Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Março 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


Agostinho Rodrigues - Cinco amigos num passeio de Verão

por cunha ribeiro, Sábado, 24.03.12

                                 

 

Num belo domingo, dia 24 de Junho do ano de 1967, cinco rapazões de Parada de Aguiar -  o  José Manuel, o Agostinho, o Manuel Almeida, o Francisco Benedito e o João,”neto da Sr. Laurinda Rei”,  pensaram em dar umas curvas pelas mais diversas aldeias do bonito Vale de Vila Pouca de Aguiar.

Porém, transporte próprio para esse efeito, só o José Manuel o possuía. Todos os restantes do grupo, andavam “no penantes”. Motorizada, na altura, era considerado transporte de luxo. E, ainda não chegava a todas as carteiras. Então como fazer?

O José Manuel, rapaz sensato e amigo do seu amigo, logo disse:

- O meu pai tem duas motorizadas. Ele foi para o Porto, portanto eu levo a do meu pai que é nova, o Agostinho leva a outra. Mas, na motorizada nova não posso levar ninguém, porque ainda está em rodagem.

 O João, disse:

- Vou pedir a do Ti Coutinho.

Passado algum tempo, lá apareceu ele com a motorizada. Transporte orientado, partimos para o passeio. Eu levava o Manuel Almeida e o João, o Francisco Benedito. Daí para Zimão, Gralheira, com paragem no Ferreirinho. Depois para Cidadelhe, Vila Pouca e, por último, Fontes. Quando demos por conta, já a noite ia bastante adiantada. Estava na hora de regressar à base.

Quando vínhamos já a caminho de casa, a motorizada do Ti Coutinho não dava luz. Como fazer? Decidiu-se que o José Manuel ia à frente a indicar o caminho, a seguir o João, e eu em último. Tudo vinha a correr mais ou menos bem. De repente, o João deixou ir a motorizada abaixo ficando parado no meio da estrada. Quando me apercebi do perigo, guinei repentinamente para a esquerda para não bater no traseiro do Francisco que, entretanto já estava a gritar com medo do porradão que ia levar no sim senhor.

Ao guinar para a esquerda, o Manuel Almeida começou por bater com os pés no chão, ora dum lado, ora do outro, aos SS, até que nos espalhamos a todo o comprido. A motorizada para um lado e nós para o outro. Como consequência, resultou o Manuel ficar com seu belo fatinho estragado e eu com as calças e uma camurcina que tinha trazido de Angola, onde estive em comissão na guerra ultramarina.

O Manuel Almeida, nesse dia 24, vestiu o seu melhor fatinho para a cerimónia do baptizado da sua afilhada Maria de Fátima. Como padrinho, o rapaz tinha que estar apresentável. Mas, quando se apercebeu que tinha o fato estragado – só dizia:” Ai o meu fatinho… Ai o meu fatinho.” Eu, farto de o ouvir chorar pelo fatinho – disse-lhe:  

- Ó pá! Deixa lá o fato. Estás bem e isso é que interessa. O fato, haja saúde e logo compras outro. O mais importante é que estamos todos bem. O resto, logo se há-de arranjar.

Lá ficou um pouco mais animado. Recompostos do susto, regressamos a Parada, com recordação de tudo o que fizemos e nos aconteceu nesse dia 25 que, ficou bem presente na minha memória até aos dias de hoje.

Termino com um abraço para todos os Paradenses e amigos do Blogue de Parada.

Agostinho Rodrigues

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 17:12

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net

1 comentário

De candida a 25.03.2012 às 11:08

Acontecia-te cada uma...Parabens, e continua  comprimentos.Cândida

Comentar post



Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg