Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


Os Crimes dos Governantes na primeira pessoa - V -Professores

por cunha ribeiro, Terça-feira, 21.01.14
SalomÉ Ribeiro | ProfessoRA DO ENSINO BÁSICO | 51 anos
"Isto é descer dois escalões na carreira e tirar-nos um subsídio"
Leonel de Castro/Global Imagens
Salário bruto: 1996€ | Corte: 238,95€ (11,97%) |Salário líquido: 1212,92€

Salomé dá aulas de Geografia na Escola EB 2/3 António Nobre do Porto e vai deixar de comprar livros ou de fazer formação paga. O sonho do doutoramento rebentou como uma bola de sabão. Divorciada, com duas filhas menores (10 e 17 anos) a cargo, sente-se muito revoltada por ter que lhes negar alguns prazeres e formação cultural. Professora do quarto escalão, o seu vencimento é dos que maior corte levam. "Na prática, isto é descer dois escalões na carreira e é tirarem-nos outra vez o subsídio que o Tribunal Constitucional obrigou a devolver. De um momento para o outro, sem culpa nenhuma, temos que mudar a vida toda", protesta.

 

Vai perder 11,9% do salário e o que a faz aguentar é morar numa casa já paga e perto do trabalho. Mas tem colegas desesperados. "Fizeram cortes cegos, sem olhar a nada. Vai haver gente sem dinheiro para comer", diz. "O Governo está a desrespeitar o Tribunal Constitucional e não está a ser penalizado", diz. Dora Mota

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 17:27

Os Crimes dos Governantes na primeira pessoa - IV - Sargentos

por cunha ribeiro, Terça-feira, 21.01.14
mário ramos | sargento-ajudante do exÉrcito | 49 anos
"Este mês vou ter um salário que corresponde ao de 2004"
Paulo Spranger/Global Imagens
Salário bruto: 1967€ | Corte: 231,39€ (11,76%) |Salário líquido: 1199,18€

Mário Ramos é do Exército, da arma de Administração Militar. Para o também vice-presidente da Associação Nacional de Sargentos (ANS) as contas são sempre a descer. Com um salário bruto de 1967 euros vai ter uma redução de 231 euros. E com 30 anos de serviço no Exército, "este mês vou ter um salário que corresponde ao de 2004, quando era primeiro sargento, há 10 anos", aponta com amargura. Perspetiva cortes na alimentação - "vai ter que ser menos variada" - e noutros gastos.

 

A mulher trabalha por conta própria e o casal tem duas filhas, uma estuda na universidade, a outra já concluiu. Se assim não fosse, "não sei se conseguiria agora manter as duas na universidade". Mas como dirigente da ANS tem assistido a casos dramáticos. "Um camarada da Armada esteve há pouco tempo na ANS. Chorava porque tem duas filhas na universidade e vai ter que tirar uma". E salienta: "Um pai nunca devia ser colocado sob este dilema". Carlos Varela

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 17:21

Os Crimes dos Governantes na primeira pessoa - III - Enfermeiros

por cunha ribeiro, Terça-feira, 21.01.14
"Temos de fazer gestão nas contas muito acertada"
Adelino Meireles/Global Imagens
Salário bruto: 1290€ | Corte: 89,13€ (6,91%) |Salário líquido: 910,81€

José Maria Soares, enfermeiro, resume, contando pelos dedos, o que tem acontecido nos últimos anos: corte nas horas de qualidade (noites, feriados e fins de semana), cortes nos suplementos, carreiras congeladas, aumento do IVA e do IRS, aumento das contribuições para a ADSE. "O salário cada vez diminui mais e o custo de vida sempre a aumentar", reclama. O vencimento de 1290 euros (ilíquidos por mês) vai agora sofrer um corte de 6,9%. Para piorar o cenário, José Maria é casado com uma funcionária pública, pelo que leva "pelos dois lados".


O orçamento familiar já difícil de gerir vai complicar-se ainda mais. Com dois filhos a estudar, um deles na faculdade, "é preciso fazer uma gestão muito acertada" e cortar em todas as despesas acessórias. O presente preocupa-o, mas o futuro ainda lhe parece mais assustador. "Não vejo como os meus filhos vão arranjar emprego. E andar uma vida inteira a criá-los para os ver emigrar é muito triste", confessa. Inês Schreck

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 17:18

Os Crimes dos Governantes na primeira pessoa - II - Médicos

por cunha ribeiro, Terça-feira, 21.01.14
Ana Calafate | MÉDICA | 35 anos
"Preocupa-me não conseguir fazer um pé de meia"
Adelino Meireles/Global Imagens
Salário bruto: 3380€ | Corte: 405,60€ (12%) |Salário líquido: 1853,81€

Nos últimos três anos, Ana Calafate, médica especialista em Medicina Geral e Familiar, perdeu o equivalente a três salários por ano. No final de 2013, auferia mensalmente 3380 euros brutos que, feitos os descontos, já não iam além dos 2200 euros. As simulações que foi fazendo indicam-lhe que, em 2014, receberá menos de 2000 euros por mês.


Casada, mãe de três filhos pequenos, a médica teve de ajustar as despesas ao novo orçamento: mais controlo nas compras, o carro velhinho continua à espera de ser trocado, as crianças deixaram de almoçar no colégio... Mas face às dificuldades que vê e ouve todos os dias nas consultas, Ana ainda se sente uma privilegiada. O que mais a incomoda é saber que antes chegava ao final do mês e tinha uma folga, agora não sobra nada. "Preocupa-me muito não conseguir fazer um pé de meia para precaver uma necessidade ou mesmo para assegurar uma reforma que não sei se vou ter", afirmou. Inês Schreck

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 17:16

Os Crimes dos Governantes na primeira pessoa - Agentes da PSP

por cunha ribeiro, Terça-feira, 21.01.14
LuÍs Santos | agente principal da pSP | 44 anos
"A única hipótese é entregar casa ao banco"
Leonel de Castro/Global Imagens

Salário bruto: 1600 € | Corte: 146,11 € (9,13%) |Salário líquido: 1144,08€

Veste a farda há 22 anos e os cortes salariais chegam na pior altura. Luís Santos é casado com uma professora sem colocação há quatro anos e tem de sustentar três filhos: o mais novo de três anos, o mais velho com 17. Com um vencimento bruto na ordem dos 1600 euros, refere que vai perder 135 euros. Líquidos recebe "pouco mais de 1000". "O meu ordenado neste momento é igual ao que tinha há 11 anos!", sublinha o agente-principal, que trabalha na esquadra de Oliveira do Douro (Gaia).

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 17:04

O fim dos incêndios

por cunha ribeiro, Terça-feira, 21.01.14

 

Ou apenas das acendalhas?

 

Não limpar terrenos florestais vai dar multa na hora

Medida está a ser estudada em conjunto pelo Ministério da Agricultura e o da Administração Interna.

 

A falta de limpeza em terrenos florestais vai passar a dar multa na hora, avançou a ministra da Agricultura e do Mar, Assunção Cristas, esta terça-feira em entrevista à Antena 1. A medida ainda está a ser estudada entre o Ministério da Agricultura e o da Administração Interna.

“O formato é um bocadinho como uma multa de trânsito, [o que implica] pagar logo. Depois quando é preciso outro processo temos que ver qual é o melhor organismo disponível para isso, sendo certo que estamos a trabalhar com o Ministério da Administração Interna para que no próximo verão as coisas estejam definidas desse ponto de vista”, explica Assunção Cristas.

Esta hipótese surge depois de, no verão passado, o ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, ter afirmado que iria analisar o modelo de fiscalização e aplicação das multas a quem não cumpre as regras de defesa da floresta.

O modelo atualmente em vigor, segundo o próprio ministro, estava a criar um sentimento de impunidade em quem não limpa os terrenos ou faz queimadas em alturas de risco. De acordo com o plano ainda em vigor, a GNR levanta os autos, mas as autarquias não aplicam as multas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 16:52

Que diz a isto António José Seguro?

por cunha ribeiro, Terça-feira, 21.01.14

A partir de março, e sob o lema de garantir a autossustentabilidade da ADSE, os funcionários e pensionistas do Estado vão passar a descontar 3,5% para o subsistema de saúde. Mas, economistas consultados, esta terça-feira, pelo Jornal de Negócios, provam que a ADSE já se paga a si própria desde 2012.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 16:18

Farpas

por cunha ribeiro, Terça-feira, 21.01.14

 

Eusébio

Graças ao seu talento incomum, ao seu profissionalismo e humildade, Eusébio logrou alcançar um nível de excelência profissional, social e humana de tal modo extraordinário que as portas do panteão nacional lhe estão já escancaradas. Da estatura do mito, Eusébio jamais será arreado do seu pedestal, mesmo que seres como Mário Soares lhe cuspam na personalidade, tentando denegrir um herói verdadeiramente nacional, quem sabe se por temer que o Pantera Negra lhe possa vir a fazer sombra  no areópago dos imortais.

 

Iluminação de Natal

 Soube pelo irmão do Presidente da Junta de Soutelo de Aguiar, Manuel Almeida, que a freguesia a cuja junta o irmão preside, teve, no concelho aguiarense, o exclusivo da iluminação natalícia. E que a dita não foi paga pelo orçamento municipal, mas pelo doméstico (ou seja, da própria freguesia). Cheguei ingenuamente a pensar que a Câmara Municipal de VPA tinha inovado, distribuindo, com democrática atenção e criterioso carinho, iluminação natalícia por todas as freguesias do nosso Concelho. Qual quê? Mais uma vez se subalternizaram os aldeãos, ou “fregueses”, deixando-os sem iluminação natalícia, para iluminar profusamente as “Prima Donas” Pedras e Vila Pouca de Aguiar. 

 

Não vale a pena voar

Num artigo do Expresso, um colunista afamado escreveu, com pertinência e bom senso, sobre a praga social que é o abandono dos idosos, sobretudo no Fim de Ano. Num tempo em que certos animais têm tratamento humano, e alguns homens tratamento animal, é óbvio que, não obstante ser giro e festivo voar para estâncias turísticas aprazíveis na passagem de ano, o nó na garganta por deixarmos os entes queridos sozinhos em casa, ou mesmo num Lar, por mais conforto que este lhes proporcione, deveria ser sintoma comum a quem os abandona. E se o local escolhido for uma estância de neve, só um coração frio poderá suportar, sem qualquer amargura ou degelo, a neve fria.

 Não vale a pena voar quando as asas nos doem mais que os pés que nos ligam ao chão.

 

Sim, é Verdade!

A Câmara de Vila Real vai ter em 2014 o orçamento mais baixo dos últimos 15 anos. Esse orçamento terá o valor de 32 milhões de euros, e irá dar prioridade à área social. Quem o afirmou foi o seu presidente, Rui Santos. O qual disse ainda que tal representa um decréscimo de 13 milhões de euros comparativamente com 2012 (45 milhões de euros). A mim não me parece anormal que as Câmaras cortem despesas em tempo de crise. Parece-me aliás muito sensato. Por isso só posso concordar com estas medidas. Porém, o que fez Vila Pouca? Sendo, como é, um Município com quase metade da população, esperar-se-ia que Vila Pouca seguisse raciocínio idêntico a Vila Real, e reduzisse o seu orçamento para números proporcionais. Mas não. Vila Pouca mandou o princípio da proporcionalidade às urtigas e terá, não um orçamento pela metade do de Vila Real, mas antes quase da mesma dimensão do da capital transmontana, isto é, na ordem dos 30 milhões de euros (29.984.475,00€).

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 13:45

Colégios - de ex-políticos- sob suspeita

por cunha ribeiro, Terça-feira, 21.01.14

A Polícia Judiciária está a efectuar buscas em vários colégios do Grupo GPS. Ao todo, o grupo detém 26 colégios, 14 dos quais são financiados pelo Estado português, ao abrigo do ensino particular e cooperativo. A investigação decorre há cerca de um ano e teve início depois de uma reportagem emitida pela TVI.

Em causa estarão crimes de corrupção, branqueamento e enriquecimento ilícito.

António Calvete, ex-deputado socialista, é o presidente do grupo, e chamou ao mesmo ex-secretários de estados e ex-diretores regionais de educação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 13:06

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds