Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Março 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


Eram grandes amigos, André

por cunha ribeiro, Terça-feira, 13.03.12
O Sr António já faleceu, infelizmente. Depois de o meu pai adoecer chegou a recomendar dar-lhe  um medicamento que ele próprio tomava. Ironia do destino, o Sr António já foi chamado. O meu pai, esse, ainda vai existindo, graças a Deus.
FCR

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 19:24

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net

5 comentários

De João Ferreira a 13.03.2012 às 22:19

Amigo André
Podias relacionar os nomes das pessoas que estão na foto.
Apenas por curiosidade, porque julgo que pelo menos duas pessoas, não me serem desconhecidas, embora de há muitos anos.
Obrigado.
João Ferreira

De André Ribeiro a 14.03.2012 às 01:23

Prezado amigo Sr. João Ferreira, as pessoas que aparecem nesta foto, da esquerda para direita, são: eu (André Ribeiro), Dona Carlota, sua filha Celeste, meu pai (Manuel Fernandes, que foi casado com minha mãe Maria da Glória, irmã mais velha do meu tio joao Batista Ribeiro - ou Joao de Parada, que mora em frente à capela de São Pedro), e o último à direita foi marido da D. Carlota, Sr. Antonio.
Tiramos essa foto em 2009, quando eu e meu pai estivemos em Portugal.
Eles foram vizinhos aqui no Rio de Janeiro/ Brasil e grandes amigos da minha avó Cândida, meu avô Abilio Pires e irmão, Arlindo Pires Ribeiro, pai do meu primo Francisco Cunha Ribeiro, criador do blog.
Eu não sei o sobrenome deles.
Mudaram-se há tempos atrás para Fafe. Infelizmente o Sr. Antonio faleceu, eu não sabia do ocorrido.
Certamente ele lembraria de muitas histórias do tio Arlindo na época que esteve no Brasil.
Grande Abraço

De João Ferreira a 15.03.2012 às 23:21

Amigo André

Dá gosto ler as tuas mensagens. És bisneto, neto, filho e sobrinho de ilustres Paradenses, que emigraram para o Brasil à procura de uma vida melhor. Gostas de saber notícias, relativas com a tua familia, nota-se em ti uma grande amizade pela terra que viu nascer os teus ascendentes.
Vim a saber por ti, que o teu visavô José Machado éra de de Souto.
Conheci os teus tios avós, António e João, filhos do teu visavô, José Machado, para além dos teus avôs, a tua mãe. Também já não me lembrava, que o teu avô Abilio, era irmão do senhor Arlindo Pires.
Agradeço a tua amabilidade em registares os nomes na fotografia, que pelos vistos não conheci ninguém, ficando a dúvida no senhor António, se era ou não de Parada.
Eu não resido em Parada, é esta a razão de que muitas pessoas que de vez em quando vêm do Brasil visitar a sua/nossa aldeia, eu não as ter visto há muitos anos.
Eu sou amigo do teu tio João, que o conheci desde pequeno e o vejo de vez em quando, quando vou a Parada.
Obrigado
Saudações amigas.
João Ferreira

De João Ferreira a 17.03.2012 às 12:08

Correcção: erro, visavô, para bisavô.

De André Ribeiro a 25.03.2012 às 04:03

Olá Amigo João, realmente posso me considerar um apaixonado por Parada de Aguiar, terra da minha mãe, dos meus avós, tios avós, bisavós, etc. Há uns três anos atrás, quando comecei a entrar com o pedido de cidadania portuguesa, iniciei um levantamento de informações dos descendentes da minha famíla, pelo lado da minha mãe e pelo o do meu pai. Tenho mapeado o nome, sobrenome, data de nascimento e falecimento de meus antepassados que viveram em Parada, desde cinco/ seis gerações passadas.
Além dessas informações, as histórias contadas pela minha mãe, pelo meu tio João, pelo meu tio avô João Machado, pela minha tia avó Ermelinda são realmente fascinantes! Além deles, tive o prazer de conhecer meu primo, Agostinho Gomes Ribeiro que com sua memória e sabedoria, é capaz de reproduzir Parada de Aguiar em palavras e histórias como poucos. 
Além de ser meu tio avô, o Sr. João Machado e sua esposa Clara eram meus padrinhos de batismo. Ela faleceu em 1988, e ele faleceu ano passado, aos 85 anos. Quando criança, passava final de semana, ou até mais dias , na casa deles em Jacarepagua, Rio de Janeiro. Tenho ótimas recordações dos dois. Adorava as histórias que meu padrinho contava, principalmente das confusões que se metia! Ele não era fácil!
O meu tio avô Antonio, e sua esposa Amélia, foram padrinhos da minha irmã mais velha, a Andrea. Não o conheci pessoalmente, já que ele faleceu muito cedo. Tenho apenas uma foto dele, tirada no casamento da minha mae. A tia Amélia tivemos contato com ela até 1997, ano do falecimento da minha mãe. Ela chegou a ir ao sepultamento. Depois disso, nunca mais a vi. Gostaria muito de reve-la.
Dos irmãos da minha avó Cândida que ainda estão vivos, queria muito conhecer a tia Laurinda, que atualmente mora Lisboa. Além de querer rever a minha Ermelinda e seu marido João, um amor de pessoas!
O meu avô Abílio e o tio Arlindo são irmãos por parte de mãe, Maria Deolinda. Por uma dessas ironias da vida, foram criados separados, mas na vida adulta fizeram parte de uma história muito bonita que só os grandes homens são capazes de viver. Se Deus quiser, terei o prazer de contá-la ao senhor pessoalmente.    
E, também se Deus me der saúde, pretendo visitar Parada em breve, provavelmente no ano que vem. Não quero e não pretendo deixar de visitar com alguma frequencia a terra dos meus antepassados. Além de rever meus familiares e conhecer bons Paradenses como o senhor.

Grande Abraço meu amigo!

André Ribeiro

Comentar post



Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg