Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Janeiro 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


Orgulho e Vaidade

por cunha ribeiro, Sexta-feira, 20.01.12

 

 O nosso conterrâneo AGOSTINHO GOMES RIBEIRO acaba de partilhar com os leitores deste blogue mais uma pérola de moral sobre a existência humana. 

 Começou por falar em orgulho e vaidade.

 Orgulho e vaidade são dois conceitos (ideias) que, embora pareçam iguais, em minha opinião não o são.

 Para ser mais preciso, a opinião não é minha. Adoptei-a. Como muito bem diz o Sr Agostinho Ribeiro, "temos muito para dar, mas muito mais para receber". Ora eu recebi este ensinamento - que vou partilhar -  de Fernando Pessoa,  esse enorme escritor português.

 Então o que dizia Fernando Pessoa sobre o orgulho e a vaidade?

 Isto:

 " O orgulho é a consciência que temos (certa, ou errada) do nosso mérito. A vaidade é a consciência ( certa ou errada) da evidência do nosso mérito perante os outros."

Depois de dizer isto, Fernando Pessoa explica melhor:

 " Um homem pode ser orgulhoso sem ser vaidoso, pode ser vaidoso sem ser orgulhoso, e pode ser as duas coisas ao mesmo tempo."

A seguir, F. Pessoa, continua o raciocínio, mas, a meu ver, complicou um pouco. Mas termina outra vez muito bem, afirmando:

 " O homem prefere ser exaltado por aquilo que não é do que ser tido em menor conta por aquilo que é."

Embora tenha adoptado a ideia, não a adoptei na totalidade. É que, para mim, não há ninguém que seja só orgulhoso sem ser pelo menos um pouco vaidoso; nem há ninguém que seja apenas vaidoso, sem ser pelo menos um  bocadinho orgulhoso.

 Por isso,

 Diria que o orgulho e a vaidade coexistem sempre em qualquer ser humano. Mas não é uma coexistência pacífica, pois existem um contra o outro: são como o dente e a cárie - um faz falta, o outro não. E se tivermos mais orgulho do que vaidade somos seres humanos melhores; se for ao contrário, seremos piores. 

 O orgulhoso em princípio será uma pessoa que mede o valor que julga ter através do mérito que efectivamente tem. O vaidoso, pelo contrário, mede o valor que julga ter pelo mérito que acha que os outros lhe dão.

 Por isso , o orgulhoso é mais autosuficiente do que o vaidoso. O orgulhoso olha-se ao espelho, vê-se tal como é, e fica satisfeito; o vaidoso olha-se ao espelho e, caso não goste,  altera a imagem a fim de gostar.

 O orgulhoso é um fotógrafo da sua imagem, porque não quer mais nenhuma; o vaidoso é um retratista porque quer alterá-la ( segundo julga) para melhor.

  Podemos ir mais além nesta análise, comparando estes tipos (vaidoso e orgulhoso) com outros:

  Assim, o orgulhoso é geralmente um ser coerente e sério; já o vaidoso é geralmente incoerente e falso. O orgulhoso não é invejoso; o vaidoso é; o orgulhoso nunca será ladrão, porque se basta com o que é; o vaidoso pode sê-lo, só para manter a imagem falsa que se inventou; o orgulhoso é tendencialmente fiel, o vaidoso, infiel; o orgulhoso é amigo de alguém por prazer; o vaidoso pode ser amigo de alguém por interese.

 Por fim, diria que o melhor será fazer do orgulho e da vaidade uma sopa, onde a vaidade seja apenas uma mãozinha de sal.

 

CR

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 19:25

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg