Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Outubro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


RETRATO DE UM HOMEM BOM

por cunha ribeiro, Quarta-feira, 04.11.09

O SR JOÃO GUARDA

 

Era um homem de estatura média; robusto; cabelo cortado à escovinha; rosto largo; pescoço curto.

Casado com a sra Mariana, de quem teve oito filhos, um dos quais ( o Heitor), meu colega de escola até à quarta classe.

O Sr João Guarda, para além de um homem de família, sério e honesto, tinha uma característica bem peculiar à classe profissional a que pertenceu - era arrumadíssimo!

A "loja" onde guardava tudo o que precisava para a sua "bricolage" e para os trabalhos do campo ( o fojo, a cruz e a horta da traganhela eram cultivados por ele) era um tratado prático de arrumação.

Tudo ali estava em seu sítio: o martelo, a pá, o par de galochas, o guarda-chuva, o chapéu, a sachola.

E mesmo os jornais tinham ali uma espécie de arquivo.

O primeiro jornal que li na minha vida foi graças ao Sr João Guarda. Assinava o "Jornal de Notícias".  Quando o tempo estava a preceito, o sr João Guarda ia à sua loja de estimação, pegava no jornal, e vinha sentar-se no degrau da entrada da porta.

E eu, logo que me apercebia que ele lá estava, encostava-me sorrateiramente à soleira da porta e parasitava-lhe o mais que podia a leitura, lançando o rabo do olho logo que via escrita a palavra do grande "Benfica", ou descobria uma imagem de Eusébio, Simões, Néné, e companhia.

Nada mais me interessava. Aqueles eram os meus únicos e insubstituíveis heróis.

Perdão. Havia outro. Chamava-se Joaquim Agostinho. Este, porém,só era notícia nos meses de Junho e de Agosto: Em Junho, corria na Volta à França; em Agosto, na Volta a Portugal.

O Jornal de Notícias cobria toda a corrida de França. Havia quase sempre uma página dedicada à odisseia do ciclista ( o melhor português de sempre) nessa importante e histórica corrida. O título era sempre o mesmo: "Na Roda de Agostinho" ( ilustrado com uma roda de bicicleta, e ao centro, o rosto também redondo do corredor).

Mas a imagem deste meu vizinho também se cruza com a altura em que se fez a capela do Santo. Foi um dos grandes obreiros da mesma. ( Era ele, se não me engano, o homem do role).

Em finais de Novembro de 1977, na véspera da minha partida para França, o Sr João Guarda foi passar o serão a casa dos meus pais.

Quando saía para se ir deitar, estendeu-me uns trocos que tinha na mão, e disse: "Toma lá estes franquitos, pode ser que façam jeito..."

Deu-me um abraço de despedida. Desejou-me sorte. E saiu.

Nunca mais voltei a ver este vizinho e amigo. Este bom homem que Parada perdeu ainda a meio da vida.

Soube da sua morte, estava ainda em Paris.

Recordei o momento da despedida. Aquele abraço sentido. Os francos que me fizeram muito jeito, no primeiro café em que parámos, logo à entrada de França...E...

 

Hoje ainda recordo as lágrimas que subitamente me escorreram pela face, irreprimíveis, de saudade de um gesto que calou fundo na minha alma e cujo autor jamais o poderia repetir...

... Nem apreciar a retribuição por mim tão desejada... 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:24

OPINIÕES, Agostinho Rodrigues

por cunha ribeiro, Quarta-feira, 19.08.09
(Sem Assunto)‏
De: Offline Agostinho Rodrigues (agostinhorodrigues13@gmail.com)
  Risco médioÉ possível que não conheça este remetente.Marcar como seguro|Marcar como correio electrónico não solicitado
Enviada: sábado, 15 de Agosto de 2009 15:49:24
Para: cunharibeiro267@hotmail.com
Sr.Francisco Cunha Ribeiro. Como natural e criado em Parada de Aguiar,tenho a dizer-lhe que fico muito satisfeito por ter criado o "BLOG" de Parada. Tenho no entanto alguns reparos a fazer ao que tem vindo a escrever, nomeadamente sobre a nossa capela, onde lembra as pessoas que contribuiram para sua edificação. Pois esqueceu-se de mencionar o nome de pessoas que mais se dedicaram à sua construção ao  angariar fundos, comprar materiais, contactar trabalhadores, fazer a gestão das verbas realizadasa.
O Sr. fala no seu pai, o sr. Arlindo Ribeiro, como sendo o grande impulsionador desta obra, e muito bem. E as outras pessoas que também muito contribuiram para a realização desta obra, como por exemplo o Sr. João Guarda, a Srª  Adelaide Segorelha, o Sr. João Machdo e muitos outros? Não acho justo omitir o nome destas pessoas que se dedicaram de alma e coração à nossa aldeia, inclusivamente sofrendo alguns disssabores pelo facto de se terem dedicado a esta causa.
 
 
cumprimentos da familia GOMES.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 19:46

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes



Posts mais comentados


IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg