Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Abril 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


A Câmara Municipal de Viseu estará na origem do Albergue de Parada do Corgo?

por cunha ribeiro, Sexta-feira, 27.04.12

 Primeiro porque  foi esta Câmara que se interessou pela revitalização deste caminho "esquecido" para Santiago, pelo interior de Portugal.

 Segundo, porque a Câmara Municipal de Viseu é do PSD tal como a de Vila Pouca de Aguiar.

 Terceiro, porque a influência do Presidente do Município viseense no do Município aguiarense não será de descurar - é que o primeiro é justamente o GURU da Associação Nacional de Municípios, com influência notória no interior do poder.

 

 Se assim não for, haja quem me desminta.

 

CR

 

Para confirmar o que digo, bastará ler o texto que segue:

 

Execução do ‘Caminho’ no concelho pode estar para breve

A Câmara Municipal de Viseu enviou à comunicação social uma nota onde fala dos ‘Caminhos Portugueses Interior de Santiago’. Nela se adianta que Viseu faria parte do percurso. Ao mesmo tempo, são tecidos outros conceitos que importa salientar, inclusive o anúncio de que o projecto de execução do ‘Caminho’ no concelho pode estar para breve. Desde ‘o século IX, com a descoberta do túmulo do Apóstolo Tiago, muitos são os peregrinos que se sentem impelidos a percorrer os Caminhos de Santiago, espalhados por toda a Europa, com especial incidência na Península Ibérica’.

A ‘tradição da peregrinação remonta ao século IX’, enquanto ‘o Caminho de Santiago atingiu o máximo esplendor nos séculos XI e XII. Sofreu um período de estagnação na Idade Média, e após a Contra-Reforma, no início do século XVII, retomou o período de esplendor. Desde o século XIX, o Caminho de Santiago tem recuperado grande protagonismo, tendo sido classificado como Primeiro Itinerário Cultural Europeu, em 1987, e Património da Humanidade, em 1993 (Espanha) e em 1998 (França), além de outras atribuições significativas’.
No entanto, ‘na última década, o Caminho de Santiago ganhou um grande impulso, fruto do trabalho das autoridades espanholas e também de particulares que promovem o Caminho e tudo aquilo que pode ser oferecido aos Peregrinos, como por exemplo os Albergues, áreas de restauração, património cultural e natural, entre outras valências’.
Em Portugal, adianta a nota, ‘a rede de Caminhos de Santiago é relativamente vasta, destacando-se duas principais vias: a do litoral e a do interior. No primeiro caso, o Caminho encontra-se devidamente sinalizado, desde 2006, de Lisboa a Santiago, que entra em Espanha por Tui; no segundo caso, o Caminho ainda não está marcado nem tão pouco divulgado’.

Reabilitar o Caminho

De acordo com ‘alguns estudos e publicações, o Caminho Português Interior de Santiago liga Viseu a Chaves, atravessando o território dos Concelhos de Viseu, Castro Daire, Lamego, Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião, Vila Real, Vila Pouca de Aguiar e Chaves, sendo que neste último Concelho o trilho cruzaria a fronteira, ligando à Via da Prata (percurso que inicia em Sevilha), em direcção a Santiago de Compostela’.
‘Desde o início do ano de 2010, o Município de Viseu tem vindo a trabalhar em parceria com aqueles Municípios, no sentido de recuperar, reabilitar e dinamizar o Caminho Português Interior de Santiago. O compromisso foi firmado através da assinatura do protocolo de colaboração, celebrado a 7 de Abril de 2011, em Vila Pouca de Aguiar’.
Acrescenta-se depois que ‘no caso de Viseu, o Caminho Português Interior de Santiago atravessa cerca de 40kms do território municipal (no sentido norte-sul, as freguesias de Farminhão, S. Cipriano, S. Salvador, Coração de Jesus, Santa Maria, S. José, Abraveses, Campo, Lordosa e Calde) com especial incidência em zona rural, promovendo a recuperação e utilização de caminhos romanos, medievais e agrícolas, além de contribuir para a valorização e dinamização do património e cultura locais’.

Albergues de Peregrinos em zonas rurais

‘Paralelamente e graças à instalação e recuperação de edifícios, o percurso será dotado de Albergues de Peregrinos, instalados em zonas rurais e zonas verdes, onde os Peregrinos poderão usufruir de local de pernoita e de descanso’.
Ainda e de acordo com a nota, o projecto encontra-se em estado avançado de execução, aguardando-se ‘o resultado da candidatura à medida 3.2.1. – PRODER, à qual o projecto foi submetido’.
‘Os trabalhos de limpeza do Caminho já se iniciaram. Em breve arrancará o processo de marcação do Caminho e da reabilitação dos Albergues de Peregrinos’.
Ao assinalar-se, no passado dia 25, o dia de S. Tiago, o Município de Viseu evocou este dia com o lançamento de um pequeno filme relativo ao Caminho de Santiago, apresentando o trilho e algumas fotografias do percurso municipal, ‘esperando, em breve, anunciar a data da inauguração do Caminho’.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 20:59

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg