Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Outubro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


TONI - O MESTRE DO INTERDITO

por cunha ribeiro, Domingo, 12.10.14

"Ouve lá!  Não m`arranjes prolemas ..."

Era assim que o Toni impunha o andamento que queria aos seus raciocínios. Cortava o dos outros. Impunha os dele. Pelo meio, léria à fartazana. 

Tinha graça. E servia-se dela com a mesma mestria para divertir os amigos, e para "se insinuar " às amigas. Estas adoravam o Toni, e o Toni amava-as a elas ... à medida  do rombo que elas lhe permitiam no porta moedas. Mais notas do que moedas, a ver pelo molhe que a cada passo exibia aos amigos.

Era de Viseu, o Toni. Estudara até estar farto da escola e dos professores e foi até França. Solteiro, desempregado, "bon vivant", que havia o Toni de fazer senão dedicar-se à galderice. Para amigos comuns, que o não suportavam, o Toni era o maior chulo de Paris e arredores.

Naquele dia, o Toni desafiou-me para uma passeata noturna na zona de Odéon. Não tinha nada a perder. Sabia já da má fama do meu companheiro. Mas não era por acompanhá-lo numa saída que me iria deixar ir na onda. Seria até uma oportunidade para ver o dito "chulo" em ação e perceber se a etiqueta correspondia ao produto,  ou era só maledicência e má fama.  Fomos de metro até lá. Saímos em Odéon, e entrámos, sem mais desvios, no "Rond Point" - um café em plena rotunda. Toni raspou-se logo para uma mesa, onde duas jovens, assim assim, tomavam café. Cumprimentou-as, apresentou-me, sentámo-nos. Uma delas não estava lá muito católica. Notava-se algum azedume. Respondia com evasivas e com alguma ironia. O Toni chamou-a de parte, e lá foi justificando como podia a quinzena de dias sem ter aparecido em casa dela. É que nem tinha aparecido, nem telefonado! E se o namoro era a sério que o demonstrasse, não era só pedir dinheiro, e andor!  Se a queria chular estava muito enganado que ela não era dessas!

Minutos depois, Toni tinha amansado a fera. Igual a ele próprio, dera-lhe a volta. Saímos do café. Instantes depois, estávamos os quatro, a duas centenas de metros, no elevador de um prédio antigo de sete andares. Toni, após uma ou duas pilhérias que fizeram rir a namorada, agarrou-se a ela, e afirmou, convicto, triunfante, olhando pra mim:  " Os extremos atraem-se "... 

Tentei ripostar:

- Nem sempre, amigo Toni, quantas vezes os extremos se afastam. olha, por exemplo, ... Ia-lhe dizer que ele e eu próprio, tínhamos filosofias de vida opostas, e que isso nos podia afastar, mas ele, impaciente, e autosuficiente, atalhou logo ali:

- Ouve! Não m`arranjes problemas .

 

 

A.V.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 14:31

Top Páginas (ontem - 11/10/2014 )

por cunha ribeiro, Domingo, 12.10.14

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 14:12

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds