não é que nos falem de evidências, o que nós precisamos é que nos esclareçam como contrariar tais evidências.

 

CR

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 17:11

A Prova dos Professores

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 19.12.13

 

 Se o Sr Ministro da Educação desse ao bom senso lugar de relevo não teríamos este triste espetáculo da Prova e dos Professores que se recusam a fazê-la.

 Se o Sr Ministro acha que a formação de professores que não é realizada nas universidades é deficiente, então que faça a devida correção dela, e não ande a obrigar todos os professores sem exceção a realizar essa prova.

 

CR

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 10:56

Criança Travêssa

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 19.12.13

 

 

 Quando um catraio de 11 anos pega no carro do pai e vai estrada fora durante quilómetros e só pára, segundo alega o progenitor, quando os "pneus furam", podem imaginar o que esses salafrários podem fazer numa sala de aula...

 

CR

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 10:51

Do Ciúme, a Edite Estrela, In M.Aguiarenses

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 19.12.13

 

 

 

 

Ciúme

 

 Sentimento tão humano quanto irracional, o ciúme atinge todo o tipo de gente.  O ciúme na sua essência é egoísta. Defende o direito de exclusividade. “O que é meu não é teu”, diz o ciúme. Ou, então, cala-se, mas olha de soslaio, como o segurança que vigia e protege “a sua vedeta”. Esta reflexão veio a propósito das fotos de Michelle e Obama, junto da Primeira Ministra de um país “loiro” do Norte da Europa, durante as cerimónias do funeral de Mandela. Michelle não terá apreciado a aparente intimidade que por momentos uniu o marido e a nórdica numa fotografia comum. E isso viu-se no seu olhar, quase “racista”, da “primeira dama” estadunidense.

 

 

 José Bernardino

 

 No Pontido acaba de falecer um homem de família exemplar que não ignorou o seu importante papel de “homo socialis”. Por via disso o sr José Bernardino para além de bom “pater familias”, educando nos sãos princípios os filhos que teve, foi também um homem que deixou sementes culturais duráveis, através de uma prole que  lhe seguiu e continua a seguir os passos no amor à música, e na paixão pela única banda do nosso concelho. O fermento aí está para a levedura futura. Dos filhos vieram netos que lhe irão perpetuar a memória pela via que seguramente lhe era mais cara – a da música.

 

A Estrela de Edite

 

Não sei que estrela guia a sorte de Edite. Sei apenas que um programa “mais ou menos” sobre língua portuguesa, na RTP, a guindou à política, e depois à presidência da Câmara de Sintra, e a seguir ao Parlamento Europeu de onde ainda ninguém a tirou. Como uma “víbora”, acaba de “morder” forte o “calcanhar de aquiles” do colega parlamentar, Nuno Melo, dizendo alto que ninguém o conhece no areópago parlamentar da Europa. Sem defender Nuno Melo, em nada, quero aqui criticar ataque tão reptil e baixo da felizarda Senhora, para mais seguido deste auto-elogio absolutamente patético: “ Eu sou a deputada mais famosa do Parlamento Europeu”.

 

Cunha Ribeiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 09:20

No Próximo Nº do MA, a Parte Restante

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 19.12.13

Pelo Voto Obrigatório


O voto obrigatório não é nenhuma ideia ou instituição revolucionária no mundo político. Vários países modernos e democráticos já lhe abriram as portas. Com efeito, o voto já é obrigatório em países como a Bélgica, desde 1893, Austrália, desde 1924, Luxemburgo, desde 1924, Turquia e Grécia, desde 1919, e no Cantão suíço de "Schaffhouse" desde 1876. Na América do Sul o voto obrigatório existe no Brasil e Costa Rica, por exemplo.


É verdade que nem todos estes países são um modelo de virtudes político-partidárias, designadamente os da América do Sul. Mas ninguém garante que o seriam caso o voto aí fosse facultativo.

Sou de opinião que o voto obrigatório em Portugal poderia ter consequências renovadoras no xadrez político vigente, ao ponto de potenciar transformações benéficas em vários domínios.

Julgo que ninguém dirá que o voto não é um direito. Mas já há quem defenda que não é uma obrigação, ou dever. Sou de opinião que essas duas formas de encarar o voto não se excluem mutuamente. Pelo contrário, elas coexistem. Votar é um direito-dever. É um poder e uma responsabilidade social do cidadão livre e autónomo. Ser livre não significa fazer ou não fazer o que nos apetece, agir ou não agir como nos dá na “telha”. Não votar pode ser tão negativo para a sociedade como, por exemplo,  não ir à escola. Se não vamos à escola, praticamos um ato de liberdade, é certo. Mas esse acto livre não é obviamente positivo para a nossa vida individual, nem social. É que com essa atitude promovemos apenas a ignorância - a nossa e a dos outros - e a ignorância impede o progresso, e todos os benefícios que dele derivam. Do mesmo modo, se não votamos, o ato livre de não votar poderá gerar, ou ajudar a gerar, um governo em conflito com o bem comum, um governo que se borrife para o acto livre de votar, por exemplo. Basta, para que tal aconteça, que quem vote escolha um governo adepto da opressão e das desigualdades.

 

(cont.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 09:12

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds