Created by Watereffect.net Created by Watereffect.net

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


BLOGUE PARADA DE AGUIAR - Mais sobre mim


Colaboradores - Clique nas fotos para aceder aos textos de cada Colaborador

ela, 2. antonio candido . 8341659518_ecc98db9f2_m . Cândida dos Reis Dias Pinto . minha foto. agostinho ribeiro . agostinho . francisco gomes .

calendário

Outubro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


página de fãs


Pesquisar

 

Google Maps


Ver mapa maior

PARADA DO CORGO

viveiro em 1987


POLÍTIQUICES

por cunha ribeiro, Terça-feira, 17.11.09

 

O NINHO E AS VESPAS
 
Bem irá correr a vida ao governo minoritário do Partido Socialista, enquanto houver “guerra nos Balcãs”.
Não, não estou a falar da antiga Jugoslávia, e da guerra que esquartejou o país artificial edificado por Tito.
A guerra de que falo é outra. É a guerra intestina do PSD, onde neste momento há duas facções em confronto.
Graças à aparente acalmia do “galo Santana”, e da sua fiel capoeira; graças também à hiper-sensibilidade-suicida de Filipe Meneses, para além da, por agora, auto-exclusão de Alberto João Jardim, o PSD ficou reduzido a duas facções em clara luta pelo poder. De um lado a ala pretensamente renovadora de Passos Coelho;  do outro, a ala “decadente” do cavaquismo em luta desesperada pela sobrevivência política.
Melhor andaria o PSD se elegesse de imediato o seu líder. As soluções adiadas são sempre as piores soluções.
Um líder forte neste momento tornaria o PSD uma oposição poderosa. Assim é óbvio que não o vai ser. Por ter perdido as eleições mais fáceis de ganhar desde a maioria absoluta de Cavaco Silva, a líder Manuela Ferreira Leite fragilizou o partido, dexando-o sem força anímica para poder travar as políticas mais impopulares do Governo. Ninguém acredita num PSD coeso e unido, seja no parlamento, seja à volta da líder. A própria facção que detém teimosamente o poder, a ferreirista ( cavaquista), está desunida e descrente. E a sua única preocupação vai ser travar os impulsos dos coelhistas.
O PSD, ao preocupar-se apenas com o seu umbigo, vai, mais uma vez, deixar ao CDS e os outros pequenos partidos uma tarefa que lhe pertencia a ele próprio: fazer marcação cerrada ao governo, impedindo que este tome medidas que ponham em causa o equilíbrio orçamental, e a justiça social, favorecendo apenas alguns grupos económicos de grande dimensão ( vide, a Mota Engil ) em detrimento das pequenas e médias empresas e da classe média.
Como é evidente ao PSD que perdeu não interessa lutar pelo bem comum, mas pelos privilégios da sua facção.
Só é pena o Paulo Rangel, andar por ali.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 10:44

Capela de Parada de Aguiar e Rua do Arco, com ef. especiais


Created by Watereffect.net
Created by Watereffect.net


Comentários recentes


Posts recentes


Posts mais comentados


IMAGENS DA NOSSA TERRA

CLIQUE NA FOTO PARA ACEDER À GALERIA DE IMAGENS DE PARADA DE AGUIAR parada em ponto grande para imagem de fundo.

GENTE DA NOSSA TERRA

minha imagem para.jpg