Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Janeiro 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


Emigrante de Luxo

por cunha ribeiro, Domingo, 29.01.12

 

  O Expresso foi à procura de Sócrates. Não foi difícil de encontrar.  Quem conhece Paris - e o Expresso conhece - assim como os gostos requintados de Sócrates - e o Expresso conhece-os ainda melhor - sabia que o homem nunca poderia viver fora da zona limite do bairro mais xique da cidade luz - o "seizième arrondissement". Para quem por lá andou, sabe muito bem do que estou a falar: prédios magníficos, servidos por amplas avenidas, onde crescem e florescem majestosas árvores de grande porte. Bem perto, um dos principais pulmões de Paris - o Bois de Boulogne; o famoso Palais des Congrès, o hotel Concorde Lafayette, os Champs Élysées, o Arco de Triunfo, e o bairro mais nobre adjacente à cidade, onde Eça de Queirós residiu - Neweully Sur Seine.

  Claro que ninguém esperaria que o Expresso revelasse ter encontrado o Ex-Primeiro Ministro a despejar as "poubelles" da burguesia parisiense; ou a podar as árvores da Avenue Foch. 

  Também não esperariam que o tivesse surpreendido a tomar café no  "tabac" onde os operários do "chantier" vão todos os dias.

  Como o nosso homem gosta de praticar jogging, onde o podiam encontrar? Obviamente,  no Bosque ( "bois de Boulogne"). Como tem  gostos culinários de fino requinte, onde o iriam descobrir? Na "Brasserie Lipp", ou no "café Flore", lugares dignos de príncipes e de princesas; E como é ( sempre foi) um estudante exemplar, que escola frequentaria o grande intelectual sem canudo? Isso: a maior escola deciência política de França - o Instituto de Estudos Políticos de Paris.

   Caros amigos emigrantes-a-sério: Querem um autógrafo deste homem invulgar?

    Passeiem por estes sítios belos, nobres, e requintados, só ao alcance de quem não trabalha, por lhe ter saído o "Euromilhões".

 

CR

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 13:41

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net

1 comentário

De Manuel Almeida a 29.01.2012 às 15:05

Caro amigo agradeço que publiques na intrega do Jornal sol realizada pelos jornalistas, David Dinis e Susete Francisco
Uma reportagem publicada no passado fim-de-semana pelo Expresso sobre a vida privada de José Sócrates em Paris fez disparar as reacções dos que, em Lisboa, o acompanharam mais de perto durante os anos de liderança do PS e do Governo.
Nos dias imediatos, foram vários os que saíram em defesa do ex-primeiro-ministro nas redes sociais, alguns mesmo com recados directos à actual liderança – tornando ainda mais visível o descontentamento da linha socrática com a condução política de António José Seguro.

Augusto Santos Silva foi o primeiro a reagir: «Tenho pena, tenho sinceramente pena, do jornalista que se propôs, ou se prestou, ou foi mandado fazer e aceitou fazer este ‘trabalho’» Em apenas um dia, o ex-ministro coleccionou ‘likes’ (gosto) ao comentário.

Mais incisivo ainda, Renato Sampaio – amigo pessoal de Sócrates – mostrou que a alma do antigo líder está viva em Lisboa e que tem quem lute pela sua imagem. «Hoje vi um ataque vil e infame a um amigo. Sinto-me ofendido quando ofendem um amigo que considero», escreveu o deputado socialista, acrescentando que «não é tolerável que se coloque em causa a honorabilidade de alguém que se não conhece ou se lancem insinuações torpes».

Mas não ficou por aqui – e resolveu deixar, na íntegra, o depoimento que fez quando José Sócrates se candidatou pela primeira vez a líder do PS. O recado para Seguro é indirecto («apoio José Sócrates porque o PS terá que se apresentar aos portugueses como uma oposição enérgica e responsável, combativa e determinada»). Mas num comentário a reacções que recebeu, o recado ficou claro. «Sabemos que esta direita tem medo ‘do brilho das luzes’ que vem de Paris! Mas também há um ‘certo PS’ que vive ofuscado e ressabiado ‘com o fantasma de Paris’».

A indignação de Renato Sampaio teve direito a 150 ‘like’ e cerca de 50 comentários. Entre eles, actuais deputados do PS e ex-governantes, de Isabel Santos a Hortense Martins, passando por Maria Manuel Leitão Marques. E a onda prosseguiu – com André Figueiredo (chefe de gabinete de Sócrates no PS) a escrever vários textos lembrando frases do ex-PM, José Lello a irritar-se com um colunista do Público que criticou Sócrates («Por amor de Deus, deixem o homem em paz!»).

Nas hostes socialistas, há mesmo quem já fale do regresso de Sócrates à vida política nacional, até mesmo colocando a hipótese de uma candidatura à liderança lá para 2013. É claro que poucos levam esta tese a sério, mas ninguém ignora os sinais de que o socratismo está bem vivo

ou seja
já há quem tenha saudades de Socrates e daqui a 3 anos se quiser voltara a ganhar se,Portugal ainda existir, pelo andar da carruagem seremos uma colonia da Alemanha que é para isso que o Passos Coelho trabalha arduamente.

Saudações

Comentar post



Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg