Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Dezembro 2011

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


Agostinho Rodrigues, Opinião

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 01.12.11

 

“ O GOVERNO E OS SEUS PENSAMENTOS ATROFIADORES DA CHAMADA  CLASSES MÉDIA”

 

No pensar do atual Governo e, nomeadamente do Sr. 1º. Ministro Passos Coelho, quem aufere vencimentos superiores a 1.100:00 E, é considerado rico. Por esse feito nobre, deixa de receber décimo terceiro mês e subsídio de Natal. Os que ganham mais de 650:00 E, é-lhes descontado em percentagens de forma que recebam só um subsídio, mas nunca superior aos tais 650:00 E. É esta a ideia luminosa dos Srs. Governantes que temos à frente dos destinos do País e, para mal dos nossos pecados, do nosso Povo que, nada mas mesmo em nada, contribuiu para a rotura financeira que a Europa está a atravessar. Os culpados – não seria muito difícil encontrá-los. Talvez que se houvesse justiça como de fato reza no código civil e penal e, da chamada ética moral, talvez que não andasse por aí tanto menino bonito fazendo-se passar por gente de bem a gozar do melhor e a rir-se da infelicidade dos outros. Mas, como somos um Povo de brandos costumes, aí temos os resultados dos oportunistas sem escrúpulos a puxarem de forma habilidosa o braseiro todo para o seu lado.

Uma grande parte dos Srs. Políticos que temos tido em Portugal, nasceram num berço de ouro. Continuam a viver num berço de ouro. Logo, nunca sentiram na pele o que é o amargo da vida. Sempre habituados a certas mordomias, outra coisa não fazem senão viver com essas mesmas mordomias - tanto para eles como para aqueles que os rodeiam. Não sei porquê – mas tenho a percepção de que estas injustiças que se estão passar, faz-me lembrar os tempos do António Oliveira Salazar. Por este modo de andar, só nos falta comer e calar. Podes refilar e barafustar – mas tens que aguentar. É esta a triste situação que estamos a passar.

Estas medidas – são só aplicadas aos pés descalços considerados ricos. Eu, desconhecia que em Portugal havia tantos ricos. Para tal, tenham que suportar tantos impostos. Não sabia é que os chamados milionários - fogem aos impostos. Ainda por cima com conivência dos próprios governantes. Vamos lá nós Povo compreender a mentalidade destes Srs. políticos governantes. Um certo partido político, usa dizer - “OS RICOS” que paguem a crise. Se assim é, assim está acontecer. Os privilegiados há que favorecer. Desta forma e no pensar desta gente, nunca mais chegamos a lado nenhum. Por este andar da carroça – voltaremos aos tempos de andar cheios de remendos nas calças e camisa, com tamancos cheios de cardas ou pneu para durarem mais tempo porque o dinheiro era muito escasso. Será isto que uma tal Sr.ª. Meckel e um tal SarKozy querem? Bem! Por este andar da carruagem, mais ano - menos ano, é isso que vai acontecer aos chamados ricos - Porque os chamados milionários – esses, cada vez continuam a ser mais beneficiados por estes dois mandões que põem e dispõem a seu belo prazer. Será que os outros parceiros da comunidade Europeia ainda não abriram os olhos? Noutros tempos não muito longínquos, os Países, eram tomados através de guerras e da força das armas. Hoje em dia, ao que nos é dado ver, parece que é pelo poder económico, subjugando os Países de tal forma, que nunca mais se vêem livres das dívidas contraídas para com esses Srs… Ainda não chegamos lá, mas está quase – esta a ideia que tenho desta vida mundana, porque já tenho 68 primaveras e, desde sempre ouvi falar em crises económicas ou guerras económicas e, como nos é dado verificar – mais uma vez estamos na tal guerra económica.

Mais uma vez, os Sindicatos e o Patronato estão em reunião por causa de meia hora de trabalho por dia, para que o País possa produzir mais e sair da crise que estamos a passar. O Governo também anda em reuniões com os Sindicatos, Patronato e Igreja, para tirarem 4 feriados. É o que eu digo. Esta gente, vão inventando estas politiquices para justificarem que trabalham muito em prol da sociedade e assim justificarem os chorudos ordenados ao fim de cada mês. Mais um pensamento luminoso na cabeça desta gente sem experiência do que na realidade é a vida e a pura verdade. Para isso, até posso sugerir a esta gente que se de deixem de perder o tempo em reuniões que nunca deram em nada e arranjem uma lei que obrigue os chefes de serviço a serem os primeiros a chegarem aos de trabalho - darem bons exemplos e assim poderem controlar as entradas e saídas dos seus subordinados. Bem como os diretores estarem também a tempos e horas nos locais de trabalho e vão ver como se produz mais e melhor. Agora o chefe chega quando quer – o diretor nem aparece – escusado dizer que patrão fora – dia santo na loja. Atualmente e segundo consta, é assim que funciona. Desta forma, não se vai a lado nenhum. Podem tirar feriados, por mais horas de trabalho que nunca se vai a lado algum. A bandalheira será sempre a mesma. Comecem primeiro por domesticar os de cima e vão ver que as coisas funcionarão melhor e não precisariam de andar a saturar o País e a classe trabalhadora. Não é com medidas deste género que o País vai produzir mais. Pelo contrário. Estão a desmotivar e a darem motivos muito fortes para que o Povo produza ainda menos. Nunca vi ninguém que ande descontente trabalhar com gosto. Pensem bem nisto. A não ser que queiram voltar de novo ao tempo do chicote. Mas, podem tirar daí o cavalinho porque muita cabeça teria que rolar para que isso voltasse a acontecer.

Um abraço a todos os conterrâneos e amigos e vão pensando que nos estamos a aproximar do Natal com a tal penalização salarial que a certos casais já vai fazer tanto mal.

 

Quinta das Laranjeiras, Fernão Ferro, 29-11-2011

 

Agostinho Rodrigues

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 13:32

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg