Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


calendário

Março 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


Pesquisar

 

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


As Farpas em terras do Douro

por cunha ribeiro, Sábado, 24.03.12
 Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
 
 
Edição de 23-03-2012
 
Livro

Caves Santa Marta

 

 

 

SECÇÃO: Opinião

As farpas 

- Orgulho socrático


Os socráticos devem estar muito orgulhosos do que fizeram no Ministério da Educação. De facto não está ao alcance de qualquer governo contratar um jurista que não cumpre o contrato e assobiar para o ar como se nada fosse com eles.
O contrato com o jurista João Pedroso é um expressivo exemplo da irresponsabilidade político-financeira do socratismo.
Pelo menos de uma multa, no tímido valor de quatro mil euros, já ninguém livra o socrático, João da Silva Baptista, ex-secretário-geral do Ministério da Educação. E de ficar famoso apenas pela asneira também não.
Só falta a ex-Ministra, Maria de Lurdes Rodrigues, pagar a quota parte da sua responsabilidade. 
Vamos pois aguardar, com (im)paciência, o julgamento deste rotundo fiasco que passou pela poltrona da Educação do nosso país.
O Tribunal de Contas já condenou. Esperemos que o criminal também o faça. 

- O Discurso da “ Vagina”


É estranha aforma como li, à primeira, o título seguinte, do jornal “Público”: 
“Ana Gomes representa ‘Os Monólogos da Vagina’ no Parlamento Europeu”
Confesso que imaginei Ana Gomes, no Parlamento Europeu, a discursar entusiasticamente, para o umbigo, sem ninguém lhe prestar atenção.
Muito sinceramente, é-me difícil imaginá-la fazer de “vagina”, no Parlamento Europeu. Revelando intimidades vaginais como as que a actriz Guida Maria, há uns anos, revelou, com muito sucesso, nos palcos.
Porém, a notícia contrariou a minha leitura apriorística do título, informando:
“A deputada europeia Ana Gomes, com oito outras representantes provenientes de vários grupos políticos europeus, participa na representação da peça de teatro 'Os Monólogos da Vagina', a decorrer no Parlamento Europeu terça-feira, dia 6 de Março, às 18h30, em Bruxelas”.
Contundente como é, esperemos que Ana Gomes, não abra demais a “vagina”, falando sem qualquer nexo de tudo e de nada. 

- Quem são os culpados?


Este país, de sucessivos governos PSD, PS, CDS, com resmas de imigrantes, cá dentro, tem governado tão bem, que agora vê, envergonhado, o novo emigrante luso passar fome, lá fora.
Primeiro foi na Suíça, a seguir no Luxemburgo, e agora também na Inglaterra. Em todos estes países, foram vistos portugueses a dormir na rua, pois não encontram emprego.
E a culpa não é de ninguém.

- Viveiro de Treinadores


O S.C. de Braga é hoje um viveiro de treinadores. Jesualdo Ferreira saiu de lá prestigiado; Jesus, Carvalhal, e Domingos também. E o actual treinador, segue pelo mesmo caminho.
Nos antípodas, temos o S.C. de Portugal, onde os treinadores são co-incinerados como se Alvalade fosse uma enormíssima cimenteira. 

- Questões de Fé


Da fé em Deus e Jesus Cristo, passamos à fé em Gaspar e Assunção Cristas.
O Ministro das Finanças é neste momento o pequeno deus do PSD e dos crédulos portugueses que sempre acreditaram em milagres ( Salazar emergiu desta maneira…).
A Ministra da Agricultura é a jovem promessa do CDS e de alguns portugueses que cultivam a sedução feminina como se sulfatassem marmelos na horta, a pensar na doçura da marmelada.
O Dr Gaspar tem um ar sério que encobre interesses de duvidosa seriedade. Como um kamikaze sacrifica-se, agora, com o nobre intuito da recompensa, depois. Ou não estivesse ele ao serviço da ganância bancária e especuladora. Se conseguir levar a carta a Garcia, como querem os seus amigos políticos, e os oportunistas corruptos, iremos ter um país com muito menor dívida pública, é certo, mas muito maior miséria comum. Iremos regredir emagrecendo o nosso nível de vida, e privando os nossos filhos do que apenas será acessível aos filhos da burguesia.
A Dra Assunção, essa, ficará na história como mais uma Ministra que andou a fatiar subsídios para a pequena agricultura, e a engordar meia dúzia de grandes "agricultores”, com o grosso do bolo.
Mas é tudo uma velha questão de fé. Mais moderna, a de agora, porque acredita nos comuns mortais que nos governam.

- Eldorado


O deputado social-democrata, Carlos Gonçalves, abusou da inteligência dos portugueses que trabalham lá fora ao dizer esta atoarda: “ os países europeus deixaram de ser "o El Dorado" dos emigrantes portugueses”. Ora, se o Sr. Deputado ousasse conhecer o verdadeiro significado da palavra “Eldorado”, não se precipitava no erro como precipitou. A palavra “Eldorado” significa “país fabuloso, cheio de riquezas e delícias...”.Ora, se é quase verdade que os nossos emigrantes, sobretudo os da Europa, Estados Unidos, ou Canadá, se têm aventurado por países mais ricos do que o nosso, já não é verdade que tenha sido para eles uma “delícia”, a vida de emigrante. Bem pelo contrário, diria que quase todos transpiraram muito para atingirem o bom nível de vida que agora têm. 

- Desconfiem dos dois


Qualquer inteligência “assim assim” percebe que todos aqueles que vieram a terreiro defender Sócrates contra Cavaco têm um olho que querem abrir, e outro que querem fechar. E todos aqueles que, do lado oposto, defendem entusiasticamente Cavaco contra o ex -primeiro ministro sofrem da mesma deficiência. O que quer dizer que tanto de um lado como do outro existe miopia política. Espera-se, pois, que quem os ouve, ou lê, perceba que não pode haver apenas meia verdade. Se um foi desleal com o outro, e é condenável, o outro deixou-o fazer o que quis, sem nunca lhe interromper a acção. E só agora o vem revelar. Assim, se um merece o nosso desprezo por todo o mal que nos fez; o outro merece o mesmo desprezo por todo o mal que permitiu fosse feito.

- Excepção/ adaptação


O irrequieto ministro José Relvas arrancou do deserto onde nascem algumas dassuas ideias, a pérola seguinte: "No caso da TAP e da CGD, não há excepções aos cortes salariais, há adaptações". Caro leitor, já que não há outra vantagem que se possa tirar, aproveite apesar de tudo a “criatividade linguística” do dr. Relvas para alargar o seu vocabulário. De ora em diante, não diga que toda a regra geral tem excepções. Diga antes, que são “adaptações”. Assim, da regra geral “ os políticos são desonestos”, o dr. Relvas não será excepção, mas antes, adaptação.

- Viva o disparate


Numa altura em que muitos dos seus concidadãos não têm dinheiro para comer, o Dr. Filipe Menezes, Presidente da Câmara de Gaia, anuncia publicamente que quer mais pontes entre Gaia e Porto! Se isto não é gozar com os portugueses, aos quais até as “pontes” a que tinham direito roubaram, o que é? "Vamos apresentar um conjunto de travessias, entre elas algumas pontes que, em nosso entender, fazem sentido face à evolução das duas cidades nos últimos 15 anos", disse Menezes. 
Alguém pergunta a Menezes quantos subsídios de férias vão custar as tais travessias? Não faria bem mais sentido começar a perceber que não há dinheiro para “obras de arromba” que apenas servem para arrombar ainda mais o nível de vida da maioria dos portugueses?

- Aos professores, a ortografia, aos magistrados, as leis

 


No Tribunal de Viana do Castelo há um ofício a explicar que não se deve usar o Acordo Ortográfico. Um senhor magistrado daquele tribunal entende que o tratado «não entrou em vigor na ordem jurídica portuguesa» e que quem o usar está a dar «erros ortográficos».
Não venho com isto em defesa do “acordo ortográfico”, o qual apenas serve para complicar o que já é bem complicado que é escrever correctamente uma língua. Venho só espantar-me com a preocupação do Sr Juiz, cuja função é julgar querelas entre pessoas, e não opinar sobre querelas ortográficas e gramaticais. Para estas existem, ainda, professores de língia portuguesa.

- Luxo ou lixo?


Diz a imprensa que Ronaldo usa brincos que são um luxo. 
Ou seja, em economês, um luxo equivale a 10.00,00 euros. Francamente, não estou nada de acordo. Acho a imprensa bastante exagerada neste capítulo. 
Um par de brincos de dez mil euros não é nenhum luxo no reino do futebol. É lixo.

Cunha Ribeiro , Advogado,
cunharibeiro267@hotmail.com

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:57


Comentários recentes




GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg