Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Setembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


HOJE VI O CRISTO‏

por Francisco Gomes, Quarta-feira, 24.09.14

Levantei ainda bem cedinho, abandonei o silêncio e o aconchego da minha casa, enveredei pelo caminho da cidade dos homens, quando me dei conta, estava no meio do burburinho. As pessoas cruzavam umas com as outras, cada qual seguindo o seu destino, envolvidas nos seus problemas e nas suas preocupações. Cada rosto era diferente do outro, mas haviam muitos caracteres de semelhança, pois todos somos irmãos de caminhada.

Todas as pessoas que transitavam pelas ruas tinham algo em comum. Cada uma representava o Cristo para a outra. Todos os que andavam de um lado para o outro, tinham um destino a seguir, e algo para resolver em sua vida. Uns eram abastados, outros pobres ou remediados. Uns se apresentavam bem vestidos, outros com simplicidade e humildade. Haviam uns vendedores que apregoavam bem alto seus produtos. Outros corriam a pegar as suas conduções, com destino a outros bairros, a outros lugares.

As lojas, os shopings, cheios de pessoas. Misturados à multidão, muitos meninos, prontos a surripiar uma bolsa ou uma carteira de alguma pessoa distraída, saírem em correria pelo meio das pessoas, até desaparecerem nas esquinas da vida. Embrenhado no meio desse povo, eu parecia um estranho, numa cidade onde conheço todos os becos e vielas. Uma vez por outra parecia cruzar com um rosto conhecido, cuja imagem nos era familiar, mas não passavam de pessoas que a gente já tinha visto várias vezes.

Numa esquina, O Cristo apareceu. Era um coxo privado das duas pernas. Se movia num carrinho que ele impulsionava apoiando as mãos no chão. Suas roupas surradas e sujas, há muito tempo não viram água e nem sabão. Pareceu-me o Cristo a caminho do Calvário, triste, sozinho, em busca de ajuda de uma mão caridosa. Sua aparência manifestava seu drama e sua miséria. Mendigava uma ajuda, quem sabe de "um Cireneu", mas todos se afastavam dele, todos tinham nojo, tapavam o nariz, olhavam para o lado, era melhor não ver semelhante quadro. Eu joguei-lhe uma moeda, mas também não fui "o Cireneu" que ele precisava. Escutei ainda algumas pessoas, a reclamarem pela faixa de " chão" que seu carrinho ocupava.

O Cristo sempre se apresenta para nós, na figura de um necessitado, de quem precisa do nosso amor, da nossa atenção e do nosso apoio. Sempre é "Um Anônimo" que está presente em nossa vida. Pode ser um mendigo, mal vestido e mal cheiroso, pode ser um bêbado destruído pelo álcool, pode ser uma mulher a chorar, à beira do caminho, vendo seu filho passar a carregar a cruz do vício e da marginalidade. Pode ser uma "prostituta", que nós atiramos pedras, mas que talvez sejamos culpados da sua prostituição.

Hoje eu vi O Cristo, na figura daquele "Coxo", um farrapo de gente, triste, sozinho, desprezado, mal vestido, mal cheiroso. Todos se afastavam dele, porque não era o Cristo que se moldava ao seu conceito, nós procuramos aquele Cristo que se molda à nossa hipocrisia, não aquele que se apresenta diante da nossa realidade.

                                                                            

Deus  abençoe a todos

                                                                        

Agostinho  Gomes   Ribeiro

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:02

OS DEZ MANDAMENTOS DA ASSOCIAÇÃO "PRAZER DA MEMÓRIA"

por cunha ribeiro, Quarta-feira, 24.09.14

1. Amar a bondade sobre todas as coisas;

2. Não usar a Associação Prazer da Memória em vão;

3. Guardar pelo menos um dia de festa para a Associação;

4. Honrar a memória de todos os paradenses;

5. Não humilhar o próximo;

6. Não pecar contra a amizade nem contra a verdade;

7. Não furtar nem ser ganancioso;

8. Não dizer mal de ninguém;

9. Não trair os nossos amigos;

10. Não Invejar.

 

( Nota: Pede-se a colaboração dos nossos associados para um eventual aperfeiçoamento desta cartilha moral da Associação)

 

FCR

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:42

Top Páginas - Ontem (23/09/2014)

por cunha ribeiro, Quarta-feira, 24.09.14

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 11:36

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds