Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Dezembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


Desejo a Todos os Amigos do Blog um Ano Novo Muito Feliz

por cunha ribeiro, Domingo, 29.12.13


E se ao longo do ano perderem algo, que seja o medo de serem autênticos; se mentirem, que seja sobre a idade que têm, ou não têm; se tiverem a tentação de matar, matem só as vossas saudades.

E

Chorem sempre de alegria; Morram apenas de amor.


 

FCR

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:57

Afinal François Hollande põe em prática boas medidas.

por cunha ribeiro, Domingo, 29.12.13

Depois do revés do ano passado, François Hollande vai poder pôr em prática o polémico imposto extraordinário aplicado às empresas que empregam trabalhadores com rendimentos acima de um milhão de euros por ano. Para fúria das grandes empresas, a medida inscrita no Orçamento do Estado para 2014 foi validada pelo Conselho Constitucional francês. Vai vigorar durante dois anos.

A mais alta instância judicial francesa chumbara, no ano passado, a taxa de 75% sobre os rendimentos mais elevados, forçando o executivo francês a reformular a medida orçamental, uma das principais bandeiras da campanha presidencial de Hollande.

Em vez de o imposto excepcional ser aplicado sobre a parte dos rendimentos superiores a um milhão de euros, a taxa é paga pelas empresas, que podem ou não reflectir este impacto no bolso desses trabalhadores. Nas contas do Governo, a taxa abrange cerca de 470 empresas e mil trabalhadores e cargos dirigentes.

Se Hollande não conseguiu, no Orçamento do Estado (OE) para 2013, pôr em marcha o polémico “imposto sobre os ricos” nos termos em que queria, procurou manter o sentido simbólico da medida através de um outro arranjo fiscal, virado para as empresas.

E se a primeira versão — apresentada por Hollande como uma forma de redistribuir os sacrifícios num período de consolidação orçamental e crise económica — já não tinha caído bem junto de alguns empresários, a nova roupagem ainda menos. A antipatia dos clubes de futebol não passou despercebida, chegando a pairar uma ameaça de greve. E já antes o actor Gérard Depardieu protagonizara uma polémica oposição à primeira versão do imposto, decidindo mudar a residência para a Bélgica.

O Conselho Constitucional pronunciou-se sobre centenas de artigos do orçamento rectificativo deste ano e da proposta orçamental de 2014, a segunda da presidência de Hollande. Ao todo, foram chumbados sete dos 93 artigos do rectificativo deste ano e 17 dos 143 artigos do OE para 2014. Entre as normas chumbadas está uma nova versão da medida de plafonamento de um imposto de solidariedade. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 19:59

O Neto do Ti Augusto Ferreiro - José Carvalho

por cunha ribeiro, Domingo, 29.12.13
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 18:50

Reunião de Compartes

por cunha ribeiro, Domingo, 29.12.13

 

 A Reunião de Compartes ocorrida há dias em Parada de Aguiar revelou mais uma vês o desinteresse da maioria dos compartes pelos assuntos que lhes dizem respeito, nomeadamente a discussão e aprovação/Reprovação do "relatório e contas do ano 2012", e o Plano de Actividades (este, infelizmente, inexistente, de forma estruturada). A este respeito ficámos a saber que é intenção do Conselho Directivo reflorestar uma zona entre o Viveiro e a linha divisória (ainda controversa) dos baldios de Raiz do Monte e de Parada de Aguiar, e ainda, melhorar o aproveitamento das águas da serra.

 Na hora de aprovar as contas do ano 2012, estavam na reunião da assembleia geral, para além do presidente desta, e dos membros do conselho directivo, meia dúzia de "gatos pingados" ( seja-me permitida  a expressão).

 Por trás, ou às escondidas, na rua ou no beco, no café ou na tasca, quem lá não esteve fala ao desbarato, diz o que lhe apetece sem travo na língua. Na hora H não aparecem.

 

Que pena na minha aldeia haver gente assim!

 

Saliente-se a intervenção de João Machado Ribeiro, o qual sugeriu, e bem, que fosse distribuída por todas as casas a convocatória para estas reuniões. Uma forma, segundo o mesmo, de ninguém se poder desculpar com o desconhecimento da mesma. Esta sugestão mereceu da parte da Assembleia a aprovação unânime.

 

No que me diz respeito, manifestei uma preocupação - que pressinto não ser apenas minha -  acerca de uma questão que reputo de fundamental - o benefício equitativo de todos os compartes, sem excepção, na afectação dos recursos do Baldio de Parada de Aguiar que, como é sabido, têm alguma expressão económica.

Como é do conhecimento geral a distribuição de tais recursos está longe de beneficiar todos os compartes por igual. Espero que nos próximos dois anos haja uma maior preocupação com esta questão tão sensível, e se vá tentando beneficiar os que ainda o não foram, ou foram menos que outros.

 

FCR

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 11:40

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds