Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


calendário

Julho 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31


Pesquisar

 

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


A MANIFESTAÇÃO

por Francisco Gomes, Quarta-feira, 20.07.16

Quando precisamos mostrar uma realidade diferente para alguém, fazemos uma manifestação para que possam entender. Assim aconteceu quando do nascimento de Jesus. O Messias era uma promessa esperada pelo povo Judeu, desde muito tempo. Porém, quando chegou o momento de se cumprir a promessa, ninguém entendeu e ninguém o recebeu.

Os povos que viviam nas trevas viram uma grande luz. Era uma Estrela a indicar que um Rei havia nascido. Essa luz foi seguida por povos estrangeiros, estudiosos, de lugares distantes, que não hesitaram em se por a caminho para conhecer tal Rei. Foram os Magos que seguindo essa Estrela, chegaram a Jerusalém à procura do novo Rei que havia nascido. Com a visita destes Magos aconteceu para o mundo a grande Manifestação. Aquele Menino humilde deitado numa manjedoura, naquele curral de dóceis animais, era de fato um Rei, que não nascera somente para o povo Judeu, mas para toda a humanidade.

A grande Manifestação aconteceu nos presentes que os Magos lhe ofereceram. Ouro símbolo da realeza, pois um Rei acabara de se manifestar. Incenso aroma que se espalha pelo ar, aquele Menino vai espalhar as graças de Deus por todos os lugares, vai tornar nossa vida mais aprazível, se nós louvarmos esse Menino Rei. Ofereceram a Mirra uma substância usada na conservação dos corpos, mas de sabor amargo. Simbolizava o sofrimento, mas a manutenção da vida. Para nós a Vida Eterna. A Estrela que guiou os Magos é a luz que ilumina nossos caminhos e orienta nossas vidas.

Os Magos voltaram para seus países por outro caminho. Eles encontraram o Presépio onde estava o Menino Deus. Quem encontra Deus em sua vida, jamais volta para os mesmos caminhos, a fé os ajuda a mudar de rumo. Em nossa vida sempre temos noites escuras em que a fé se afasta de nós. Nestes momentos em que achamos estar perdidos, surge a Estrela da Esperança a nos mostrar onde podemos encontrar Jesus, Caminho Verdade e Vida.

 Hoje em qualquer Igreja Católica podemos ver uma luz tênue, junto do Altar. Esta luz simboliza a Estrela que um dia guiou os Magos ao Presépio de Belém e nos confirma que no Sacrário está Jesus, tão real e perfeito como esteve um dia na humildade daquele Presépio em Belém, rececionado pelos animais, pois os homens não tiveram a capacidade de entender a sua presença neste  mundo.

    

Deus abençoe a todos

         

Agostinho  Gomes  Ribeiro

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:47

A FAMÍLIA COMO VAI?

por Francisco Gomes, Quarta-feira, 20.07.16

“A família como vai? Meu amigo me responda quem pergunta é o Pai, a verdade não esconda”. Todos sabemos que a família é a “Célula Mater” da sociedade. As famílias Cristãs seguem o exemplo da Sagrada Família de Nazaré. Conforme a história, Jesus Cristo nasceu e se desenvolveu no seio de uma Família. Olhando o comportamento das famílias no mundo, podemos confirmar que na maioria dos Países onde surgiram revoluções, estas começaram pela destruição dos laços familiares. Uma família organizada e feliz, é um País em ordem, é o mundo em Paz. Por isso, todos os organismos que aspiram ao progresso e à ordem, não podem se descuidar do comportamento familiar.

Eu tive a felicidade de nascer no seio de uma família, pobre, onde faltava até o essencial, mas não faltava o carinho e o cuidado dos Pais para com os filhos. Quando meu Pai se incorporou à família, eu já ia fazer doze anos. Porque vivi os primeiros anos sem a presença do Pai, fui sempre mais agarrado com minha mãe. Vivi com meu Pai, pouco mais de quatro anos. Vim para o Brasil quando tinha 16 anos,  quando fiz 17 anos, já estava aqui. Sempre morei com alguém, mas sempre me sentia sozinho.

Iniciei minha vida morando com meus tios, só se preocupavam com dinheiro, não se preocupavam com as pessoas. Como o meu patrimônio era uma dívida de Cr$14.800,00, daquele tempo, só se preocupavam saber se eu pagava, agora se precisava de alguma coisa não se importavam. Quando eu fazia 22 anos, já tinha a nacionalidade brasileira, fui morar com meu irmão para ajudar no aluguel da casa. Sempre ganhei bem e me preocupava em guardar algum dinheiro. Sempre fui muito ponderado, sabia fazer amigos e preserva-los. Foi por este tempo que resolvi continuar com meus estudos. Fiz  o Curso Ginasial em quatro anos e o Curso Científico em três anos.

Sempre cultivei os valores humanos e morais que herdei da minha família. Á noite, depois da ceia, sempre se rezava o Terço, a Missa aos Domingos era uma obrigação. Casei com uma filha de portugueses, meus sogros eram de Vilela do Tâmega, muito religiosos, por isso não foi difícil formar uma família voltada para os valores religiosos. Hoje meus filhos ainda rezam todos os dias e não faltam à Missa. Porém, meus netos, já não seguem os exemplos e não querem nada com a religião.

As famílias no mundo de hoje, sofrem a influência do “modernismo”, por isso encontramos muitos comportamentos negativos. Por causa das liberalidades sexuais, formam-se famílias sem qualquer sentimento moral ou religioso. Os casamentos estão falidos, as pessoas passam a conviver sem qualquer vínculo de responsabilidade, o resultado são famílias mistas, com dificuldades de relacionamento. Vários fatores provocam os desmoronamentos familiares, como o  desemprego e a falta de estrutura. As Varas de Justiça vivem superlotadas de processos, a cada dia aumentam mais os litígios familiares.

Ao final de tudo, quem vai sofrer as consequências são os filhos que nunca pedem para nascer.

                                                     

Deus abençoe a todos

                                                   

Agostinho  Gomes  Ribeiro 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:45

CORREÇÃO DE INFORMAÇÃO ANTERIOR

por cunha ribeiro, Quarta-feira, 20.07.16

AMIGOS SÓCIOS DO PRAZER DA MEMÓRIA
 
Peço desculpa, pela informação incorreta relativa ao NIB, para pagamento de quotas, os quais  passo a corrigir: 
 
Residentes em Portugal:     NIB:  0036 0544 99104400145 21
Residentes no estrangeiro: NIB:  0036 0544 99104400145 21
BIC: MPIOPTPL
 
 
Um abraço
 
João Ferreira

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 19:35


Comentários recentes




GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg


subscrever feeds