Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


calendário

Abril 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


Páscoa em Parada

por cunha ribeiro, Domingo, 08.04.12

 

 Pela A7,  Sábado, véspera de Páscoa , até Parada do Corgo.  Contentes, os três. A alegria "deles"  crescia com a aproximação do torrão paradense; a minha era o reflexo íntimo da sua. Tinha-o previsto - o regresso à casa de muitos anos estava a aquecer-lhes a alma. Meu pai atirava sons ao Deus dará, a ver se acertava no que sentia ( "Vila Pouca..."Vila Real"..."Parada de Aguiar" ... "S. Pedro" - dizia aos arrepelões ); minha mãe tentava traduzi-los, mas à sua própria maneira, acreditando ser capaz de lhe ler sentimentos iguais aos dela.

  Parada tê-lo-á visto passar, indiferente. É a vida. Quantas vezes, nem os filhos são gratos. 

 Desci a S. Pedro. A "casa da Junta que era pra ser do C. Directivo" está agora mais asseada. Dir-se-ia uma bela gaiola sem pássaro.

 No Ferreirinho, onde desci, discutia-se política ( " As Eólicas somos nós que pagamos...patati"; " O preço da água é um absurdo...patatá"...);  No écrã, ao fundo,  o Braga cavalgava o Porto, sem consequências.

 Em casa do João e da Edma, o folar escorregava pela faringe molhada, e o Porto, agora mais atrevido, pulou pra cima do Braga, mas com consequências...

 Manhã de Domingo, o sol impunha a sua soberania em Vila Pouca. O "Correio da Manhã",  num Kiosque de portas abertas, e o apelo à leitura. Desfolhei-o confortavelmente sentado num novo café, de gente simpática, à beira do Palacete, junto ao futuro... recinto da feira. Na vitrine do balcão havia folares de confecção regional, com preços de antes da crise. O Professor de Soutêlo, o Horácio: " Olá"; o Carlos, do Maximiano, "Viva"; outros rostos de sempre: " Tudo bem?". " Sim, tudo a correr", e...?.

As obras junto ao Palacete continuam irritantemente paradas. Alguma insolvência - Quem sabe?

 Uma Páscoa assim, inundada de Sol, parece cumprir melhor a sua missão simbólica, relembrando o verdadeiro Destino do homem.

 

FCR

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 12:59

1 comentário

De Abilio a 09.04.2012 às 01:43

Escreves muito bem papá.Gostei,especialmente,do "o folar escorregava...".A ver se escrevo amanhã os textos

Comentar post



Comentários recentes




GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg