Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Outubro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


O MUNDO É DOS VIVOS

por Francisco Gomes, Quinta-feira, 09.10.14

O mundo não é apenas dos vivos, mas dos mais vivos. Todos querem levar vantagem, até no seio das famílias e nas relações de amizade, acontecem desavenças, a maioria por interesses materiais.  Na Justiça dos homens, encarregada de resolver todas as questões, encontramos pessoas a reclamarem, porque foram passados para trás, pelos próprios familiares ou amigos, principalmente em questões de heranças. O apego exagerado ao dinheiro é uma idolatria, é a ganância de "ter" sem medir consequências.

Jesus Cristo profundo conhecedor do coração de cada ser humano, anteviu este "paradigma" de tantos conflitos sociais. Previu lutas e guerras, por causa do dinheiro, onde irmão rouba irmão, aquele que é prejudicado deixa-se dominar pelo desejo de vingança. O ser humano é muito impotente na frente do dinheiro, para ter o "vil metal", o homem se prostitui na moralidade, na vocação, no serviço e na busca de um ideal. O mais fraco é oprimido, aquele de boa fé é ludibriado, nos campos se removem cercas e marcações, muitas glebas de terra são usurpadas. Os prejudicados se revoltam e a violência surge como defesa e salvação.

A exploração está em todos os sectores e lugares do mundo. Países procuram explorar aqueles outros menos desenvolvidos, semeiam regimes de terror, ameaçam com armas químicas e nucleares. Por todos os lugares encontramos pessoas tresloucadas pela ganância, pensam que nunca vão morrer, praticam toda a sorte de confiscos, hipotecas, sempre contra os mais pobres, os mais indefesos. As autoridades que deveriam fazer a justiça prevalecer, cedem à corrupção, vendem as próprias consciências por meia dúzia de moedas. Famílias inteiras se fragmentam, desmoronam por causa da ganância, na divisão de heranças.

Este mundo que se diz moderno, está povoado de exemplos relativos à ganância e à avareza. Pessoas acumulam verdadeiras fortunas à custa de falcatruas, desonestidade, exploração, lenocínio e negócio com "drogas" .Muitos filhos que asilam seus velhos pais. para se apoderarem do património, mesmo antes deles morrerem. Cada um pega a sua parte, vão viver sua vida, abandonando os velhos como "trastes" sem valor. Eu conheço pessoas nesta situação.

 Existe ainda outro tipo de ganancioso, aqueles que chegam até a passar fome só para guardar o dinheiro. Há pouco tempo, no Rio de Janeiro, morando num prédio velho, morreu um homem, mais um estranho na vida. No "pardieiro miserável" onde esse homem morava, foi encontrado um baú cheio de dinheiro, muito já sem valor por haver mudado a moeda. Esse homem não tomava banho, passava fome, só para guardar o dinheiro.

Jesus Cristo nos alerta: " De que vale ao homem ganhar o mundo inteiro, se ele vai perder sua vida." A vida vale muito mais que o dinheiro.  Jesus veio ao mundo para que todos tenham vida, não para que todos tenham dinheiro. A idolatria pelo dinheiro, a segurança alicerçada nos bens materiais, acabam por esvaziar a própria vida, levando ao ódio, à droga, á desonestidade, à corrupção, ao uso de armas e consequentemente à prisão.

O dinheiro ajuda muito na vida, mas não é, e nunca será a certeza da felicidade para ninguém. Os muitos milhões nas mãos de gananciosos, são o melhor passaporte para o inferno.

 " Quem tudo quer, tudo perde

                                                             

Deus abençoe a todos 

                                                         

Agostinho Gomes  Ribeiro  

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 17:25

NOTÍCIAS DA ASSOCIAÇÃO

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 09.10.14
INFORMAÇÃO
Por Francisco Cunha Ribeiro (Administrador do Jornal), em 2014/10/09  
 
Aos meus amigos da Associação Prazer da Memória, em especial aos que colaboraram com todo o arrojo e espírito de missão na nossa tasquinha da Feira do Granito,

Eu queria pedir desculpa pela má informação que lhes dei a propósito do subsídio/incentivo camarário à nossa participação no evento. Talvez em sonho eu tenha ouvido uma voz dizer “ São 500 euros …”. A realidade porém é outra, caros amigos. Não é de 500 mas sim de 250 euros a quantia que a Câmara Municipal de VPA se comprometeu, em ATA de 22 de maio de 2014, a financiar/ajudar/subsidiar a nossa Associação. Como, aliás, podem constatar lendo o excerto da dita que transcrevo a seguir, onde podem cotejar com as ajudas dadas a outras associações do concelho.

 

MUNICÍPIO DE VILA POUCA DE AGUIAR
CÂMARA MUNICIPAL
A T A
“REUNIÃO ORDINÁRIA DE 22
DE MAIO
DE 2014

PONTO NOVE
Associações Culturais, Recreativas e Sociais
Apoio financeiro no período compreendido entre 1 de janeiro a 31 de dezembro de 2014
–Apreciação e deliberação.
O concelho de Vila Pouca de Aguiar, dispõe de um elevado número de associações de índole cultural e recreativa, muitas são as atividades que estas pretendem levar a efeito, assumindo um papel fundamental na dinâmica social e cultural do concelho;
Considerando que, num contexto de preservação da cultura popular é de extrema necessidade proporcionar às associações condições de funcionamento e instalação, de forma a tornarem reais as iniciativas que pretendem concretizar, contribuindo desta forma para intensificar a identidade regional, mantendo vivas as tradições, revitalizando usos e costumes, constituindo estas, um fator de valorização numa perspetiva de desenvolvimento local;
Pelo exposto e nos termos do n° 1 da alínea o) do artigo 33 da Lei 75/2013, de 12 de setembro, é presente uma proposta do Senhor Presidente da Câmara, que se anexa, no sentido de serem celebrados Protocolos de Colaboração com as entidades que a seguir se discriminam, os quais incluem as comparticipações designadas:
Grupo de Dança Privilégio - 750,00€
Centro Cultural de Bornes de Aguiar - 500,00€
Grupo Desportivo e Cultural de Raiz do Monte - 1.400,00€
Banda Musical do Pontido - 7.000,00€
Rancho Folclórico de Sabroso de Aguiar - 1.300,00€
Associação Desportiva Rota dos Carvoeiros - 400,00€
Associação "Prazer da Memória" - 250,00€
Associação Cultural Recreativa de Soutelinho do Mesio - 500,00€
. Interveio o Senhor Vereador, José Carlos Rendeiro, para referir que o orçamento municipal no que respeita à cultura, desporto e tempos livres, deveria contemplar verbas mais significativas com vista a permitir o apoio adequado às coletividades locais para que estas possam desenvolver um trabalho consequente.
DELIBERADO:
Aprovado, com as abstenções dos Senhores Vereadores, José Carlos Saraiva Rendeiro, Manuel Fernandes Chaves e Maria João Mendes da Santa Fernandes. “

 
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 17:23

Top Páginas (ontem - 08/10/2014 )

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 09.10.14

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 08:32

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds