Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Janeiro 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


NÃO QUERO ENVELHECER

por Francisco Gomes, Segunda-feira, 23.01.12

 

Todos os anos, no primeiro dia do ano, eu contabilizo mais um ano de vida. Este ano, foi o de número 79, aconteceu num Domingo, passei esse dia num quarto de hospital, ao lado da  minha esposa, mas não queria que ela lembrasse daquela data, uma vez que havia perdido a noção do tempo. Ela que todos os anos, preparava alguma coisa, para reunir ao menos a família, seria muito triste para ela se viesse a se lembrar. 79 anos, estou a bater à porta dos 80. Tudo na vida envelhece, a única coisa que tudo no mundo faz ao mesmo  tempo, é envelhecer. Nas casas, nas ruas, na própria natureza há uma constante mistura entre o velho e o novo. Mas eu não quero envelhecer. A mesa da casa, o altar da Igreja, a cadeira de balanço, os sapatos, as roupas, até os cabelos das pessoas ficam mais brancos. Mas eu não quero envelhecer. A caneta que uso para rascunho, o computador no qual eu anoto os meus problemas, o carro que nos transporta, os navios que singram os oceanos, os aviões que cruzam o espaço, as ondas, as praias, tudo envelhece a cada dia que passa.

 No entanto, aquilo que é obra da inteligência e da impotência humana é que conhece o alvor da madrugada, o entusiasmo do  meio dia, o cansaço da tarde e o sono da noite. Tudo o que é obra das mãos de Deus, não sofre alterações.

 Eu não quero envelhecer, não quero sentir o fraquejar do sol, por detrás do horizonte da minha vida. Quero ter um coração sempre jovem, quero correr como criança, quero imitar as ondas cristalinas, que num grande abraço, enfeitam as areias com sua espuma borbulhante. Eu não quero conhecer o triste gosto da velhice, mas o eterno sabor da juventude. Não quero ser considerado um fruto maduro, à espera que a morte venha me colher. Quero ter um espírito jovem, mostrar para meus amigos, que a vida é bela e vale a pena viver. Que todos aqueles que baterem à porta do meu coração possam encontrar em mim, a fonte da perene juventude, que encontrem em mim os dons do Teu Espírito Santo, para distribuir a quem   precisar.

Que eu seja o sinal da presença da eterna juventude, neste mundo carcomido pelos  anos.

 

Abraços para todos

                                                          

Agostinho Gomes Ribeiro

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:40
editado por cunha ribeiro às 22:52

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net

1 comentário

De cunha ribeiro a 23.01.2012 às 22:55



 Ler este texto rejuvenesce. Obrigado, Sr Agostinho . Muito obrigado.

Comentar post



Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg