Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Janeiro 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


Agostinho Rodrigues

por cunha ribeiro, Domingo, 01.01.12

 

 

 O VELHO DE 2011 E O NOVO DE 2012

 

Como todos sabemos, o ano de 2011, foi muito penalizador. Todos nós estávamos desejosos para o ver ficar para trás das costas. Esquecemo-nos que ficamos mais velhos um ano e, infelizmente cada vez mais pobres. A humanidade vai fazendo o que pode para demonstrar alegria. De facto, as tristezas não pagam dívidas. Mas; se o bolo fosse melhor dividido, talvez que todos fossem um pouco mais felizes. Assim, uns alambazam-se – outros lambem o dedo. É esta a sociedade em que vivemos.

Evidentemente que a culpa é sempre de alguém. Uns porque são egoístas, outros usurários, outros autoritários, outros abusadores, outros corruptos, outros traficantes, outros ladrões descarados e assassinos e aqueles que querem andar de cabeça levantada, estão sujeitos a todas estas consequências da vida, tudo porque o ser humano é incompreensível e nunca está satisfeito.

Por isso, meus amigos, o velho foi – mas os problemas vão continuar a ficar. A partir de hoje, dia 01-01-12 – tudo vai ficar mais caro. Saúde, transportes, alimentação, contribuições, luz, água, gás e, etc., etc. São estes os princípios do novo ano com o agravamento do poder de compra cada vez mais acentuado nas classes mais desfavorecidas e, ainda com mais agravamento porque não se vê luz ao fundo do túnel do abismo que os intelectuais da política nos enfiaram sem que tivéssemos qualquer culpa de todo este colapso financeiro que Portugal e o mundo está a atravessar.

Agora vejam lá bem se nós contribuímos para a nossa felicidade ou se cada vez nos alongamos mais dela. Na minha óptica de ver, cada vez estamos mais distantes e cada vez mais se caminha para um beco sem saída. Os chamados ricos, cada vez estão mais ricos. A chamada classe média, está a ficar no estado de pobreza disfarçada e envergonhada. Os pobres, coitados, já nem são vistos nem achados para nada. Mas, quando são anos de eleições, ai isso é visto, são beijados, abraçados com promessas do País das mil maravilhas. A partir dessa data, cortam-lhe nas reformas, nos medicamentos, fecham os Postos de Saúde, que é para lhes dificultarem ainda mais a vida escravizada que a maior parte deles tiveram ao longo da sua vida. É esta a moral dos políticos gravatinhas que temos tido no nosso Portugal. Uma coisa eles souberam fazer muito bem. Quase todos, senão mesmo todos se amanharam muito bem à custa da política. Mesmo que os casos deiam para o torto, nunca há problemas, porque de recurso em recurso, o caso prescreve e, passados uns anos, não se fala mais nisso e o património fica gordinho que nem porco de ceba. Só é pena que não lhes façam o mesmo que fazem aos ditos cujos.

Amigos. Sendo velho ou novo, os problemas vão continuar a ser sempre os mesmos. Temos que continuar a comer para podermos viver. Temos que continuar a pagar água, luz, gás, telefone, renda de casa, contribuições e tudo o mais se é que queremos viver com alguma dignidade. Infelizmente, para muitas famílias, já nem isto conseguem suportar. Basta ouvir os noticiários ou ler os jornais, que é o entregar de casas aos bancos, porque já não conseguem pagar as mensalidades com as quais se comprometeram devido ao agravamento económico a que chegou a situação do nosso País. Portanto, meus amigos, daqui já podemos tirar elações daquilo que nos espera neste ano de 2012,2013,2014 e, em 2015, talvez que tenhamos novamente um rebuçado mentol. Como sabem, nessa altura, se não for antes, temos novamente propaganda e venda da banha da cobra. E, então, haverá uns ajustes, porque as promessas vão ser mais que muitas como de costume mas, depois vem o revés da medalha a que estes Srs. Políticos gravatinhas nos habituaram. Aguardamos para ver o resultado de tudo isto se formos vivos.

Neste princípio de 2012, faço votos para que todos os Paradenses atinjam os seus objectivos a que se propuseram com muita paz e saúde para todos, principalmente para aqueles que nos são mais íntimos. Um abraço a todos.

Quinta das Laranjeiras – Fernão Ferro, 01-01-2012

Agostinho Rodrigues

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 19:58

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg