Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Abril 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


QUANTAS VEZES

por Francisco Gomes, Quarta-feira, 05.04.17

 ...Quantas vezes pensamos em desistir dos nossos ideais, deixar de lado os nosso sonhos, abandonar a luta, renunciar à vitória e a tudo  que já conseguimos na vida.

 ...Quantas vezes batemos em retirada, com o coração amargurado, pelas injustiças que sofremos sentidos, porque não fomos compreendidos, em nossos esforços e nossas lutas para tornar este mundo melhor.

 ...Quantas vezes sentimos o peso da responsabilidade, sem ter ninguém que possa dividir connosco, a luta e o esforço para  atender os necessitados.

 ...Quantas vezes sentimos uma grande solidão, ainda que cercados de pessoas, porém alheias aos nossos anseios em promover os nossos irmãos de caminhada.

 ...Quantas vezes gritamos a esmo, porque ninguém quer ouvir os nossos apelos, à paz, ao amor e à  concórdia.

 ...Quantas vezes lutamos por uma causa perdida. Temos connosco apenas a esperança, pois se esta for perdida, não teremos mais nada para perder.

 ...Quantas vezes voltamos para o nosso lar, com sensação de derrota,  cansados e desanimados, diante da frieza de tantas pessoas.

 ...Quantas vezes uma lágrima teima em descer pelo nosso rosto, justamente no momento em que precisamos ser fortes e destemidos, diante de situações adversas.

 ...Quantas vezes recorremos a Deus, pedindo mais forças e um pouco mais de luz. Mas Deus nos parece tão longe e tão insensível aos nossos apelos.

 ...Quantas vezes as respostas aos nossos anseios, vêm de uma maneira que não conseguimos entender: um sorriso, um olhar de ternura, um cartão ou um bilhete, um aceno de mão ou um gesto de carinho.

 ...Quantas vezes insistimos em perseguir uma solução, acreditamos numa ajuda, mas nos deparemos, com um bando de pirilampos, cuja luz não ilumina.

 ...Quantas vezes Deus nos ajuda, nos mostra  os verdadeiros caminhos, mas de uma maneira que não conseguimos entender.

 ... Quantas vezes enveredamos pelos caminhos mais difíceis, porque nós temos uma missão, de sermos felizes e levar esta felicidade, para todos os lugares, semear o amor e plantar a paz. É amando que seremos amados e perdoando que seremos perdoados.

   

Deus abençoe a todos

       

Agostinho Gomes Ribeiro

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:14

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes




IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg