Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


É HORA DE REFLECTIR

por Francisco Gomes, Quinta-feira, 02.01.14

Um fazendeiro muito rico coleccionava cavalos de raça. De todas as raças existentes, faltava-lhe apenas uma, que procurava por todos os lugares. Certo dia encontrou-a numa fazenda bem próxima da sua. Comprou o animal a peso de ouro e conseguiu assim completar a sua colecção.

Mostrava a seus amigos, com muito orgulho, cada animal da sua colecção. Um mês depois, o cavalo adoeceu. Chamou prontamente o veterinário que constatou uma virose muito perigosa. O animal precisava ficar isolado para não contaminar os outros, tomaria durante três dias uma certa injecção. Caso não melhorasse, ao terceiro dia, deveria ser sacrificado, para preservar os outros animais.

O porco que estava próximo escutou toda a conversa do veterinário com o fazendeiro. No dia seguinte, após a aplicação da primeira injecção, o porco aproximou-se do cavalo e disse: Força meu amigo! Levanta logo daí, senão serás sacrificado. No dia seguinte aplicaram a segunda injecção. O porco novamente aproximou-se do cavalo e disse: Vamos lá! Eu te ajudo! Levanta! Mas nada. No terceiro dia, aplicaram a terceira injecção e o veterinário disse: Se amanhã este animal não estiver de pé e comendo, precisamos sacrificá-lo.

Quando saíram do curral, o porco aproximou-se do cavalo e disse: É agora ou nunca! Levanta! Coragem! Upa! Upa! Devagar! Ótimo, levanta! Fantástico! Agora anda! Come! Anda! Come! Vencestes  Campeão!

No dia seguinte quando abriram a porta do estábulo, o fazendeiro viu com espanto, o animal de pé, comendo e andando. Todo feliz gritou: Milagre! Milagre! O cavalo está curado, isto merece uma festa. Vou convidar meus amigos para comemorar comigo. Vamos matar o porco.

Isto acontece muitas vezes com cada um de nós. Para salvar os outros, acabamos ficando no prejuízo. Mas quem é Cristão de verdade, quem vive o verdadeiro Amor ao Próximo, quem estende a sua mão para ajudar, não pode medir consequências. Quando espalhamos o Amor de Deus, quando semeamos a Paz e a concórdia, não devemos questionar se tal pessoa merece ou não. O nosso Amor deve ser incondicional e generoso, como é o verdadeiro Amor de Deus.

Segue sempre a fazer bem, o bem terás se assim o fizeres.

Nunca faças a ninguém, aquilo que para ti não queres.

Feliz aquele que pensa, na vida só fazer o bem

sem contar com recompensa, e nem ao menos olhar a quem.

                                                                            

Deus abençoe a todos

                                                                              

Agostinho  Gomes  Ribeiro

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:52

SER FELIZ, UMA ARTE

por Francisco Gomes, Quinta-feira, 02.01.14

A gente pode ter defeitos, viver ansiosos e ficar irritados algumas vezes, mas não podemos esquecer que a nossa vida é a maior empresa do mundo. Só nós podemos evitar a sua falência. Existem muitas pessoas que precisam de nós, por isso torcem por nós. Ninguém pode se esquecer que ser feliz, não é ter um céu sem tempestades, ter caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem decepção.

Ser feliz, é encontrar força no perdão, esperanças nas batalhas, segurança nos palcos do medo, amor nos desencontros. Ser feliz, não é apenas valorizar o sorriso, mas refletir sobre as tristezas. Não é apenas comemorar os sucessos, mas aprender lições nos fracassos. Não é apenas júbilo nos aplausos, mas encontrar alegria no anonimato. Ser feliz, é reconhecer que vale a pena viver a vida, apesar de todos os desafios, incompreensões e crises. Ser feliz, não é uma fatalidade do destino, mas uma conquista de quem sabe viajar ao íntimo do seu ser.

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar o autor da sua própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito de sua alma, e agradecer a Deus a cada manhã, pelo milagre da vida. Ser feliz, é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. È ter coragem para ouvir um "não" da vida.

Ser feliz, é ter segurança para receber uma crítica, ainda que injusta. É beijar seus filhos e seus netos, curtir os amigos, nos momentos poéticos, mesmo sabendo que às vezes nos magoam. Ser feliz, é deixar viver livre e alegre a criança que existe dentro de nós. Principalmente a minha que aflora a todos os momentos, quando já faço 81 anos de idade.

Ser feliz, é ter a maturidade de reconhecer os erros e ter a ousadia de pedir perdão por eles. Ter a sensibilidade de dizer: EU AMO TODOS OS PARADENSES, AMO A QUERIDA ALDEIA QUE ME VIU NASCER. Eu preciso de todos, para manifestar meus sentimentos. Desejo que a vida se torne para todos nós, um canteiro florido, nas primaveras do nosso dia-a-dia. Que nos invernos, em volta da fogueira, sejamos eternos instrumentos da sabedoria popular.

Quando a gente errar o caminho, tenha a capacidade de corrigir e recomeçar tudo de novo, foi assim que sempre agi. Por isso, não olho para o tempo que já se foi, mas vivo cada vez mais apaixonado pela vida. Descobri que ser feliz, não é viver uma vida sem tristezas, mas usar as lágrimas para irrigar a intolerância. Usar as perdas para refinar a paciência, usar os erros para esculpir a serenidade. Usar cada dor para lapidar o prazer. Usar os obstáculos para nos abrirem as janelas da inteligência.

Jamais vou desistir de mim mesmo. Jamais vou desistir da amizade de todos vocês. Pois a vida para mim sempre foi e continuará a ser, enquanto Deus quiser, um espectáculo imperdível. Quero continuar a ser o autor invisível deste milagre.

Para a minha Parada querida, para todos os Paradenses, desejo muito progresso, muita saúde e muita Paz no Ano Novo de 2014, e sempre enquanto a vida durar.

                                             

O Amigo Saudosista

                                         

Agostinho Gomes  Ribeiro.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:44

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds