Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Outubro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


PANORAMA

por cunha ribeiro, Sexta-feira, 12.03.10

 

 Atravessar a Padrela, num dia em que o Sol é senhor absoluto do céu e da terra é uma experiência inolvidável.

 Em Vila Pouca, o viaduto é uma "passerelle" monumental de onde se avista uma longa planície verde a que só o Covêlo põe fim.

 O Corgo desliza como uma cobra escondida num renque infindável  de amieiros pelo sulco mais fundo do vale. Mas os homens não o quiseram deixar ali sozinho. Por isso, bem perto, a uma distância civilizada, passa, ligeira, a estrada p`ra Vila Real.

 A  "A-24",  ao fundo do viaduto, começa a subir pela mão calejada de Montenegrelo, que a leva em ombros até ao grande pulmão de Parada, o Viveiro. Sítio ermo de onde se avista, quase na testa da Serra de entre Soutêlo e Pontido, a enorme barriga rochosa,que sustenta, firme na sua eternidade, o nobre e humilde Castelo de Aguiar. 

 Um pouco acima, um miradouro incomum mostra a quem ali passa a vasta grandeza do Vale mais grandioso de entre o Marão  e Valpaços, empolgando os sentidos do mais insensível mortal. Do outro lado, cresce ao nosso olhar, imponente e altiva, a Serra do Sabugueiro, onde se aninham, há séculos , três povos bem pitorescos: Telões, Souto e Soutelinho.

  Já no vértice rugoso da Serra, a Châ de Vales é uma obra de arte romântica que  só os pastores sabem interpretar.  Aquilo não é o que parece: um extenso lameiro verde, ladeado de tojo, de giesta e de urze; é uma tela viva , onde uma procissão solene de vidoeiros nos vai colorindo o olhar pelo fluir das estações, que vão desfilando sob a batuta alegre dos grilos e o gargarejo de pequenos e espertos regatos que correm entre pequenas gargantas, pelo declive serrano de Tourencinho ou Zimão.

 


  E até os lobos quando ali passam deixam de ser ferozes carnívoros, graças aos meigos encantos da mãe Natureza.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:34

SINAIS DOS TEMPOS

por Fer.Ribeiro, Sábado, 01.08.09

 

.

 

SINAIS DOS TEMPOS

 

  

Duas aldeias do concelho unem-se num abraço civilizado

 

 

Longe vão os tempos em que ir de Parada a Montenegrelo obrigava a calçar as galochas, a pegar no sacho ou na bengala, e a trepar as ladeiras da “Esculca” e da “Abelheira”, para, só meia hora depois, Montenegrelo aparecer.

 

Agora , homens e mulheres de Parada, já podeis guardar as galochas e encostar alegremente sachos e bengalas.

 

Agora, no vosso carro ou à boleia , atravessai o largo de S.Pedro ( mas devagar, por causa das crianças que lá andam a brincar!) e entrai na moderna estrada que liga Parada a Montenegrelo, deslizando suavemente num esponjoso tapete de alcatrão que se estende , ao lado do rio corgo, até à “rebolfa”. Aí, a moderna estrada desenha uma inesperada  e surpreendente curva à direita; depois vai subindo majestosamente por uma encosta de soberbos carvalhais. Se levais comida, bebida e manta, descei do carro ( mas deixai alguém alerta para, se vier outro carro, procurar algures um sítio onde possam cruzar os dois, e voltar a estacionar.) , estendei a manta e regalai-vos à sombra do ramalhal.

 

Bebei uns copos e perguntai à brisa que passa porque razão se critica aqui e acolá tão grande benfeitoria para estas duas aldeias tão unidas e tão fraternas. E porque será que esses profetas da desgraça não vêem com os mesmos olhos nem pensam com a mesma cabeça daqueles que vêem claramente e pensam inteligentemente.

 

Será que esses maledicentes ainda não viram os grandes benefícios que a nova estrada traz para a aldeia ? Então não vêem que sem esta estrada não podiam ir confortavelmente de carro à missa a Montenegrelo, sem ter que percorrer todos aqueles infindáveis quilómetros que os obrigavam a passar por Vila Pouca?

 

E não repararam ainda que os vossos filhos podem agora fazer belas casas mesmo junto do rio, onde os terrenos, talvez por falta de água,  não dão milho nem batatas, e deixar de se preocupar com o restauro das casas onde nasceram?

 

E não venham agora dizer que se tivessem escolhido fazer esta estrada  para o lado de Zimão , que era muito melhor. Zimão nada tem a ver com Parada; nenhum filho de Parada casou com alguém de Zimão; ou será que casou? Ninguém em Parada tem primos ou primas em Zimão. Ou será que tem?

 

Agora Montenegrelo sim: se precisamos de carne, onde vamos? A Montenegrelo! Se precisamos de  médico, onde temos que ir? A Montenegrelo !; E os impostos, onde os pagamos? Em Montenegrelo!

 

E muito mais se poderia dizer sobre os benefícios da estrada para Montenegrelo.

 

Por isso, quem anda a dizer mal desta estrada, seria melhor pensar um pouco que seja, para não dizer disparates. E esses teimosos detractores bem podem ver que nenhuma das pessoas que decidiram fazer esta estrada nasceu ontem. E que a decisão só revela uma verdade incontestável: que essas pessoas são muito inteligentes e não iam fazer uma estrada destas só porque lhes deu na real gana. Antes da estrada se decidir, queimaram-se muitos neurónios a pensar. E portanto se os neurónios se queimaram é porque os havia em abundância.

 

Eu, que não sei quem planeou esta estrada, apenas me ocorre dizer isto:

 

Ele há gente muito esperta!

                                                 Cunha Ribeiro

 

 

Francisco da Cunha Ribeiro

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 00:06
editado por cunha ribeiro a 14/8/09 às 23:56

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes


Posts recentes


Posts mais comentados


IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg